CAMPANHA DE VACINAÇÃO DA POLIOMIELITE -2010-1ª ETAPA

REUNIÃO DE 05/06/10 ENFª. Iris Marinho Corrêa Rodrigues

A campanha deste ano abrangerá as crianças com a faixa etária de 0-4 anos 11meses e 29 dias. Devido o seguimento da campanha da 2ª dose de H1N1 do Instituto Butantã, que se dará da seguinte forma:

0 A MENORES DE 6MESES NÃO FAZERNÃO FAZERNÃO FAZER

*06 MESES A MENORES DE 3 ANOS

02 DOSES DE 0,5ML

IM/FALC 21 DIAS

*03 ANOS A MENORES DE 05 ANOS

02 DOSES DE 0,5ML

IM FALC OU DELTOIDE 21 DIAS

05 ANOS A MENORES DE 09 ANOS-SOMENTE COMORBIDADES

DOSE ÚNICA DE 0,5ML DELTÓIDEDOSE ÚNICA

•NESTA FAIXA ETÁRIA SÓ FAZER A 2ª DOSE

•LEMBRANDO QUE SE FEZ 1ª DOSE DE H1N1 DO BUTATÃ, SÓ FAZ A 2ª DOSE BUTATÃ;

•As vacinas H1N1 usadas no Brasil, foram compradas de três laboratórios: Porém

Santa Izabel, recebeu vacinas de dois Laboratórios : Glaxo Smith Kline (GSK), Instituto Butantan.

REAÇÕES ADVERSAS DA VACINA H1N1-INSTITUTO BUTATÃ: Contra indicações: - hipersensibilidade severa a ovo ou a proteínas de qualquer componente da vacina ou reações potencialmente fatais após a administração de qualquer vacina da gripe. Avisos e precauções: - Se 1Síndrome de Guillain-Barré (GBS) ocorreu dentro de 6 semanas anterior a vacinação contra a

1 Guillain-Barré ou polirradiculoneurite aguda é uma doença desmielinizante caracterizada por uma inflamação aguda com perda da mielina (membrana de lipídeos e proteína que envolve os nervos e facilita a transmissão do estímulo nervoso) O indivíduo produz auto-anticorpos contra sua própria mielina. Então os nervos acometidos não podem transmitir os sinais que vêm do sistema nervoso central com eficiência, levando a uma perda da habilidade de grupos musculares de responderem aos comandos cerebrais. O cérebro também recebe menos sinais sensitivos do corpo, resultando em inabilidade para sentir o contato com a pele, dor ou calor. Tem como manifestação clínica inicial: Dor nos membros inferiores seguida por fraqueza muscular progressiva de distribuição geralmente simétrica gripe , a decisão de dar Influenza A (H1N1) - vacina monovalente deve ser baseada numa cuidadosa consideração dos benefícios e riscos potenciais. - pessoas imunodeprimidas pode ter uma redução da resposta imune ao vírus influenza A (H1N1) vacina monovalente . Reações adversas: - reações locais foram dor no local da injeção, sensibilidade, dor e inchaço.

- mais comum: eventos sistêmicos foram mal-estar, cefaleia e mialgia.

02 A MENORES DE 05 ANOSIndiscriminadamente

02 doses de 0,25ml c/intervalo mínimo de 21 dias

IM/FALC e DELTÓIDE

21 DIAS

Vacina com suspensão e emulsão para emulsão injetável. Vacina contra a pandemia de gripe (H1N1) (virião fragmentado, inativado, com adjuvante). Fabricado por: Glaxo Smith Kline Biologicals s.a. - Bélgica

Esta vacina contém tiomerosal como conservante, sendo possível a ocorrência de uma reação alérgica. Informe o seu médico se tem alguma alergia conhecida.

Este medicamento contém menos do que 1 mmol (23 mg) de sódio e menos do que 1 mmol (39 mg) de potássio por dose, ou seja, é praticamente” isento de sódio e potássio”.

QUEM NÃO PODE TOMAR -GSK: Crianças com idade inferior aos 6 meses A vacinação não é atualmente recomendada nesta faixa etária. • se teve anteriormente uma reação alérgica súbita ameaçadora da vida a qualquer um dos componente de GSK, deve-se procurar ajuda médica imediatamente, ou a qualquer uma das substâncias que possam estar presentes em quantidades mínimas (vestigiais): ovos e proteína de galinha, ovalbumina, formaldeído sulfato de gentamicina (antibiótico) ou deoxicolato de sódio. Os sinais de uma reação alérgica podem incluir erupções cutâneas com comichão, dificuldade em respirar e inchaço da face ou da língua. Contudo, numa situação pandêmica, pode ser apropriado para si administrar a vacina, garantindo-se que os meios médicos apropriados estão imediatamente disponíveis, em caso de uma reação alérgica. Tome especial cuidado com a GSK, deve ser coletadas algumas informações antes de aplicar: • se teve alguma reação alérgica, que não uma reação alérgica súbita ameaçadora da vida a qualquer componente da vacina, ao tiomerosal, ao ovo e proteína de galinha, ovalbumina, formaldeído, sulfato de gentamicina (antibiótico) ou ao deoxicolato de sódio. • se tem uma infecção grave com temperaturas elevadas (acima de 38ºC). Se tal for o caso, a sua vacinação será geralmente adiada até se sentir melhor. Uma infecção ligeira, como uma constipação, não deve constituir um problema, mas o seu médico irá aconselhar se ainda pode ser e distal que evolui para diminuição ou perda dos movimentos de maneira ascendente com flacidez dos músculos vacinado(a) com GSK, • se tiver que realizar uma análise ao sangue para pesquisar sinais de infecção por certos vírus. Nas primeiras semanas após a vacinação com GSK, os resultados destas análises podem não ser corretos. Deve ser informado ao médico que tiver mandado fazer estas análises que foi vacinado(a) recentemente com GSK. Gravidez e aleitamento Informe o seu médico se está grávida ou pensa estar grávida ou se planeja vir a estar grávida. Deve conversar com o seu médico sobre se GKK lhe deve ser administrado. A vacina pode ser administrada durante a amamentação.

