Profissional de sucesso

Profissional de sucesso

PROFISSIONAL DE SUCESSO

Anderson do Nascimento1

Carlos Eduardo Pieper2

Michel Felipe de Souza3

Prof. Paulo César dos Santos

Sociedade Educacional do Vale do Itajaí - Mirim – ASSEVIM

Faculdade do Vale do Itajaí - Mirim – FAVIM

Sociologia

01/10/2010

RESUMO

A Logística é uma parte fundamental dentro da administração de cada empresa, seja ela de pequeno ou grande porte. Este artigo visa fornecer conhecimentos sobre um profissional dessa área tão importante dentro das organizações. Aqui, será reportado a trajetória de vida do responsável pela estratégia e gestão da Logística Portobello S/A., uma empresa de seguimento cerâmico, conhecida mundialmente por sua qualidade de produtos, o Gerente de Armazenagem e distribuição, senhor Sérgio Santos Marques. Quando se fala em logística, muitos ainda não têm a real noção do que se trata, porém, é uma área que cada vez mais vem se aproximando das pessoas. Ela está presente em cada movimento de item de um lado ao outro, ou, o simples ato de uma dona de casa está guardando um prato em seu armário, mas o papel da logística vai mais a fundo ainda, e trata de fazer tudo de forma organizada e eliminando custo, com isso o conceito de logística vai passando por transformações, e já começa a ser vistas dentro de grandes corporações como uma parte estratégica da empresa, assim como o marketing, o financeiro... Com esse avanço da área de logística, nota-se que cada vez mais o mercado vem buscando profissionais com alta capacidade de gestão de pessoas, de processos e principalmente de inovação, o que leva a crer que é muito difícil permanecer por muito tempo a frente de uma gerência de uma grande organização.

Palavras-chave: Sérgio. Profissionalismo. Transparência. Logística.

1 INTRODUÇÃO

Um profissional de logística tem como responsabilidades fornecer todos os recursos para a execução das atividades da empresa, bem como transporte, materiais, armazenamento de mercadorias, processamento de pedidos, armazenamento de informações, etc. O papel principal do setor de logística é planejar, implementar e controlar o fluxo e armazenamento eficiente e econômico das matérias-primas e da produção, bem como deter todas as informações referentes, além de ser responsável pelo planejamento da distribuição, controlando tudo, da produção ao consumo. A logística é dividida em dois tipos de atividades: as principais, que englobam os serviços de transportes, manutenção de estoques e processamento de pedidos; e as secundárias, que englobam armazenagem, manuseio de materiais, embalagens, suprimentos, planejamentos e sistemas de informação.

Com isso percebe-se o imenso desafio que um profissional da área enfrenta todos os dias dentro das organizações.

Capacidade de organização, visão de projetos, responsabilidade, raciocínio rápido, facilidade de coordenação de equipes, habilidade com números, habilidade para resolver situações adversas, paciência, metodologia, habilidade para lidar com as pessoas e agilidade, são pressupostos indispensáveis para um profissional bem sucedido, como é o caso de Sérgio Santos Marques, Gerente de Armazenagem e Distribuição da Portobello S/A., que será o objetivo deste trabalho incorporado ao tema Profissional de Logística, abordado durante todo este conteúdo.

2 BIOGRAFIA DE UM PROFISSIONAL DE SUCESSO: SÉRGIO SANTOS MARQUES

O paulista Sérgio Santos Marques nunca imaginou que, saindo de uma grande metrópole, como São Paulo, faria tanto sucesso em sua carreira em uma cidade pequena e pacata como Tijucas. Atualmente mora em Florianópolis - SC e prestas serviços gerenciais a Portobello S/A., de Tijucas - SC.

Nascido em meados dos anos 60, em São Paulo capital, Sérgio Santos Marques sempre teve grandes sonhos, mas não nasceu em berço de ouro. Menino de origem humilde, não teve influencia de amigos, conhecidos ou familiares para acreditar em seus sonhos, porém isso não serviu como empecilho para ele, muito pelo contrário, os desafios sempre os motivaram em busca de algo maior, algo que seu pai, sua família, sua base pessoal, não havia conseguido no passado. Sendo assim, Sergio foi em busca de seu espaço no mundo. Desde suas séries iniciais até sua formação no ensino médio Sergio freqüentou colégios públicos. Depois que conseguiu se formar, infelizmente como acontece com boa parte da população brasileira, Sergio se tornou apenas mais um formando de ensino médio que não conseguira da continuidade em seus estudos.

