(Parte 4 de 5)

IscB A

Iccabsolute discrimination IccBIrB

Icc partial discrimination

IccBIrB Ic B only openA and B opens

Fig.18 - Seletividade parcial e absoluta

Na discriminação parcial haverá seletividade para as faltas a partir de uma certa distância de B (a corrente será limitada pela impedância do circuito, ficando abaixo do ajuste inferior de A). Para as faltas próximas a B poderão abrir os dois disjuntores. Como a maioria das faltas estatisticamente ocorrem ao longo dos condutores, para a maioria dos defeitos haverá discriminação e portanto seletividade.

Irm AIr AIr BBA Icc B

Isc downstream of B

Fig. 19 - Seletiviade absoluta entre disjuntores A eB. 5.1.2Baseada em degraus de tempo

Este método é implementado pelo ajuste das unidades de disparo retardado de modo que os relés a jusante tenham tempos de operação mais curtos progressivamente em relação àqueles em direção à fonte. Nos arranjos em dois níveis mostrados na figura o disjuntor A é retardado suficientemente para assegurar uma discriminação absoluta com B (por exemplo: Masterpact eletrônico).

It Isc B

Fig.20 - Seletividade por degraus de tempo.

5.1.3Baseada em uma combinação dos dois métodos anteriores.

Se for adicionado um retardo de tempo mecânico a um esquema de discriminação por correntes, a discriminação será melhorada, reduzindo ou eliminando a zona em que os dois disjuntores poderiam atuar simultaneamente.

A seletividade será absoluta se Isc < Irm A (valores instantâneos). O disjuntor a montante tem dois limiares de disparo magnético rápido:

tipo SD (retardo curto)

n Irm A (retardado) ou um temporizador eletrônico n Irm A (instantâneo) normal (Compact tipo SA)

It Isc B

5.1.4Seletiviade baseada nos níveis de energia do arco (patente MG)

Para a faixa de correntes de curto circuito este sistema proporciona uma discriminação absoluta entre dois disjuntores atravessados pela mesma corrente. Isto é conseguido usando disjuntores limitadores de corrente e iniciando o disparo por sensores de pressão instalados nas câmaras de arco dos disjuntores. A pressão do ar aquecido depende da energia do arco, como será descrito mais adiante.

IscIrm AIrm B conventional instantaneous magnetic-trip characteristic pressure operated magnetic-trip characteristic

Serão examinados a seguir, mais detalhadamente os diferentes tipos de seletividade.

A seletividade por nível de corrente é conseguida com ajustes em degraus dos elementos de disparo magnético.

A seletividade por nível de corrente é obtida com disjuntores, de preferência limitadores, e elementos instantâneos de disparo magnético ajustáveis em degraus.

A discriminação pode ser parcial ou absoluta para uma falta a jusante de B.

A discriminação absoluta nesta situação é praticamente impossível porque Isc A ≅ Isc B, e deste modo ambos os disjuntores geralmente irão disparar ao mesmo tempo.

It Irm AIr AIr B

A and B open

IscA

B only opens

Isc B

Neste caso a seletividade é parcial e limitada à Irm do disjuntor a montante.

Pode ser conseguida uma melhoria no disparo discriminativo usando um limitador de corrente em um ponto a jusante, por ex., para o disjuntor B.

Para uma falta a jusante de B, o nível da corrente de pico limitada irá operar (se devidamente ajustado) a unidade de disparo magnético de B, mas será insuficiente para causar o disparo do disjuntor A.

I peak Isc prospective (rms) current limitation curve for circuit breaker (see note)

Isc fault upstream of B fault downstream of B

Nota:Todos os disjuntores de BT (considerados aqui) têm algum grau inerente de limitação de corrente, mesmo aqueles não classificados como limitadores de corrente. Isto justifica a característica "deformada" para o disjuntor padrão A na figura anterior.

São necessários cálculos cuidadosos e ensaios, portanto, para assegurar um comportamento satisfatório deste arranjo.

Estes disjuntores estão com unidades de disparo que incluem um retardo mecânico de tempo curto ajustável. O retardo é suficiente para assegurar discriminação absoluta com qualquer disjuntor rápido em qualquer valor da corrente de corrente até IrmS.

It Irm A delayed

A (compact S)

Irm S instantaneous only B opensA and B open

Exemplo: Disjuntor A: Compact NS250 N contendo uma unidade de disparo que inclui um SD. Ir=250 A, disparo magnético ajustado em 2.0 A; disjuntor B: Compact NS 100N, Ir = 100A. O catálogo MG indica uma discriminação de 3.000A.

7.Seletividade por Retardo de Tempo

A seletividade baseada em disparadores com retardo de tempo usa disjuntores referidos como "seletivos" (em alguns países). A aplicação destes disjuntores é relativamente simples e consiste em retardar o instante de disparo dos vários disjuntores ligados em série em uma seqüência de tempo em degraus.

Esta técnica requer:

do disjuntor;
adequadas nos níveis elevados de corrente e para
os retardos de tempo previstos.

n A introdução de "timers" no mecanismo de disparo n Disjuntores com capacidades térmica e mecânica

Dois disjuntores A e B em série (i.e., sendo atravessados pela mesma corrente) são discriminativos se o período de interrupção do disjuntor B a jusante for menor que o tempo de não disparo do disjuntor A.

Seletividade em vários níveis

Um exemplo de um esquema prático com disjuntores (MG) tipo Masterpact (com dispositivos eletrônicos de proteção).

Estes disjuntores podem ser equipados com temporizadores ajustáveis, o que permite seleção em quatro degraus tais como:

(Parte 4 de 5)

Comentários