Aula - farmacologia do sitema cardiovascular

Aula - farmacologia do sitema cardiovascular

(Parte 3 de 4)

Nitratos orgânicos de alto PM

•tetranitrato de eritritil

•tetranitrato de pentaeritritol •dinitrato de isossorbida

São sólidos

Classificação Quanto a Duração da Ação

1.Curta duração - nitroglicerina

-dinitrato de isossorbide

-nitrito de amila

-inalatória = 3 –5 min.

2. Prolongada -nitroglicerina ação sustentada

-nitroglicerina (oleosa) a 2%

-nitroglicerina de liberação lenta

-nitroglicerina de liberação lenta

-dinitrato de isossorbida

-mononitrato de isossorbida

-transdérmica 8 –10 h

ON sintetase

L- arginina

ON L- citrolina endotélio

É metabolizado liberando ON

guanilatociclase

GTP GMPc GMPc. PK mios ina ⊕

Miosina. P ⊕ actina cont ração

++++++++++++++hiperpolariza

Os nitratos e nitritos orgânicos com doses terapêuticas atuam mais nos vasos de capacitância do que nos vasos de resistência e com isso:

Efeitos cardiovasculares

1.Pouco altera a pressão arterial

2.Pouco altera a frequência cardíaca

Com doses maiores observamosCom doses maiores observamos

1.VD arterial que leva ↓PA

2.↑da atividade reflexa simpática 3.↑da FC

1.Nitroglicerina por via inalatória diminui a dor

2.Quando administrados por via intracoronariana não alivia a dor

3.Flebotomia alivia a dor 4.Dipiridamol potente VD não alivia a dor

1.A exposição frequentemente repetida leva a uma progressiva diminuição dos efeitos (tolerância) a que se atribui a uma diminuição da capacidade do músculo liso vascular converter o nitrato em ON

2.No início pensava-se na possibilidade de que a tolerância fosse decorrente da depleção dos grupos sulfidrílicos –hoje pensa-se na formação de superóxidos pelo endotélio 2O2 +2H = H2O2

Tolerânc ia:

formação de superóxidos pelo endotélio 2O2 +2H = H2O2

-doadores de radicais sulfidrílicos for a m de sapont ador es

-uso de antioxidantes diminuiu a tolerânc ia

Conduta Para Minimizar a Tolerância:

1.Os nitratos orgânicos sub-linguais devem ser ingeridos por ocasião do ataque de angina ou antes do exercício ou stress

2.Interromper a terapia por períodos de 8-12h

3.Pacientes com angina de esforço não usar os nitratos à noite

4.Pacientes com angina paroxística noturna utilizar os nitratos de forma 4.Pacientes com angina paroxística noturna utilizar os nitratos de forma contínua à noite

5.O problema do rebote durante os períodos sem o nitrato representa um problema particularmente incômodo

6.O rebote foi bem documentado com indivíduos que trabalham em fábricas de explosivos

7.Em pacientes dependentes de nitratos parece prudente não interromper o tratamento de modo abrupto

Reações Adversas com Nitratos

1.Cefaléia ( tende a diminuir com a continuidade do trata mento)

2.Hipotensão postural ( tonteiras –fraqueza) - particularmente se o paciente permanecer imóvel. Esse em geral são secundários a suas ações cardiovasculares particularmente se o paciente permanecer imóvel. Esse eefeito pode ser potencializado pela ingesta de álcool etílico.

3.Taquicardia reflexa (resultante da hipotensão)

(Parte 3 de 4)

Comentários