Em 1983, já há algum tempo sem estudar, Sergio já tinha conseguindo um emprego, sendo assim, partiu em direção ao mundo acadêmico, pois para ele, seria de suma importância a sua vida profissional uma formação acadêmica, onde ele uniria as teorias ao dia-a-dia, tornando-se um profissional qualificado e completo a preencher uma lacuna no mercado de trabalho.

Como desde o início, Sergio já tinha em mente que não seria fácil manter-se estudando, mas como muita garra e força de vontade e seguiu em frente, superando cada novo desafio que surgira em seu caminho. É difícil falar em desafios sem que se tenha pensado em desistir de alguns deles em certos momentos da vida, e, com Sergio não foi diferente. Porém ele não desistiu, ao contrário de muitos jovens da época, que preferiam casar-se logo, e construir uma família, com Sergio foi diferente, preferiu a abstenção de algumas coisas da vida, como festas, baladas, ou mesmo casamento, ele preferiu investir em seu futuro. Como era jovem, morava com seus pais, trabalhava durante o dia e estudava durante a noite, pagava seus estudos e ainda ajudava com as despesas domésticas.

Depois de muita luta e sacrifício, Sergio conseguiu cumprir o tão almejado sonho, sendo o primeiro membro da família com uma formação superior, tornando-se assim graduado em administração de empresas pelo Instituto Municipal de Ensino Superior São Caetano Sul, enchendo seus familiares de muito orgulho mesclado à emoção de ver seu ente alcançando seus objetivos.

Tendo sempre como premissa o alinhamento de sua vida pessoal e profissional com a ética e transparência, ainda universitário Sergio inicia seus trabalho na empresa Avon Cosméticos LTDA, e, por la ficou cerca de dezesseis anos.

Como Sergio sempre gostou e aprendeu superando novos desafios, não seria diferente trabalhando em uma empresa de grande porte como a Avon, sendo assim, buscou sempre crescimento, desde o inicio de sua entrada na empresa.

Sua primeira função foi como conferente de processamento de dados, na área de informática, um pouco distante de sua formação, porém ali permaneceu durante quatro anos, vendo sua competência, a empresa começou a dar mais oportunidade ao jovem, que passou a ser supervisor de estoque, expedição e empacotamento, partindo assim a exercer unir seu aprendizado a sua vida profissional, mas Sergio sabia que podia muito mais, sendo assim continuou inovando e mostrando sempre que era capaz de contribuir ainda mais com o crescimento da empresa, e passou assumir a supervisão de processamento de pedido, começando a engrenar na logística.

A logística foi motivando ainda mais Sergio, que após três anos como supervisor de processamento de pedidos, foi promovido a Gerente de Estoque, Expedição e Recebimento, atingindo o auge de sua carreira profissional, um verdadeiro exemplo de que pode-se partir de funções baixas dentro de uma organização, porém só permanecendo la pela própria vontade, e não foi isso que aconteceu com Sergio.

Em 1997, Sergio se desliga da Avon, mas por ser conhecido como um profissional desafiador e competente, é descoberto pela empresa Cerâmica Portobello S/A., que contrata seus serviços, sendo assim, Sergio passa a morar no estado de Santa Catarina, já com muita experiência englobada a seu profissionalismo, Sergio inicia sua vida profissional na Portobello como Gerente de Distribuição e Armazenamento.

Sabendo que o mercado profissional estaria ficando cada vez mais competitivo, tendo espaço apenas para pessoas realmente dispostas a trabalharem em prol do crescimento da empresa, Sergio decidiu se especializar ainda mais na área de logística, fazendo uma especialização em Logística Empresarial, na Universidade do Vale do Itajaí – Univali, e, em seguida pós-doutorado na área, pela mesma universidade.

Na Portobello, Sergio promoveu e participou de grandes projetos, como desenvolvimento e implantação do Modelo Logístico de Armazenamento, Separação e Distribuição da empresa, também teve a oportunidade de projetar e operacionalizar três depósitos da Portobello nos EUA – Estados Unidos da América.

Para Sergio, um profissional de Logística deve sempre estar atendo a contribuir com a organização, seja na elaboração de novos projetos e práticas, ou mesmo em coisas simples do dia-a-dia, mas que trarão benefícios a empresa, como diminuir os retrabalhos, desperdícios, e está sempre com prazos em dia.

 A Logística é fantástica, a cada dia se faz necessário a transformação  e o aperfeiçoamento, um dia é diferente do outro, a todo instante somos testados em novos desafios. Na minha visão, o grande profissional de logística será aquele que conseguir simultaneamente adquirir o lado acadêmico, somado a prática (experiência), a combinação dos dois, será o casamento perfeito, pois um depende do outro, Eu presenciei vários profissionais que somente eram acadêmicos e não se deram bem, e outros que somente tinham a experiência, e que também sucumbiu, pois lhe faltava o lado acadêmico. (informação verbal)4.

