Apostila - Sistema Genital

Apostila - Sistema Genital

(Parte 1 de 4)

Arnaldo F. Silva LABORATÓRIO DE ANATOMIA

TERMINOLOGIA ANATÔMICA ATUALIZADA Revisada em: MAIO/2010

http://laboratoriodeanatomia.blogspot.com APOSTILAS, TUTORIAIS, TESTES, JOGOS, VÍDEOS, ETC.

"Ao manipular a peça anatômica cadavérica, parte de um cadáver desconhecido, lembre-se que este corpo nasceu do amor de duas almas, cresceu embalado pela fé e pela esperança daquela que em seu seio o agasalhou.

Sorriu e sonhou os mesmos sonhos das crianças e dos jovens. Por certo amou e foi amado, esperou e acalentou um amanhã feliz e sentiu saudades dos outros que partiram.

Agora jaz na fria bancada de estudo, sem que tivesse uma só prece. Seu nome, só Deus sabe.

Mas o destino inexorável deu-lhe o poder e a grandeza de servir à humanidade. A humanidade que por ele passou indiferente"

(Rokitansky, 1876) Adaptação feita por Arnaldo Fernandes.

sem que por ele se tivesse derramado uma lágrima sequer,

USAR CELULARES E/OU GRAVADORAS DE IMAGENS (crime federal) ALIMENTAR-SE ( Inclusive líquidos ) COLOCAR BOLSAS OU MOCHILAS SOBRE AS BANCADAS

BRINCAR OU FAZER PIADAS COM AS PEÇAS CADAVÉRICAS (crime federal) USAR CANETAS PARA APONTAR ESTRUTURAS

REMOVER PEÇAS ANATÔMICAS PARA FORA DO LABORATÓRIO (crime federal) arn4ldo@gmail.com(NORMAS DE BIOSEGURANÇA - não serão abertas exceções). http://laboratoriodeanatomia.blogspot.com

Os infratores serão punidos conforme o regimento disciplinar. GRÁVIDAS E CRIANÇAS NO LABORATÓRIO.

arn4ldo@gmail.com

O sistema genital feminino é o conjunto de órgãos responsáveis pela reprodução na mulher.

Esse sistema é composto por órgãos gametógenos (produtores de gametas) e órgãos gametóforos (por onde transitam os gametas), além de um órgão que proporciona o desenvolvimento de um novo ser vivo.

Órgãos Genitais Femininos Os órgãos genitais femininos são inicialmente divididos em:

Internos: ovários, tubas uterinas, útero e vagina;

Externos( Pudendo): monte do púbis, lábios maiores do pudendo, lábios menores do pudendo,

Posteriormente a esta divisão, os órgãos são classificados e distribuídos de acordo com suas

respectivas funções:

OVÁRIOS : órgãos responsáveis pela produção de gametas (óvulos) TUBAS UTERINAS : vias condutoras dos gametas

ÚTERO : órgão que abriga o novo ser vivo VAGINA : órgão de cópula,via do parto (normal)

GLÂNDULAS ANEXAS:Glândulas vestibulares maiores e proporcionando assim, aumento de seu volume.

ÓRGÃOS GENITAIS EXTERNOS: no conjunto também são chamados de PUDENDO FEMININO.

São: Monte do púbis,Lábios maiores do pudendo, Lábios menores do pudendo, Clitóris, Bulbo do vestíbulo e Glândulas vestibulares.

http://laboratoriodeanatomia.blogspot.com estruturas eréteis e glândulas vestibulares.

Glândulas vestibulares menores. As secreções dessas glândulas tornam as estruturas úmidas e propícias para a relação sexual;

CLITÓRIS e BULBO DO VESTÍBULO Apresentam formação por tecido especial (erétil) que se enche de sangue, arn4ldo@gmail.com

Os ovários localizam-se na cavidade pélvica entre a bexiga e o reto, na escavação retouterina.
Esses órgãos produzem os óvulos e também hormônios, que por sua vez controlam o

Ovários desenvolvimento dos caracteres sexuais secundários e atuam sobre o útero nos mecanismos de implantação do óvulo fecundado e início do desenvolvimento do embrião.