Os efeitos secundários listados seguidamente ocorreram em em adultos, incluído idosos e em crianças com 3-9 anos de idade que vacinaram com GSK:

Muito frequentes: • Dores de cabeça

• Fadiga (cansaço)

• Dor, vermelhidão, inchaço ou nódulo duro no local de injeção

• Febre

• Músculos doridos, dor nas articulações.

Obs.: Porém a faixa etária de nossa Campanha é de 02 anos a menores de 05 anos, as gestantes não irão tomar, até porque GSK , é contra-indicada,deve-se nestes casos seguir a orientação médica.

EFEITOS MUITO FREQUENTES DE QUEM TODA A GSK : • Sensação de calor, comichão ou nódoas negras no local de injeção

• Aumento do suor, arrepios, sintomas tipo gripe

• Gânglios inchados no pescoço, axilas ou virilhas.

Formigueiro ou dormência das mãos ou pés • Sonolência

• Tonturas

• Diarreia, vômitos, dores de estômago, sensação de má disposição

• Comichão, erupção cutânea

• Sensação de mal-estar geral

• Insônias

Nas crianças com 3-9 anos de idade, a febre ocorreu mais frequentemente quando foi administrada a dose dos adultos (0,5 ml de vacina), em comparação com a administração de metade da dose dos adultos (0,25 ml de vacina). A febre também ocorreu com mais frequência em crianças com idades dos 6-9 anos de idade, comparativamente às crianças com idades dos 3-5 anos.

ORIENTAÇÕES PARA A APLICAÇÃO DESTA VACINA: Não misturar com outras vacinas na mesma seringa ou frasco. Tomar as precauções de Biossegurança.

RERERÊNCIA :Influenza A(H1N1),gripe suína, pandemia,OMS FOCETRIA, Glaxo Smith Kline (GSK), Instituto Butantan, PANDEMRIX, Sanofi Pasteur, Vacina influenza A/H1N1.

As unidades de Saúde , tem ainda em seu estoque : 1.400 doses que serão distribuídas nos seguintes casos: 1. Sintomáticos Respiratórios; 2.Doença Mental;(incluindo Down) 3. TB; 4. M.H.

A meta de Tacajós na Campanha Nacional de 2009, foi de 200 doses aplicadas. Lembrando que o nº de crianças da campanha da Sabin(Poliomielite), irá diminuir por conta da dose de H1N1 que será aplicada até 4 anos,11meses e 29 dias, e deverá acompanhar a aplicação de polio nesta faixa etária.

1.Quem recebeu a 1ª dose com a vacina do Instituto Butantã, deverá automaticamente receber a 2ª dose deste mesmo Laboratório; 2.Quem recebeu a dose com a vacina GSK, deverá receber a 2ª dose com a vacina GSK; 3.Caso ocorra que venha uma pessoa de outro município vacinar, esteja atenta ao tipo de 1ª dose que esta pessoa recebeu para fazer o complemento da 2ª dose com a vacina certa; 4.Poderá ser feita a 2ª dose da H1N1, juntamente com a Pólio; 5.As crianças de 6meses a menores de 2 anos -encerrou a campanha , a meta já foi atingida, faz-se a 2ª dose somente; 6.Crianças de 2 anos a 4anos,11meses e 29 dias , ou seja menores de 5 anos a 1 ª dose com GKS, e a 2ª dose como foi dito anteriormente também com a mesma vacina; 7.Crianças de 2 anos a menores de 5 anos , faz-se a 2ª dose de vacinaH1N1

Butantã(normal e comorbidade); 8.Adulto: continua a Butantã- 20 a 29 anos ; 9.Como proceder a anotação, evitando erros:

•A vacina H1N1 do Butantã- anota-se: H1N1

Como proceder a anotação da Folha de Registro:

•A vacina H1N1 do GSK- anota-se H1N1-GSK;

•Blocos: 1 folha de Pólio e 2 da Gripe A( no verso da folha está detalhado 1 e 2ª dose);-

Não é necessário especificar qual a vacina aplicada- marca-se somente a quantidade de H1N1;

•NOTA IMPORTANTE SOBRE O TEMPO DE DURAÇÃO DAS VACINAS: 1.H1N1-INSTITUTO BUTANTÃ- DURAÇÃO 7 DIAS; 2.H1N1-GSK- DURAÇÃO 24HS; 3.É sempre bom anotar o dia e a hora da abertura do frasco evitando confundir-se; 4.Após 24hs da vacina GSK, a mesma deverá ser desprezada; após 7 dias de aberta a vacina H1N1 do Butantã, deve ser desprezada, anota-se a quantidade que foi desprezada se ainda houver doses no frasco; 5.A meta mínima da Campanha de H1N1, para todas as faixas etárias é de 80%. 6.Os restos dos grupos etários, inclusive co-morbidades a partir de 05 anos segue normal a campanha

Comentários