Sergio atualmente exerce o mesmo cargo na empresa, porém buscando sempre a inovação e sua contribuição para o crescimento da mesma, trabalhando sempre com muita ética e transparência, fazendo de si, uma peça importante e de grande responsabilidade no que se refere a imagem externa e interna da Portobello S/A.

3 O PERFIL DE SÉRGIO SANTOS MARQUES

De acordo com o próprio, suas principais características como profissional são a ética e a transparência. Logo, para Silva e Urbanesky (2010, p. 127), “O homem parentético está eticamente comprometido com valores que conduzem à primazia da razão substantiva, tendo uma relação com o trabalho e com a organização muito peculiar”, desta forma, pode-se denominar o perfil de Sérgio como de um homem parentético.

Além disso, Sérgio considera-se uma pessoa com personalidade crítica, o que lhe possibilita uma visão holística, identificando os principais problemas das organizações. “O homem parentético possui uma consciência crítica altamente desenvolvida dos princípios de valor presentes no dia a dia”. (SILVA;URBANESKY, 2010, p.127)

Essa visão crítica somada com a transparência permite que o profissional detecte as falhas na organização e o motiva na busca de soluções de modo que as faça sem preocupar-se com a opinião de terceiros, como afirma Silva e Urbanesky (2010, p.126) “A atitude crítica suspende ou coloca entre parênteses a crença no mundo comum, permitindo ao indivíduo alcançar um nível de pensamento conceitual e, portanto, de liberdade”.

E a cada dia que passa, o homem parentético vem tornando-se mais comum na sociedade, pois é desse perfil que ambas necessitam. Pessoas que saibam lidar com os problemas da racionalidade funcional e substantiva; que possuam capacidade de desenvolver um conceito das coisas, não deixando que a influência de outros interfira no seu modo de pensar e eticamente comprometidos com os objetivos comuns.

4 CONSIDERAÇÕES EM RELAÇÃO À SÉRGIO SANTOS MARQUES

4.1 LIÇÕES DA VIDA DE SÉRGIO SANTOS MARQUES

Sem sombra de dúvidas, o caminho para alcançar o sucesso (em todos os sentidos) não é curto, muito menos fácil. E não foi diferente com Sérgio, que mostrou a importância da persistência nos objetivos estabelecidos ao longo de sua vida. E mesmo sem contar com algum apoio na corrida pelo sucesso, sua determinação falou mais alto e com muito esforço e empenho alcançou uma situação favorecida.

Determinação e persistência são as principais lições que pode-se observar na carreira profissional e pessoal de Sérgio, e com certeza também são as de muitos outros profissionais de sucesso.

4.2 UM EXEMPLO A SER SEGUIDO

A verdade é dura; as coisas realmente não “caem do céu”. É preciso correr atrás dos objetivos, batalhar, e principalmente não perder a motivação com as quedas, mas sim aprender com elas, pois estas o desenvolve para os problemas futuros. E foi isso que Sérgio fez, começando sua carreira profissional por baixo, adquirindo experiência, conciliando a teoria com a prática e mostrando-se capaz, foi subindo cargos, seus esforços geraram resultados e assim alcançou o sucesso profissional.

Outro fator que torna Sérgio um exemplo a ser seguido é sua postura perante a sociedade e organização, onde preza pela ética, competência e transparência, valores estes tão raros e cobiçados pelo mercado de trabalho.

Dentre vários, esses são alguns dos aspectos que tornam Sérgio um exemplo a ser seguido por quem anseia uma carreira de sucesso.

4.3 PENSAMENTOS DE SÉRGIO SANTOS MARQUES

Ao analisar a carreira de Sérgio, podemos tirar vários pensamentos que podem auxiliar o desenvolvimento da carreira de outros profissionais.

Um deles diz respeito ao comportamento/ perfil do profissional da área de logística, “[...] na logística você não consegue enganar por muito tempo, tem que ser competente, caso contrário o mercado te bane do meio [...]” (informação verbal)5, como sempre priorizando a competência e a transparência, ele ainda completa; “[...] na minha visão, o grande profissional de logística será aquele que conseguir simultaneamente adquirir o lado acadêmico, somado a prática (experiência), a combinação dos dois será o casamento perfeito, pois um depende do outro [...]”; ou seja, ele considera que o profissional não é formado apenas pela parte teórica recebida pelas instituições de ensino, nem unicamente pela experiência vivenciada durante sua carreira, na verdade, um complementa o outro.

