Sequenciamento

Sequenciamento

GESTÃO DA PRODUÇÃO

  • Sequenciamento e emissão de ordens

  • As necessidades de fabricação e montagem normalmente precisam passar por um sistema produtivo com limitações de capacidade. A adequação do programa gerado aos recursos é função do sequenciamento.

  • Recursos- bens, posses, máquinas, homens, instalações.

Sequenciamento e Emissão de Ordens

  • ORDENS

  • Uma vez estabelecidas todas as informações necessárias à execução do programa de produção, ou seja, a definição para cada ordem da especificação do item, o tamanho do lote, a data de início e conclusão das atividades e a sequência e o local onde as mesmas serão executadas, a programação da produção pode partir para a emissão e liberação do programa de produção.

  • Emitido e liberado, este programa de produção passará para a etapa do acompanhamento da produção, última fase dentro das funções do PCP.

Sistema produtivo

  • Sistema produtivo

  • Estas atividades de programação da produção apresentam-se de forma diferenciada, dependendo de como o sistema produtivo será projetado, exemplo:

  • Puxar a produção- normalmente implementados com o kanban, as atividades da PP são deixadas a cargo dos próprios funcionários.

  • Empurrar a produção- há necessidade de definir a cada PP sua sequência, baseada em critérios predeterminados, e emitir ordens autorizando a compra, fabricação e montagem dos itens.

Os processos contínuos de produção são empregados para produtos que não podem ser identificados individualmente, com alta uniformidade na produção e demanda,onde os produtos e os processos produtivos são totalmente dependentes.

  • Os processos contínuos de produção são empregados para produtos que não podem ser identificados individualmente, com alta uniformidade na produção e demanda,onde os produtos e os processos produtivos são totalmente dependentes.

  • Desta forma fica economicamente viável estruturar um sistema produtivo em grande escala,direcionado para o tipo de produto que se pretende produzir.

  • Isto permite a automatização dentro de um sistema produtivo, como por exemplo uma refinaria de petróleo.

Como os processos contínuos se propõem à produção de poucos itens,normalmente por uma instalação, não existem problemas quanto à ordem de execução das atividades.

  • Como os processos contínuos se propõem à produção de poucos itens,normalmente por uma instalação, não existem problemas quanto à ordem de execução das atividades.

  • Os problemas de programação resumem-se à definição da velocidade que será dada ao sistema produtivo para atender determinada demanda estabelecida no PMP*.

  • Caso mais de um produto seja produzido na mesma instalação, procura-se atender o PMP* com lotes únicos.

  • Em processos contínuos, a preocupação maior no atendimento de uma PP concentra-se no fluxo de chegadas de matérias-primas e na manutenção das instalações produtivas.

À semelhança dos processos contínuos, são empregados na produção de grande escala de produtos altamente padronizados, porém identificáveis individualmente, como exemplo, automóveis e eletrodomésticos.

  • À semelhança dos processos contínuos, são empregados na produção de grande escala de produtos altamente padronizados, porém identificáveis individualmente, como exemplo, automóveis e eletrodomésticos.

  • Exigência de produtos grandes e estáveis, com poucas alterações de curto prazo no seus projetos, permitindo a montagem de instalações altamente especializadas e pouco flexíveis, que serão amortizadas só com longos períodos de produção.

  • Máxima padronização dos itens componentes, sendo os produtos diferenciados apenas na composição da montagem final, garantindo uma alta produção e custos baixos.

O PP neste processo, consiste em buscar um ritmo equilibrado nos postos de trabalho, principalmente nas linhas de montagem, conhecido como “balanceamento” de linha,de forma a atender economicamente uma demanda.

  • O PP neste processo, consiste em buscar um ritmo equilibrado nos postos de trabalho, principalmente nas linhas de montagem, conhecido como “balanceamento” de linha,de forma a atender economicamente uma demanda.

  • O “balanceamento” de linha busca definir conjuntos de atividades que serão executados por homens e máquinas de forma a garantir um processamento igual entre os postos de trabalho.

  • Assim sendo, tira-se o máximo de produtividade e sincronismo dos recursos investidos no processo produtivo.

Caracterizam-se pela produção de um volume médio de itens padronizados em lotes, onde cada lote segue uma série de operações que necessita ser programada à medida que as operações anteriores sejam concluídas.

  • Caracterizam-se pela produção de um volume médio de itens padronizados em lotes, onde cada lote segue uma série de operações que necessita ser programada à medida que as operações anteriores sejam concluídas.

  • São relativamente flexíveis, empregando equipamentos menos especializados, que permitem, em conjunto com funcionários polivalentes, atender a diferentes volumes e variedades de pedido de clientes.

  • Neste processo, quanto maior o volume de produção,e a repetição na programação dos lotes, a decisão quanto a que recurso prioritariamente usar é estabelecida na etapa de projeto do sistema produtivo.

Os processos por projeto buscam atender a demanda específica de um determinado cliente, que muito provavelmente não se repetirá nos próximos pedidos.

  • Os processos por projeto buscam atender a demanda específica de um determinado cliente, que muito provavelmente não se repetirá nos próximos pedidos.

  • Desta forma, os recursos produtivos são temporariamente alocados a este produto, e uma vez concluído, passam para a próxima tarefa, que pode ter características diferentes.

  • Sendo assim, os produtos são projetados em estreita ligação com as necessidades dos clientes, dificultando a padronização das operações e das instalações dos equipamentos.

Geralmente o projeto a ser executado exige a criação de uma estrutura própria de PCP que, ao final do mesmo, se desloca para o próximo projeto.

  • Geralmente o projeto a ser executado exige a criação de uma estrutura própria de PCP que, ao final do mesmo, se desloca para o próximo projeto.

  • A questão a ser resolvida pelo PCP, está ligada a alocação dos recursos disponíveis no sentido de garantir a data de conclusão do projeto.

  • Desta forma, o PCP de processos por projetos busca sequenciar as diferentes atividades do projeto, de forma que cada uma delas tenha seu início e conclusão encadeados com as demais atividades que ocorrerão em sequência.

Visão gráfica das atividades do projeto;

  • Visão gráfica das atividades do projeto;

  • Estimativa do tempo que será consumido;

  • Visão de quais atividades são críticas para o atendimento do prazo de conclusão.

  • Quanto tempo de folga dispomos nas atividades não críticas, a fim de reduzir a aplicação de recursos e diminuir custos.

Última etapa do PCP, antes do início da produção, consiste na liberação das ordens de fabricação, montagem e compras, que permitirão aos setores executarem suas atividades.

  • Última etapa do PCP, antes do início da produção, consiste na liberação das ordens de fabricação, montagem e compras, que permitirão aos setores executarem suas atividades.

  • Uma vez formalizada a documentação de ordens e encaminhadas aos seus executores, elas entram na esfera da operação no sistema produtivo.

  • A verificação da disponibilidade destes itens é feita com auxílio de controle de estoques e ferramentas, momento em que se procede a reserva de itens e emitem-se requisições de materiais e ferramentas.

Comentários