Apostila Gerencial 2010 2 Eng FSMA

Apostila Gerencial 2010 2 Eng FSMA

(Parte 8 de 14)

19. Quanto à relação custo/volume/lucro, marque (V) para as afirmativas verdadeiras e (F) para as falsas:

( ) Os custos fixos não variam unitariamente com a variação no volume de produção.

( ) Os custos variáveis variam unitariamente com a variação no volume de produção dentro da capacidade instalada e em condições normais de trabalho.

( ) O ponto de equilíbrio é atingido quando o volume da venda multiplicado pela margem de contribuição unitária alcança o custo fixo.

( ) Uma empresa que tenha um preço unitário de venda de determinado produto igual a $ 10,00 e custo variável unitário desse produto a $ 5,00, terá uma margem de contribuição menor que $ 5,00.

( ) A margem de contribuição total de todos os produtos deduzidos de seus custos fixos identificáveis resultará no lucro líquido da empresa no período.

SLIDES PREÇO DE VENDA

PREÇO DE VENDA

  • O custo de fabricação dos produtos é uma variável que desempenha um papel importante na fixação do preço de venda.

PREÇO DE VENDA

  • Algumas áreas de negócios não tem problemas de fixação do preço, porque fabricam um produto que concorre com outros semelhantes, para os quais já existe um preço de mercado.

PREÇO DE VENDA

  • Se uma empresa aumenta o preço de um produto, o número de unidades vendidas geralmente diminui. Por causa disso, a fixação do preço é um delicado ato de equilíbrio.

PREÇO DE VENDA

  • Os objetivos pretendidos pela empresa constituem, provavelmente, o primeiro e mais importante fator na estruturação do preço de venda de um produto ou serviço.

PREÇO DE VENDA

Quatro objetivos básicos se encontram presentes com relação à gestão de preços:

  • Um adequado retorno sobre o investimento;

  • Uma determinada participação de mercado;

  • Uma capacidade de enfrentar a concorrência;

  • A obtenção de uma lucratividade global compatível.

PREÇO DE VENDA

Vários fatores devem ser levados em consideração na fixação do preço de venda:

  • As necessidades do comprador

  • Sua disposição para pagar

  • As reações da concorrência e a possibilidade do aparecimento de novos competidores

  • As expectativas de preços dos insumos e as restrições de fornecimento

PREÇO DE VENDA

  • O grau de utilização da capacidade instalada

  • A situação financeira da empresa

  • As restrições governamentais

  • Metas mercadológicas

  • Características do produto

  • Situação macroeconômica

  • Estrutura de custos da empresa

PREÇO DE VENDA

  • A estrutura de custos da empresa tende a funcionar como parâmetro que estabelece o limite inferior do preço de venda.

PREÇO DE VENDA

  • REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

  • GARRISON, Ray & NOREEN, Eric W. Contabilidade Gerencial. Rio de Janeiro: LTC, 2001.

O CÁLCULO DO PREÇO

DO PONTO DE VISTA TEÓRICO

Para determinação do preço de venda, precisa-se determinar as bases de distribuição dos

CUSTOS - DESPESAS - LUCRO

Pré determinar o volume de produção de cada produto.

NA PRÁTICA A SITUAÇÃO MUDA

Considerando-se uma economia de mercado, onde os preços são fixados pela lei da oferta e procura, observa-se que:

- O mercado é o grande responsável pela fixação do preço e não os custos.

- A análise dos custos e despesas servirá para verificar a viabilidade em se trabalhar um determinado produto.

DESTA FORMA CONCLUI-SE QUE:

A decisão na fixação do preço de venda deve ser tomada com base na análise das informações do departamento de custos, aliadas aos objetivos pré – determinados pela empresa.

FÓRMULA PARA FIXAÇÃO DO PREÇO DE VENDA

VALORES $ p/ UNIDADE (valores monetários)

PV =

MARK-UP (índices percentuais)

MARK-UP = Remuneração do risco

Taxa de marcação

O MARK-UP é um índice aplicado sobre o custo de um bem ou serviço para a formação do preço de venda.

EXEMPLO

Janeiro/200x

Produção e vendas 1.000 unidades ICMS 17,0 %

Custos Totais R$ 6.000,00 Pis/Cofins 3,65 %

Despesas Totais R$ 3.000,00 Desp. Distrib. 3,0 %

(Parte 8 de 14)

Comentários