Colégio Marista de Maceió

Professor: Jadielson Angelo da Silva LISTA/RECUPERAÇÃO. 2º BIMESTRE

1.Vunesp – Aquece-se certa quantidade de água. A temperatura em que irá ferver depende da:

a) temperatura inicial da água. b) massa da água. c) pressão ambiente. d) rapidez com que o calor é fornecido. e) quantidade total do calor fornecido.

2.Fuvest-SP – Para que a água ferva à temperatura de 50 °C, deve-se a) utilizar uma pequena quantidade de água. b) utilizar uma panela com ótima condutibilidade elétrica. c) utilizar uma chama muito intensa. d) utilizar uma panela de pressão. e) diminuir a pressão sobre a água.

3.UFMG – Uma panela de pressão cozinha os alimentos mais rapidamente porque:

a) a pressão comprime os alimentos, facilitando o cozimento. b) as paredes das panelas são espessas, conservando, por muito tempo, o calor em seu interior. c) a temperatura de ebulição dos líquidos no seu interior é reduzida. d) o aumento da temperatura reduz a pressão no interior da panela, facilitando a expansão dos alimentos. e) o ponto de ebulição da água que envolve os alimentos passa a ser superior a

4.UFMG – Considere as seguintes informações:

I. A tabela fornece a temperatura T, na qual a água entra em ebulição, em função da pressão p, que é exercida sobre ela. I. A cada 100 m de elevação na atmosfera terrestre corresponde uma diminuição de, aproximadamente, 1 cmHg na pressão atmosférica, para altitudes não muito grandes. I. Em uma certa cidade, um estudante verificou que a água, em uma panela aberta, entrava em ebulição a 95 °C.

Tendo em vista essas informações, esse estudante pode concluir que a altitude aproximada da cidade, em relação ao nível do mar, é de: a) 50 m b) 100 m c) 500 m d) 1.200 m e) 3.500 m

5.No experimento realizado em sala de aula a água ferveu dentro de um balão de fundo chato, em seguida foi colocada uma rolha da boca do balão para que o vapor de água não escapasse. Colocamos o balão de cabeça para baixo e colocamos um pano úmido na parte chata. Foi observado que água dentro do balão voltava a ferver. Por isso ocorreu?

6.Fuvest-SP – Enche-se uma seringa com pequena quantidade de água destilada a uma temperatura um pouco abaixo da temperatura de ebulição. Fechando o bico, como mostra a figura A, e puxando rapidamente o êmbolo, verifica-se que a água entra em ebulição durante alguns instantes (veja figura B). Podemos explicar este fenômeno considerando que:

a) na água há sempre ar dissolvido e a ebulição nada mais é do que a transformação do ar dissolvido em vapor. b) com a diminuição da pressão, a temperatura de ebulição da água fica menor que a temperatura da água na seringa. c) com a diminuição da pressão, há um aumento da temperatura da água na seringa. d) o trabalho realizado com o movimento rápido do êmbolo se transforma em calor, que faz a água ferver. e) o calor específico da água diminui com a diminuição da pressão.

7. Unicamp-SP – No Rio de Janeiro (ao nível do mar), uma certa quantidade de feijão demora 40 minutos em água fervente para ficar pronta. A tabela abaixo fornece o valor da temperatura de fervura da água em função da pressão atmosférica, enquanto o gráfico fornece o tempo de cozimento dessa quantidade de feijão em função da temperatura. A pressão atmosférica ao nível do mar vale 760 m de mercúrio e ela diminui 10 m de mercúrio para cada 100 m de altitude.

a) Se o feijão fosse colocado em uma panela de pressão a 880 m de mercúrio, em quanto tempo ele ficaria pronto? b) Em uma panela aberta, em quanto tempo o feijão ficará pronto na cidade de

Gramado (RS), à altitude de 800 m?

8.UCS-RS – A mudança de fase de uma substância depende não só da sua temperatura, mas também da pressão sobre ela. A panela de pressão, dispositivo cuja finalidade é cozinhar alimentos em menos tempo, foi criada com base nesse fenômeno. Sua idéia principal é conter uma quantidade de vapor para: a) aumentar a pressão sobre a água e diminuir sua temperatura de ebulição. b) aumentar a pressão sobre a água e elevar sua temperatura de ebulição. c) diminuir a pressão sobre a água e manter sua temperatura constante em 100 °C. d) aumentar a pressão da água a fim de que ela não precise chegar a 100 °C. e) diminuir a pressão sobre a água para que ela entre em ebulição em menos tempo do que numa panela sem tampa.

9.FCMSC-SP – Quando você assopra a sua pele úmida de água, sente que a sua pele esfria. Isto se deve ao fato de: a) o sopro arrastar ar mais frio que a pele. b) a pele está mais fria do que a água. c) a água é normalmente mais fria que o ar. d) o sopro é mais frio do que a água. e) a água absorve o calor da pele para evaporar-se.

10.F. M. Pouso Alegre-MG – A influência da pressão nas mudanças de estado da matéria acarreta que: I. no Rio de Janeiro, a água ferve a uma temperatura maior do que a sua temperatura de fusão em Belo Horizonte. I. no Rio de Janeiro, o gelo funde-se a uma temperatura maior do que a sua temperatura de fusão em Belo Horizonte. I. aumentando a pressão sobre as substâncias sólidas cristalinas em geral, aumenta o valor de sua temperatura de fusão.

