Vias de Administração de medicação para Enfermagem

Vias de Administração de medicação para Enfermagem

Aprender e conhecer as Vias de Administração de Medicamentos

Conhecer os Cuidados Gerais na Administração de Medicamentos.

1. SÓLIDO

Pó-Princípio ativo apresentado sob a forma de pó, devendo ser diluído antes do uso.

Comprimido-O princípio ativo éo pó, que sofre compressão e moldagem.

Drágea-Apresenta uma capa de revestimento, visando uma liberação controlada da substância ativa. Não devem ser divididas .

Cápsula -O princípio ativo se encontra na forma de pó, óleo ou líquido, no interior de um revestimento digerível que pode ser gelatinoso ou amiláceo.

Supositório -Medicamento de uso externo, cujos componentes formam uma pasta completa, modelada na forma de fuso. O agente do medicamento é combinado com uma base de substância graxa, gelatina glicerinadaou manteiga de cacau.

2. L 2. LÍÍ QUIDO QUIDO

Solução-Medicamento dissolvido em solvente apropriado, com aparência homogênea.

Loção-Preparação aquosa contendo materiais em suspensão e de aplicação local.

Xarope-Preparação contendo grande quantidade de açúcar e substâncias aromáticas.

Elixir -Solução que contém álcool, açúcar e água.

3 . SEMI . SEMI--SÓ LIDO LIDO

Pomada-Substância semi-sólida que, quando aplicada àpele, possibilita o contato prolongado entre a pele e o medicamento.

Creme-Emulsão de óleo em água, de consistência se mi-líquida.

Pasta -Mistura de póe pomada. Gel

4. Gasoso 4. Gasoso

5. Spray 5. Spray

Cut âne a Cut âne a

Ocul ar Ocul ar

Via Respirat Via Respiratóó ria ria

Via Ent Via Entéé rica / Não Parenteral rica / Não Parenteral

Membrana de absorção–mucosado trato gastrointestinal.

Maior segurança,comodidade e economia.

Estabelecimento de esquemas terapêuticos fáceis de serem cumpridos pelo paciente.

Contra-indicação

Surgimento de reações adversas(naúsea,vômito e diarréia)pela irritação da mucosa.

Pacientes com dificuldade para engolir.

Incapacidade de cooperação do paciente. Jejum para procedimentos cirúrgicos ou exames

Membrana de absorção –mucosa oral.

Absorção rápida.

As formas farmacêuticas são geralmente comprimidos que devem ser dissolvidos inteiramente pela saliva não devem ser deglutidos.

Material.

Bandeja.

Copinho graduado, descartável/ seringa/ conta-gotas.

Medica mento prescrito.

Procedi mento:

Conferir a prescrição médica e medicação a ser ad ministrada.

Identificar o recipiente (7 certos).

Colocar o medicamento nos recipientes identificados. Levar a bandeja de medicação junto ao paciente.

Perguntar o nome do paciente,checar a identificação do pct;

Oferecer o remédio na boca ou na mão do paciente. Oferecer-lhe água ou suco. Fazer assepsia da bandeja e guardá-la. Checar na prescrição médica.

Via Entérica RETAL

Via Vaginal Via Vaginal

Biselou Chamfradura Haste

Eixo

Via Parenteral Via Parenteral

25 x 8 e 30 x 8Intramuscular

Endovenosa Soluções aquosas e oleosas

Intra muscular

Endovenosa Soluções aquosas

Endovenosa

(Usada para retirar medicamento de frasco / a mpola)

Soluções aquosas e oleosas

13 x 3,8Subcutânea / IntradérmicaInsulinas / Vacinas

13 x 4,0 Subcutânea /Intradér mica Insulinas/ Vacinas

13 x 4,5Subcutânea / IntradérmicaInsulinas/Vacinas

20 x 5,5 Subcutânea Vacinas Soluções Aquosas

20 x 6,0 Subcutânea Vacinas Soluções Aquosas

A agulha retrai para dentro da seringa –elimina a exposição a agulha após a ativação

Agulha

Área de refluxo

Tampa protetora

Adaptador Cateter

Microgotas Macrogotas

A mpola

Faça desinfecção do gargalo da ampola, com bastante vigor, utilizando algodão umedecido em álcool a 70%;

Envolva o gargalo com gaze ou algodão, e quebre a ampola, tomando cuidados para não se machucar com vidro;

Pegue a seringa da embalagem, retire o protetor da agulha e deixe-o sobre a embalagem;

Faça a aspiração do medicamento que estáno interior da ampola.

Frasco-a mpola

Retire a primeira tampa do frasco-ampola, que pode ser de plástico ou metal;

Faça desinfecção da tampa protetora do frasco-ampola (que éde borracha), com bastante vigor, utilizando algodão umedecido em álcool a 70%;

Para a diluição do póliofilizado contido no frasco ampola, utilize o diluente que acompanha o medicamento, AD ou a solução indicada para essa finalidade (ex: SF);

Aspire o diluente da ampola;

Injete o diluente, posicionando a agulha próxima àparede interna do frasco, evitando, assim, a formação de espuma;

Frasco-a mpola Solte o êmbolo da seringa evitando, assim, a formação de vácuo;

Retire o conjunto agulha/seringa, e proteja a agulha com o invólucro plástico;

Homogeneízea solução (pó+ diluente), fazendo movimentos de vai-vem do frasco-ampola, com as mãos;

Aspire o medicamento diluído, de acordo com a dosagem prescrita.

Introduzir o solvente no frasco Ho mogeneizar

Aspirar a medicação Aspirar a medicação

Via Parenteral Via Parenteral

Manter técnica asséptica durante todo o procedimento se houver dúvida quanto possível contaminação considere-o contaminado.

Trocar a agulha após a aspiração da solução.

Observar a condição do músculo para aplicação.

Utilizar agulha de comprimento suficiente para atingir o músculo escolhido e de adequado calibre.

Espessura da tela subcutânea Soluções AquosasSoluções Oleosas

ADULTO: magro nor mal obeso

CRIANÇA: magra nor mal obesa

Comentários