fluidos

fluidos

(Parte 2 de 2)

Não uniforme: o vetor velocidade varia de um local para outro emum instante qualquer,

∂ tTtP t u ρ

Equação da Continuidade

Fluido Ideal

Inco mpressível

Sem atritoSimplificação para a análise matemática Sem viscosidade Sem resistência

Fluido real -Compressível; viscoso

O número de REYNOLDS:Re –éa relação entre forças de inércia e forças viscosas. Este número diferencia os regimes de escoamento laminar e turbulento onde ν-viscosidade cinemática (m2 /s); V –velocidade média

Equação da Continuidade

LINHA DE CORRENTE:éuma linha contínua, traçada no fluido, tangente em todos os pontos aos vetores da velocidade. *Não háescoamento através de uma linha de corrente;

* No escoamento permanente, a trajetória de uma partícula éuma linha de corrente que passam por uma pequena curva fechada.

TUBO DE CORRENTE: tubo formado por todas as linhas de corrente que passam por uma pequena curva fechada.

SISTEMA:uma massa definida de matéria distinta de todo o restante da mes ma.

VOLUME DE CONTROLE:refere-se a uma região do espaço cuja fronteira éa superfície de controle.

VAZÃO – Em volume volume do fluido que atravessa uma seção de escoamento Em massa quantidade de massa fluida que atravessa uma seção

(Parte 2 de 2)

Comentários