Podemos afirmar que: a) apenas I e I são corretas. b) apenas I é correta. c) apenas I e I são corretas. d) todas estão corretas. e) todas são falsas.

1.(Fei 9) Um sistema isolado termicamente do meio possui três corpos, um de ferro, um de alumínio e outro de cobre. Após um certo tempo verifica-se que as temperaturas do ferro e do alumínio aumentaram. Podemos concluir que:

a) o corpo de cobre também aumentou a sua temperatura b) o corpo de cobre ganhou calor do corpo de alumínio e cedeu calor para o corpo de ferro c) o corpo de cobre cedeu calor para o corpo de alumínio e recebeu calor do corpo de ferro d) o corpo de cobre permanece com a mesma temperatura e) o corpo de cobre diminuiu a sua temperatura

12.(Uerj 2002) Duas chaleiras idênticas, que começam a apitar no momento em que a água nela contida entra em ebulição, são colocadas de duas formas distintas sobre o fogo, como indica a figura:

(Adaptado de EPSTEIN, Lewis C. "Thinking Physics". San Francisco: Insight Press, 1995.) Em um dado momento, em que ambas já estavam apitando, as chamas foram apagadas simultaneamente. Assim, a situação relativa ao tempo de duração dos apitos das chaleiras e a explicação física do fenômeno estão descritas na seguinte alternativa: a) A chaleira I continuará apitando por mais tempo, pois a placa metálica está mais quente do que a água.

b) Ambas as chaleiras deixam de apitar no mesmo instante, pois as chamas foram apagadas simultaneamente. c) Ambas as chaleiras deixam de apitar no mesmo instante, pois a temperatura a água nas duas é a mesma. d) A chaleira I continuará apitando por mais tempo, pois a capacidade térmica do metal é menor do que a da água.

13.(Ufjf 2002) Quando uma pessoa cozinha um ovo numa vasilha com água, pode diminuir a intensidade da chama do fogo que aquece a vasilha tão logo a água começa a ferver. Baseando-se na Física, assinale a alternativa que explica porque a pessoa pode diminuir a intensidade da chama e ainda assim a água continua a ferver.

a) Durante a mudança de estado, a quantidade de calor cedido para a água diminui e sua temperatura aumenta. b) Durante a mudança de estado, a quantidade de calor cedido para a água e sua temperatura diminuem. c) Apesar do calor estar sendo cedido mais lentamente, na mudança de estado, enquanto houver água em estado líquido na vasilha, sua temperatura não varia. d) O calor é cedido mais lentamente para a água, aumentando a temperatura de mudança de estado da água. e) O calor é cedido mais lentamente para a água, diminuindo a temperatura de mudança de estado da água.

14.(Ufpel 2000) Todos sabemos que é essencial a presença de água para assegurar a existência de vida em nosso planeta. Um comportamento específico dessa importante substância garante, por exemplo, que o "simpático" urso da figura tente garantir sua refeição, apanhando o peixinho que nada em um lago, abaixo da camada de gelo.

A formação dessa camada de gelo na superfície do lago, permitindo que a fauna e a flora permaneçam vivas em seu interior líquido, deve-se a) à dilatação irregular da água, que atinge densidade máxima à temperatura de 4°C. b) ao elevado calor específico da água, que cede grandes quantidades de calor ao sofrer resfriamento. c) à grande condutividade térmica do gelo, que permite ao sol continuar a aquecer a água do lago. d) à temperatura de solidificação da água, que permanece igual a 0°C, independente da pressão a que ela está submetida. e) ao elevado calor latente de solidificação da água, que cede grandes quantidades de calor ao passar ao estado sólido.

15.(Unirio 2003) Admita que você está com muita fome e deseja cozinhar batatas em uma panela comum de alumínio num ambiente termicamente isolado. Considerando que você só se alimentará quando as batatas estiverem completamente cozidas, em que local você poderia saciar sua fome mais rapidamente?

Observações: 1 - Despreze as perdas de calor para o meio ambiente. 2 - Considere a mesma temperatura inicial do conjunto em todos os ambientes a) No Pão de Açúcar - Rio de Janeiro. b) Na Pedra do Sino - Petrópolis. c) No Pico das Agulhas Negras - Itatiaia. d) No Pico da Bandeira - ES. e) No Pico da Neblina - Serra do Imeri - R.

GABARITO 1º) LETRA c 2º) LETRA e 3º) LETRA e 4º) LETRA e 5º) Com a diminuição da pressão, a temperatura de ebulição da água fica menor que a temperatura fora do recipiente. 6º) RESPOSTA: B 7º) a) RESPOSTA: 20 MIN 7º) a) RESPOSTA: 60 MIN 8º) RESPOSTA: B 9º) RESPOSTA: E 10º) RESPOSTA: A 11º) LETRA e 12º) LETRA a 13º) LETRA c 14º) LETRA a 15º) LETRA a Boa((-_-))sorte

Comentários