E por fim, quando questionado sobre ter vivenciado alguma falha/ fracasso em sua carreira, com o máximo de franqueza respondeu; “[...] com certeza, principalmente nesse meio (logística), vivemos de altos e baixos, pois o mercado é muito rápido e competitivo[...]”, segundo ele o importante é aprender com os erros, e para isso não pode faltar empenho e determinação.

5 CONSIDERAÇÕES FINAIS

O trabalho presente permitiu compreender a formação de uma carreira de sucesso para um profissional da área de logística, setor este que está em movimento constante e exige de seus profissionais alto grau de comprometimento.

Entende-se que para alcançar o sucesso em qualquer área, torna-se necessário muito empenho, determinação e dedicação, e foi assim que Sérgio Santos Marques, gerente de distribuição e armazenagem da Portobello S/A alcançou o sucesso profissional.

Mesmo com inúmeros obstáculos durante sua trajetória, Sérgio batalhou constantemente para atingir o seu objetivo, sempre investindo em sua capacitação e prezando por valores como a ética e a transparência, que lhe concedeu o perfil de homem parentético, que vem aumentando significativamente na sociedade, afinal é o perfil por qual as organizações buscam.

Também foi possível perceber a importância da combinação do conhecimento prático com o conhecimento teórico, pois um complementa o outro; sendo assim, torna-se impossível formar uma carreira de sucesso sólida caso haja a ausência de algum destes.

Por tanto, compreende-se que a formação de uma carreira de sucesso está baseada em inúmeros fatores, como a ética, a transparência, a determinação, o empenho e a visão crítica, pois através dela é possível enxergar os problemas e encontrar as soluções.

6 REFERÊNCIAS

SILVA, Everaldo da; URBANESKY, Vilmar. Sociologia. Indaial: Editora Grupo UNIASSELVI, 2010.

SANTOS MARQUES, Sérgio. Gerente de Distribuição e Armazenagem da Portobello S/A. Bacharel em Administração de Empresas pelo Instituto Municipal Ensino Superior São Caetano Sul. Especializado em Logística Empresarial e Pós Doutorado no mesmo pela Universidade do Vale do Itajaí – Univali. Entrevista concedida em Tijucas – SC, no dia 05 de agosto de 2010.

APÊNDICE

  1. Qual seu nome?

  1. Qual sua idade?

  1. Qual sua profissão?

  1. Qual o nome da empresa que você exerce sua profissão?

  1. Onde você nasceu? Onde mora atualmente?

  1. Recebeu alguma influência por parte da família, da sociedade, da cultura ou da formação escolar com relação a sua profissão? Se sim, quais?

  1. Quais as dificuldades que você enfrentou no decorrer de sua vida e na carreira profissional?

  1. Com relação a sua carreira, você visualiza algum fracasso no passado?

  1. Digamos que por algum motivo alheio, você se desligou da empresa em que trabalha. Como um bom profissional que é, novas oportunidades surgiram rapidamente. Qual seria seu diferencial com relação aos concorrentes da vaga?

  1. Quais suas características como profissional?

  1. Cite alguns dos principais resultados alcançados durante sua vida. Você obteve resultados importantes?

  1. Com relação a sua imagem profissional, como você se desenha perante a sociedade (ou área de atuação)? O que você acha que pensam quando olham pra você como um profissional em LOGÍSTICA?

  1. No decorrer de sua carreira com certeza metas foram traçadas, desafios novos foram se agregando, enfim, por tudo que já te aconteceu, você considera que foi persistente como deveria? Poderia ter ido um pouco mais a fundo, em algumas situações? Você acha que realmente fez a diferença? Por quê? Comente um pouco.

  1. Você poderia citar algumas idéias que teve durante sua carreira que considera ter feito sucesso, algum projeto interessante?

  1. Pra finalizar, gostaria de um breve comentário sobre o que você pensa sobre as transformações que a logística vem sofrendo e como você vê um profissional da área no futuro.

1Anderson do Nascimento: Acadêmico do quarto semestre do curso de administração com linha de formação em Logística da FAVIM.

2 Carlos Eduardo Pieper: Acadêmico do quarto semestre do curso de administração com linha de formação em Logística da FAVIM.

3 Michel Felipe de Souza: Acadêmico do quarto semestre do curso de administração com linha de formação em Logística da FAVIM.

4 Sérgio Santos Marques, gerente de distribuição e armazenagem da Portobello S/A. Em entrevista concedida no dia 05 de agosto de 2010.

5 Sérgio Santos Marques, gerente de distribuição e armazenagem da Portobello S/A. Em entrevista concedida no dia 05 de agosto de 2010.

Comentários