Projeto Político Pedagógico - Biomedicina UFPI

Projeto Político Pedagógico - Biomedicina UFPI

(Parte 10 de 13)

ALEXOPOULOS, C.J.; MIMS, C.W. Introductory Mycology. 3a ed, 1979. BLACK, 1. O. Microbiologia: fundamentos e perspectivas. 4. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002. LACAZ, C.S. et al. Tratado de Micologia Médica. 9a ed. Savier, 2002.

SIDRIM, J.L.C.; ROCHA, M.F.O. Micologia Médica à luz de autores contemporâneos. 2ª. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2004.

PFALLER, M. A. Microbiologia médica. 3. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000.

SCHAECHTER, M. et al. Microbiologia: mecanismos das doenças infecciosas. 3. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002.

ZAITZ, C. Atlas de micologia: diagnóstico laboratorial das micoses superficiais e profundas. Rio de Janeiro: MEDSI, 2004.

TORTORA, G. J.; FUNKE, B. R.; CASE, C. L. Microbiologia. 6. ed. Porto Alegre: Artmed Editora, 2008.

CH: 60 h CRÉDITOS: 2.2.0 PRÉ-REQUISITO(S): SEM PRÉ-REQUISITO

EMENTA: Colheita e preservação da urina. Exame físico. Densidade, odor. Consistência. Volume. Reação. Exame químico. Glicose, cetona, proteína. Pigmentos biliares. Sangue. Urobilinogênio. Exame microscópio do sedimento urinário. Testes laboratoriais da função renal. Achados laboratoriais das alterações do trato urinário.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA: STRASINGER, S. K. Urinálise e outros fluidos biológicos. 2. ed. São Paulo: Panamericana, 1997. HENRY, J. B. Diagnósticos clínicos e tratamento por métodos laboratoriais. São Paulo: Manole, 1999. TRABULSI, L. M. Microbiologia. 3. ed. Rio de Janeiro: Atheneu, 1999. BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:

LIMA, A. O. Métodos de laboratório aplicados à clínica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1999. GUERRA, G. R. Interpretação clínica das provas laboratoriais. São Paulo: Savier, 1998.

HEMATOLOGIA MÉDICA CH: 60 h CRÉDITOS: 2.2.0 PRÉ-REQUISITO(S): SEM PRÉ-REQUISITO

EMENTA: Estudo e aplicação das técnicas laboratoriais na identificação e quantificação das células sangüíneas, fatores plasmáticos e plaquetas e de suas variações fisiológicas e patológicas. Medicina transfusional

VERRASTRO, T. et al. Hematologia e hemoterapia. Fundamentos de morfologia, fisiologia, patologia e clinica. São Paulo. Editora Atheneu, 2005.

LORENZi, T. F. Atlas de hematologia - clínica hematológica ilustrada. Guanabara Koogan. 2006.

ZAGO, M.A, Falcão RP, Pasquini R. Hematologia: Fundamentos e prática. Atheneu. 2004 BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:

VERRASTRO, T. Hematologia e hemoterapia. Porto Alegre: Artmed, 2000.

TERRA, P. Coagulação: interpretação clínica dos testes Laboratoriais de rotina. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 1999.

BERNARD, J. et al. Manual de hematologia. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2000. VALLADA, E. Manual de técnicas hematológicas. Porto Alegre: Artmed, 2001. MAXWELL M. W. Hematologia clinica, São Paulo: Editora Manole, 1998. BAIN, B. J. Células sanguíneas: Um guia prático. Artmed. 2007. HOFFBRAND, A. V, PETTIT, J. E, MOSS, P. A. H. Fundamentos em hematologia. Artmed. 2004. LEWIS SM, BAIN, B. J, BATES, I. Hematologia Prática de Dacie e Lewis. Artmed. 2006. Oliveira RAG. Hemograma: Como Fazer e Interpretar. LMP. 2007.

PARASITOLOGIA MÉDICA CH: 60 h CRÉDITOS: 2.2.0 PRÉ-REQUISITO(S): SEM PRÉ-REQUISITO

EMENTA: Estudo da epidemiologia das principais protozooses humanas no Brasil. Estudos dos aspectos clínicos de protozooses no Brasil (endemias e epidemias). Métodos 1aboratoriais de diagnóstico. Métodos de estudo em epidemiologia. Estudo da epidemiologia das principais helmintoses humanas no Brasil. Estudos dos aspectos clínicos de helmintoses (endemias e epidemias). Métodos 1aboratoriais de diagnóstico. Métodos de estudo em epidemiologia

BIBLIOGRAFIA BÁSICA: CIMERMAN, B. Parasitologia humana e seus fundamentos gerais. 2a ed. São Paulo: Atheneu, 2006. NEVES, D. Parasitologia humana. 10a ed. São Paulo: Atheneu, 2000. REY, L. Bases da Parasitologia Médica. 2a ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002. BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:

SPICER, W. John. Bacteriologia, micologia e parasitologia clinicas. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002. 224p.

REY, L. Parasitologia. 3a ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2001.