Os ovários fixam-se pelo mesovário à face posterior do ligamento largo do útero, porém, esses

órgãos não são revestidos pelo peritônio. Por estarem fixados à face posterior do ligamento largo do útero, os ovários acompanham o útero na gravidez.

São órgãos que, antes da primeira ovulação (expulsão do óvulo pela superfície do ovário),

apresentam-se lisos e rosados, mas após isso, tornam-se branco-acinzentados e rugosos; isso ocorre decorrente das cicatrizes deixadas pelas consecutivas ovulações. Os ovários também tendem a diminuir de tamanho na fase senil.

São as estruturas responsáveis pelo transporte dos óvulos do ovário para a cavidade do útero.

Tubas Uterinas Essas estruturas estão incluídas na borda superior do ligamento largo do útero, localizando-se entre a bexiga e o reto. É interessante salientar que as tubas uterinas, por estarem incluídas no ligamento largo do útero, acompanham o útero na gravidez.

Nas tubas uterinas há o óstio uterino da tuba, que é uma abertura na extremidade medial da tuba

que se comunica com a cavidade uterina e o óstio abdominal da tuba que é uma abertura na extremidade lateral da tuba que se comunica com a cavidade peritonial para captação do óvulo liberado pelo ovário.

As tubas uterinas são subdivididas em quatro partes:

Uterina: na parede do útero; Istmo: parte estreita sucessiva a parte uterina;

Ampola: parte pouco mais dilatada, onde geralmente ocorre a fecundação;

Infundíbulo: estrutura em forma de funil, onde há o óstio abdominal da tuba. Possui também as fímbrias (franjas irregulares) que auxiliam na captação do óvulo.

Útero

O útero é o órgão em que o embrião aloja-se e desenvolve-se até seu nascimento. Está localizado entre a bexiga urinária e o reto.

Esse órgão é envolvido pelo ligamento largo do útero, que é uma prega transversal formada pelo peritônio que, após recobrir a bexiga, reflete-se do assoalho e paredes laterais da pelve sobre o útero. O ligamento largo do útero divide a cavidade pélvica em:

Escavação vesicouterina: compartimento anterior disposto entre a bexiga e o reto; Escavação retouterina: compartimento posterior disposto entre o útero e o reto.

Como principais meios de fixação do útero há o ligamento largo do útero e o ligamento redondo

do útero. Vale destacar que o ligamento largo do útero, devido a sua disposição, acompanha o útero quando esse aumenta de volume no período gestacional.

http://laboratoriodeanatomia.blogspot.com arn4ldo@gmail.com

Nesse órgão, que apresenta a forma de pêra invertida, mas pode ter sua forma variada, assim como o tamanho, posição e a estrutura, é possível observar as seguintes subdivisões:

Fundo do útero: região acima dos óstios das tubas uterinas;

Corpo do útero: região que se comunica de cada lado com as tubas uterinas através dos óstios das tubas uterinas;

Istmo: região estreita e curta, inferior ao corpo do útero;

Colo do útero: região que faz projeção na vagina comunicando-se com ela através do óstio do útero.

O útero também apresenta três camadas;

: região que é preparada para a implantação do óvulo fecundado, sendo assim, sofre modificações com a fase do ciclo menstrual, uterino ou na gravidez;

: camada constituída por fibras musculares lisas; é também a camada mais espessa, sendo responsável pelas contrações (devido ao músculo liso);

: constituída pelo peritônio, envolvendo externamente o útero.

É importante destacar que, o endométrio, mensalmente, prepara-se para receber o óvulo fecundado, como dito anteriormente, dessa forma, ocorre aumento de seu volume com formação muitas redes capilares. Caso não ocorra a fecundação, essa camada do endométrio sofre descamação, com hemorragia; logo, a eliminação sanguínea ocorre pela vagina. Esse fenômeno recebe o nome de menstruação.

(Parte 1 de 4)

Comentários