Introdução à Programação de Autómatos Industriais em Linguagem FBD

Introdução à Programação de Autómatos Industriais em Linguagem FBD

(Parte 1 de 2)

Introdução à Programação de

Autómatos Industriais em Linguagem FBD

( incluí esquemas de ligação utilizando o LOGO! 230 RC)

António Henriques

Advertência

Este documento tem finalidade didáctica, pelo que, a instalação e aplicação a casos reais deve ter em conta as especificidades dos equipamentos/sistemas a instalar, nomeadamente no que respeita às protecções eléctricas. A consulta dos manuais dos fabricantes, poderá ser esclarecedora e permitirá um aprofundamento do tema.

Introdução

A IEC 1131-3 é uma norma internacional que tem como objectivo padronizar as linguagens de programação de Controladores Lógicos Programáveis na área de automação industrial. Foi desenvolvida para dar resposta a pressões da indústria para uma maior compatibilidade entre os PLCs e a sua programação.

A norma define cinco linguagens, sendo duas gráficas, Ladder Diagram (LD) e Function Block Diagram (FBD), duas textuais, Instruction List (IL) e Structured Text (ST), e uma quinta , Sequential Function Chart (SFC - “GRAFCET”) muito utilizada em programação sequencial de eventos através da definição de etapas e condições de transição entre elas.

Linguagem FBD

A linguagem FBD, Function Block Diagram, é uma linguagem gráfica que permite descrever um processo através de um conjunto de blocos interligados de forma semelhante a um circuito electrónico.

A norma IEC1131-3 inclui uma variedade de blocos de funções padrão para diferentes operações: lógicas, temporização, contagem, etc.

LOGO!Soft Comfort

“LOGO!Soft Comfort” é uma aplicação que permite a programação dos Módulos Lógicos (Relés) Programáveis “LOGO!” fabricados pela Siemens, que utiliza a linguagem FBD.

O método para a programação passa pela escrita das equações lógicas associadas às saídas, isto é, determinar em que condições as saídas estão activas ou não. Podemos partir de um esquema eléctrico e/ou da descrição do funcionamento do processo a automatizar.

A interface da aplicação LOGO!Soft Comfort pode apresentar-se conforme mostra a figura.

Podemos distinguir três áreas diferentes: área da biblioteca de blocos, área de programação e área de informação, para além de duas barras de ferramentas/comandos.

As eventuais dificuldades no uso deste software são facilmente ultrapassadas através da consulta à ajuda (help) do programa, já que a mesma está escrita de forma bastante clara e objectiva.

Biblioteca de Blocos Área de programação

Mostrar/esconder biblioteca dos blocos Apontador do rato

Linhas de ligação entre as saídas e entradas nos blocos

Mostrar/esconder grupo de blocos de funções lógicas básicas Mostrar/esconder grupo de blocos de funções especiais

Mostrar/esconder grupo de blocos de constantes e bornes de entrada e saída

Caixa de texto Interrupção da ligação entre blocos com colocação de etiquetas (destino e origem)

Simulação Teste online (LOGO! ligado ao PC)

BibliotecadeBLOCOS ÁreadePROGRAMAÇÃO

Exemplo de programa editado.

N o v o A b r i r

F e ch a r

G r a v a r

I m p r i m i r

C o r t a r C o p i a r

C o l a r

E l i m i n a r

D e sf a z e r R e f a z e r

Alinhar global Alinhar co l u n a s Alinhar linhas

Alterar funci o n a mento do L

T r a n sf erir progra ma para o L

T r a n sf erir progra ma para o P

S e l e cci onar linhas de ligaçã o entre bloco m p l i a r R e d u z i r

O r g a n i z a çã o das p á g i n a s

C o m u t a çã o para diagra ma (progra ma) L

A j u d a

Exemplos de programação

1 - Programa para arranque e paragem de motor eléctrico.

Se levarmos em conta o esquema de comando de arranque directo de um motor eléctrico com botão de marcha e paragem, podemos estabelecer a equação da saída considerando as seguintes variáveis:

Entrada: S1 (paragem)

S2 (marcha) Saída: KM1 (contactor motor)

Ficando o programa, conforme a figura abaixo:

Antes de fazermos a simulação, devemos parametrizar o tipo de entrada associada a cada botão.

(Parte 1 de 2)

Comentários