COURA, Jose Rodrigues (Ed.). Dinâmica das doenças infecciosas e parasitarias. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005. 2 v

MICROBIOLOGIA MÉDICA CH: 90 h CRÉDITOS: 4.2.0 PRÉ-REQUISITO(S): SEM PRÉ-REQUISITO

EMENTA: Introdução a Microbiologia Clínica. Coleta e Transporte de Amostras. Processamento de Materiais Biológicos em Bacteriologia. Meios de Cultura para Bacteriologia. Bacteriologia das Infecções do Aparelho Respiratório. Bacteriologia das Infecções do Sangue. Bacteriologia do Líquido Cefalorraqueano. Bacteriologia das Infecções do Aparelho Urinário. Bacteriologia das Infecções do Aparelho Digestivo. Bacteriologia das Doenças Sexualmente Transmissíveis. Diagnóstico Imunológico Laboratorial. Virologia Clínica. Micoses superficiais, cutâneas, subcutâneas, sistêmicas e oportunistas. Diagnóstico laboratorial das micoses.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA: TRABULSI, L. M. Microbiologia, 3a ed. Rio de Janeiro: Atheneu, 1999. BLACK, J. G. Microbiologia: fundamentos e perspectivas. 4aed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002. PFALLER, M. A. Microbiologia médica. 3a ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000.

SCHAECHTER, M. et aI. Microbiologia: mecanismos das doenças infecciosas. 3a ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002.

JAWETZ, E.; MELNICK, J.L.; ALDERBERG, E. A. Microbiologia médica. 18a ed. Rio de Janeiro: Editora Guanabara Koogan, 1998.

OPLUSTIL, C.P.; ZOCCOLI, C.M.; TOBOUTI, N.R.; SINTO, S.l. Procedimentos básicos em microbiologia clínica. 2a ed. São Paulo: Savier, 2004.

KONEMAN, E. W. et al. Diagnóstico Microbiológico. Texto e Atlas Colorido. 6ª. ed., Guanabara Koogan, 2008. MIMS, C. et al.. Microbiologia Médica. 3ª. ed., Editora Elsevier, 2005. TORTORA, G. J.; FUNKE, B. R.; CASE, C. L. Microbiologia. 6. ed. Porto Alegre: Artmed Editora, 2008.

SANTOS, N.S.O; ROMANOS, M.T.V.; WIGG, M.D. Introdução à virologia humana. 1ªed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002.

PRÁTICAS EM BIOMEDICINA IV CH: 30 h CRÉDITOS: 0.2.0 PRÉ-REQUISITO(S): SEM PRÉ-REQUISITO

EMENTA: Discussão de casos e Síntese Integrada.

JAWETZ, E.; MELNICK, J. L.; ALDEBERG, E. A. Microbiologia médica. 18. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1998.

NEVES, D. Parasitologia humana. 10ª. ed. São Paulo: Atheneu, 2000. KATZUNG, B. G. Farmacologia básica e clínica. 8a ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2003. BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:

GANONG, W. F. Fisiologia médica. 17a ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1999. ZAGO, M. A; FALCÃO, R. P; PASQUINI, R. Hematologia: Fundamentos e Prática. Atheneu, 2004. STITES, D. Imunologia médica. 9. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000. LEWIN, B. Genes VII. Porto Alegre: Artmed, 2001.

FARIA, J.L. Patologia Geral -Fundamentos das Doenças, com Aplicações Clínicas. Editora Atheneu, São Paulo, 4a edição, 2003.

CECCHI, H.C. Fundamentos teóricos e práticos em análise de alimentos. Campinas, UNICAMP, 2003, 207p.

HENRY, J. B. Diagnósticos Clínicos e Tratamento por Métodos Laboratoriais - 20ª Edição. Barueri-SP: Manole, 2008.

XAVIER, R. M.; ALBUQUERQUE, G. C.; BARROS, B. Laboratório na Prática Clínica. Porto Alegre-RS: Artmed, 2005

LIMA, A. O. SOARES, J. B.; GRECO, J. B.; GALIZZI, J. CANÇADO, J. R. Métodos de laboratório aplicado à clínica: técnica e interpretação. 7ª Edição. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1992.

8° PERÍODO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO I CH: 300 h CRÉDITOS: 0.0.20 PRÉ-REQUISITO(S): SEM PRE-REQUISITO

EMENTA: Práticas integradas em vivências da rotina do laboratório clínico, administração e gerência em Laboratórios de Análises Clínicas e das técnicas de controle de qualidade.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA: OGUSHI, A. Administração em laboratórios clínicos. Minas Gerais: Atheneu, 1999. BENSOUSSAN, A. Manual de higiene, segurança e medicina do trabalho. 2. ed. São Paulo: Atheneu, 2000.

BINZEN, S. et al. Gerenciando serviços de saúde reprodutiva. [S.1.]: management Sciences for Hea1thJFPMD, 1999.

CYRINEU, T. José C. Gestão do Conhecimento - O grande desafio empresarial. São Paulo: Negócio Editora, 2000.

ARNOLD, W. W., PLAS, J. M. Liderança orientada para as pessoas: o toque humano como fator de produtividade. São Paulo: Atlas, 1999.

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO – TCC I CH: 120 h CRÉDITOS: 0.8.0 PRÉ-REQUISITO(S): SEM PRE-REQUISITO EMENTA: Orientação e controle da pesquisa à luz do Método científico.

(Parte 10 de 13)

Comentários