A Teoria do Aquecimento

A Teoria do Aquecimento

(Parte 1 de 3)

Prof. Eduardo Pereira

Conceito e importância do aquecimento

Pode ser entendido como a parte preparatória e introdutória de uma atividade motora de esforço considerável e ou como fase inicial de qualquer tipo de sessão de caráter físico-esportiva (PLATONOV, 1993).

É o conjunto de atividades e ou exercícios, primeiro de caráter geral e depois de caráter específico, que se realiza antes de começar qualquer atividade física em que a exigência de esforço seja superior à habitual, com o objetivo de preparar o organismo para que possa alcançar o máximo rendimento (GENERELO, 1992).

Conceito e importância do aquecimento

Numa concepção mais ampla, podemos dizer que entendemos por aquecimento o conjunto de atividades físicas e psicológicas realizadas antes da prática principal com um destacado caráter preparatório e profilático, que estão estruturadas de forma sistemática e que têm por finalidade adaptar o organismo para uma atividade posterior, mas que nem sempre envolve o máximo rendimento e a alta performance.

Bases biofisiológicas do aquecimento

Aumento da temperatura corporal (38 a 39° C). Aumento da FC, FR e PS.

Aumento do volume sangüíneo.

Aumento da atividade enzimática.

Aumento do metabolismo muscular.

Melhora dos processos neuromusculares.

Diminuição do tempo de reação.

Aumento a FC FR PS

Aumenta o

Volume Sangüíneo

Diminui do Tempo de Reação

Melhora os Processos

Neuromusculares

Aumenta o

Metabolismo Muscular

Aumenta a Atividade Enzimática

Aumenta a Temperatura Corporal

Aquecimento

Bases psicológicas do aquecimento

Fase prévia:

Determinação de objetivos, planos e rotinas.

Fase de desenvolvimento: Regulação da atenção

Fase de otimização: Regulação da ativação.

Métodos de aquecimento

A classificação dos métodos de

aquecimento existentes pode ser feita

com base na funcionalidade de cada

atividade motora ou na estruturação dentro da globalidade do aquecimento.

Classificação funcional dos métodos de aquecimento

Aquecimento dinâmico geral: exercícios que implicam uma ativação vascular, metabólica e muscular.

Aquecimento específico: exercícios específicos da atividade a ser realizada. É realizado com base na habilidade motora. Aquecimento dos músculos diretamente envolvidos na atividade (WEINECK, 1988).

Aquecimento ativo: exercícios que envolvam os grandes grupos musculares, que serão usados na prática principal, para que as capacidades funcionais do organismo sejam conduzidas a um nível de adaptação superior.

Aquecimento estático: compõe-se basicamente de todos os exercícios de alongamento estático com o objetivo de ativar os grupos musculares (fibras tipo I) e as articulações envolvidas na tarefa principal.

Aquecimento passivo: inclui massagens e a aplicação local de calor. É importante compreender que a irrigação conseguida não pode substituir o aquecimento ativo, razão pela qual só pode ser concebida como complemento (WEINECK,1988; GROSSER,1992).

Aquecimento mental: o praticante representa mentalmente o movimento que deve ser realizado. Pode ser aplicada ao desenvolvimento de movimentos simples ou quase completamente automatizados e exige uma formação prévia sobre a análise do movimento (visualização).

Aquecimento misto ou combinado: é a mistura dos diferentes tipos de aquecimentos descritos. Sua aplicação depende das características dos praticantes, das condições em que realiza a atividade, bem como das características físicas específicas de cada atividade.

Aquecimento específico e ativo Skipping alto

Aquecimento específico e ativo Passadas saltadas

Estruturação do processo de aquecimento

Tradicionalmente o aquecimento é classificado em duas maneiras distintas: são elas o aquecimento geral e o aquecimento específico (POWELL, 1987; PLATONOV, 1993).

Há ainda classificações mais claras dentro das diferentes partes (GROSSER, 1992).

1. Aquecimento geral:

a) Estimulação vascular b) Mecanismos músculo-articulares 2. Aquecimento específico.

A estrutura tradicional do aquecimento fundamenta-se exclusivamente nas atividades esportivas.

(Parte 1 de 3)

Comentários