Plantas Medicinais GEFIB

Plantas Medicinais GEFIB

Josimar Rodrigues Oliveira

Bambuí, 2010 Campus Bambuí

C ONCEIT OS I MPORTANTES Campus Bambuí

PLANTAS X MEDICAMENTOS Campus Bambuí

Substâncias que a planta sintetiza e armazena durante seu crescimento;

Substâncias inertes;

Metabolis mo pri mário; Metabolis mo secundário;

Campus Bambuí

PRINCÍPIOS ATIVOS 1 -ALCALÓIDES

Compostos nitrogenados complexos;

Amargos e perigosos;

Exemplos: Morfina (Papoula), Cafeína (Café) e Alantoína(Confrei).

Campus Bambuí

2 -TANINOS

Ação adstringente, anti-séptica e antidiarréica;

Coagula as albuminas das mucosas e dos tecidos;

São hidrossolúveis e coram de castanho avermelhado orgãos;

Em excesso provocam irritação gástrica; Ex: Barbatimão, Goiabeira e Romã.

Campus Bambuí

3 –ÓLEOS ESSENCIAIS

Extremamente voláteis, insolúveis;

Odor intenso difundido através da epiderme das folhas e das flores;

Ação anti-séptica, diuréticas, expectorantes, antiespas módicas e anti-infla matórias;

Ex: Pineno(Rosmarinus); Eucaliptol

(Eucalipto), Citronelal(Citronela) e Citral (Capi m-li mão).

Campus Bambuí

4 –PRINCÍPIOS AMARGOS

Estimulam intensamente a secreção dos sucos gástricos;

Ação tônica, estimulando apetite por excitarem as glândulas gustativas;

Ação sobre o fígado;

Podem agir como um laxante suave; Ex: Dente-de-leãoe Chicória.

Campus Bambuí

5 -BIOFLAVONÓIDES

Do grego “flavus”= amarelo;

Ação sobre o coração, vasos sanguíneos, fígado, sistema imunológico, tecido conjuntivo, glândulas supra renais, rins, musculatura e sistema nervoso;

Ex: Camomila, Calêndulae Cavalinha.

Campus Bambuí

6 -MUCILAGENS

Substâncias macromoleculares que incham em contato com água;

Nem toda mucilagem tem efeito terapêutico;

Reduz inflamações das mucosas, das vias respiratórias e o peristaltismo intestinal;

Atenua dores de contusões e amacia pele; Ex: Malva, Transagem, Linhaça e Babosa.

Campus Bambuí

7 -SAPONINAS

Forma espuma abundante quando agitadas com água;

Promovem a hemólise dos glóbulos vermelhos liberando a hemoglobina;

Aumentam secreções das mucosas, são expectorantes, relaxantes intestinais, diuréticos e desinfetantes das vias urinárias;

Ex: Ginseng, Alcaçuz e Verbasco.

Campus Bambuí

8 -HETEROSÍDEOS

São compostos orgânicos solúveis em álcool que se desdobram em uma parte açucarada e outra não;

Glicona: parte açucarada atua na intensidade da ação;

Genina: determina ação do heterosídeo;

Ex: Aloína(Babosa), Cumarinas(Calêndulas), Rutina(Arruda) e Sambicina(Sabugueiro).

Campus Bambuí

9 –ÁCIDOS ORGÂNICOS

Muito utilizadas na fitocosmética;

São essenciais para o tecido conjuntivo, pele, cabelo e unhas;

Propriedades e ação refrescante e laxativa;

Os principais ácidos são o fórmico (Urtiga), cítrico (Citros), Tartárico(Uva, Tamarindo), Málico(Maçã) e oxálico (Tomate).

Campus Bambuí

FORMAS DE PREPARO Campus Bambuí

Campus Bambuí

Campus Bambuí

Campus Bambuí

Campus Bambuí

Campus Bambuí

Campus Bambuí

Campus Bambuí

Campus Bambuí

Campus Bambuí

Campus Bambuí

Campus Bambuí

Campus Bambuí

Campus Bambuí

Campus Bambuí

Hárelatos na literatura, além de crendices populares que levaram a criação de uma TABELA LUNAR.

Seiva das plantas se concentra nas folhas, frutos e flores, não é indicado para nenhuma atividade, sópara banhos aro máticos.

Campus Bambuí

Colheita e semeadura de plantas medicinais. Época de colher bambu nos meses que não tem “R”.

Campus Bambuí

Indicada para podas, plantar, colher e transplantar as ervas medicinais.

Campus Bambuí

Semeadura de plantas que terão parte acima do solo utilizadas.

Época de preparar o solo e colher folhas.

Campus Bambuí

• No me científico: Ricinus co m munis L.

•Nome popular: Mamona, Carrapateira, Rícinio.

•Parte utilizada: Folhas, sementes.

•Indicações: Dores reumáticas nos pés, pernas e inflamações localizadas. Ver mífugo (se mentes)

•Posologia: Compressas simples ou misturada com óleo vegetal. Óleo das se mentes.

Campus Bambuí

•Nome científico: AmaranthusviridisL.

•Nome popular: Caruru, Bredo, Caruruverde.

•Parte utilizada: Planta completa.

•Indicações: Diminui inflamações e formação de muco. Diurética e laxante (folhas).

•Posologia: Uso externo e alimentação

Campus Bambuí

• No me científico: Schinus molle L.

•Nome popular: Aroeira-salsa; bálsa mo, pi menteira.

•Parte utilizada: planta toda.

•Indicações: Diurética, purgativa, estomáquica, problemas menstruais, tônica e vulnerária(curar feridas).

•Posologia: óleo, decoctode folhas.

Campus Bambuí

• No me científico: Daucus carota L. •Nome popular: Cenoura

•Parte utilizada: Planta toda.

•Indicações: Diurético, remineralizante, hipoglicemiante, cistite, cálculo renal, gota, edema, ingestão flatulenta, anti-séptica, vermífuga e tônica.

•Posologia: in natura, suco da raiz, decocção e cataplas ma.

Campus Bambuí

•Nome científico: Foeniculumvulgare Mill.

•Nome popular: Funcho, erva doce, fiolho.

•Parte utilizada: Folhas e frutos.

•Indicações: problemas digestivos, gases, cólicas e estimula lactação.

•Posologia: Chá.

Campus Bambuí

• No me científico: Petroselinu m crispu m (Mill.) Fuss

•Nome popular: Salsinha, salsa, cheiro verde.

•Parte utilizada: Folhas

•Indicações: Diurética, emenagoga, sedativa, emoliente, antiparasitária, atua contra bronquite, feridas, úlceras, outros.

•Posologia: Chá, macerado, cataplasma.

Campus Bambuí

• No me científico: Alla manda cathartica L.

•Nome popular: Alamandaamarela, quatro patacas.

•Parte utilizada: Planta toda ou látex.

•Indicações: laxante (folhas), elimina sarna e piolhos (látex).

•Posologia: Chá, dectoto, infusão.

Campus Bambuí

• No me científico: Catharanthusroseaus (L.) G. Don

•Nome popular: Boa Noite, flor de todo ano, vinca.

•Parte utilizada: Todas as partes, exceto raíz(tóxicas).

•Indicações: Diurética, hipoglicemiante, sudorífera, febrífuga.

•Posologia: Infusão, chá.

Campus Bambuí

•Nome científico:Aloevera(L.) Burm. f.

•Nome popular: Babosa, caraguatá, aloé, erva-de-azebre.

•Parte utilizada: Folhas

•Indicações: Laxativa, purgante, estomático, emenagogo(menstruação), queimadas, feridas, inflamações oculares e queda de cabelo.

•Posologia: Suco, pomadas, gel ou in natura.

Campus Bambuí

• No me científico: Arte misia absinthiu m L.

•Nome popular: Losna, artemísia, ervado-fel, absinto.

•Parte utilizada: Folhas e partes florais.

•Indicações: Vermífuga, ausência de menstruação, anemia, tônoco, digestivo, gastrite, falta de apetite, enjôo e antiséptico

•Posologia: Chá, decoctoe compressa.

Campus Bambuí

•Nome científico:Bidenspilosa L.

•Nome popular: Picão-preto, carrapicho-de-agulha, cua mbu.

•Parte utilizada: planta toda

•Indicações: dor, inflamação, diabetes, disenteria, aftosa, hepatite laringite, ver minose

•Posologia: Chá.

Campus Bambuí

•Nome científico:Emilia fosbergii Nicolson

•Nome popular: Serralha, bela-emília, pincel-de-estudante.

•Parte utilizada: Folhas

•Indicações: febrífuga, antiasmática, inflamação nos olhos, resfriado,dor no corpo, faringite e amigdalite, feridas.

•Posologia: Chá, compressa.

Campus Bambuí

• No me científico: Leonurus sibiricus L.

•Nome popular: Rubim, erva-macaé, marroio, mané-turé, pasto-de-abelha.

•Parte utilizada: planta toda

•Indicações: gastralgia, dispepsia

(dificuldade em ingerir), malária, bronquite, tosse, sangramento pós parto e problemas renais.

•Posologia: Chá

Campus Bambuí

• No me científico: Vernonia polyanthes Less.

•Nome popular: Assa-peixe, chamarrita, ca mbará-guaçu.

•Parte utilizada: folhas, raízes.

•Indicações: diurético, inflamação com pús, anti-reumática, cálculos renais, tosses, dores musculares.

•Posologia: Chá, infusão, decocçãoe co mpressa

Campus Bambuí

•Nome científico: Plectranthus barbatus Andrews.

•Nome popular: Boldo, malva-santa, falso-boldo, sete-dores.

•Parte utilizada: folhas

•Indicações: problema de digestão, males do fígado, gastrite.

•Posologia: Chá, infusão.

Campus Bambuí

• No me científico: Bixa orellana L.

•Nome popular: Urucum, açafrão, colorau, uru-uva

•Parte utilizada: sementes

•Indicações: estomáquica, tonificante do aparelho gastrointestinal, antidiarréica, antifebril, palpitações do coração, asma, coqueluche e gripe.

•Posologia: Chá, decocção, macerado, xarope

Campus Bambuí

•Nome científico:Brassicarapa L.

•Nome popular: mostarda, colza, falso nabo, ruibarbo.

•Parte utilizada: sementes,

•Indicações: revulsivo (derivação de inflamação), dores nas costas, paralisias e problemas de circulação no coração e pul mão.

•Posologia: cataplasma, banho, pastilhas.

Campus Bambuí

• No me científico: Punica granatu m L.

•Nome popular: Romã, granada, milagreira.

•Parte utilizada: frutos, casca, caule, raiz

•Indicações: inflamações na boca e garganta (pericarpo) e catarata (arilo), vermes (caule e raiz), diarréia crônica, gengivite, disenteria amebiana e afecções vaginais.

•Posologia: in natura, sucos, decocção, infusão, banhos, compressas.

Campus Bambuí

Comentários