Manual Distribuidor de Calcario

Manual Distribuidor de Calcario

(Parte 1 de 2)

DCA² 2500 MC/DCA² 50 MC DCA² 7500 MC/DCA² 10500 MC

Os Distribuidores de Calcário e Adubo TATU, efetuam a distribuição uniforme de calcário seco e úmido, adubo granulado e em pó, gesso, sementes e outros produtos.

Os modelos DCA² 2500 MC, DCA² 50 MC, DCA² 7500 MC e DCA² 10500 MC

(MECÂNICO) possuem a transmissão através de cardans e correia, para o acionamento da esteira e dos discos rotativos.

O rodado tipo balancim tandem (DCA² 50 MC, DCA² 7500 MC e DCA² 10500 MC) possui quatro pneus que acompanham com precisão o perfil do terreno.

A esteira é modulada com travessas de aço carbono e possui esticadores para ajuste de tensão.

A abertura da comporta dosadora possui escala graduada e fácil regulagem, para distribuir inúmeras quantidades.

As aletas possuem regulagem sobre os discos, efetuando a distribuição adequada de diferentes produtos.

Este Manual contém as informações necessárias ao melhor desempenho do

Distribuidor. O Operador deve ler com atenção todo o manual antes de colocar o distribuidor em funcionamento e certificar-se das recomendações de segurança.

Para obter qualquer esclarecimento, ou na eventualidade de problemas técnicos, consulte o Revendedor, que aliado ao Departamento de Assistência Técnica da própria fábrica, garantem o pleno funcionamento do seu Distribuidor.

AO PROPRIETÁRIO3
AO OPERADOR4 a 7
Trabalhe com Segurança4 e 5
Transporte sobre Caminhão/Carreta6
Adesivos de Segurança7
ESPECIFICAÇÕES T ÉCNICAS8
COMPONENTES9 a 12
PREPARAÇÃO PARA O TRABALHO13 a 18
Acoplamento ao Trator13
Nivelamento do DCA²14
Acoplamento do Cardan na TDP15
Uso do Defletor / Velocidade do Trator / Rotação da TDP16
Velocidade dos Discos Rotativos / Velocidade da Esteira17
Inspeção Final18
REGULAGENS E OPERAÇÕES19 a 31
Regulagem do Divisor de Fluxo19
Posição das Aletas nos Discos20
Distância entre Passadas21
Abertura da Comporta2
Tabelas de Aplicação23 a 25
Cálculo para Diferentes Distribuiçòes26
Ajuste da Tensão da Esteira27
Ajuste da Tensão da Correia28
Troca da Correia (C-148) dos Discos Rotativos29
Operações - Pontos Importantes30
Identificação de Possíveis Problemas e suas Soluções31
OPCIONAIS32 e 3
Pneus32
Abafador3
MANUTENÇÃO34 a 38
Lubrificação34 e 35
Manutenção Periódica36 e 37
Armazenamento do DCA²38
IMPORTANTE39

2 ÍNDICEÍNDICEÍNDICEÍNDICEÍNDICE

Informações Gerais

-As indicações de LADO DIREITO E LADO ESQUERDO são feitas observando o Distribuidor por trás.

-Para solicitar peças ou os serviços de Assistência Técnica é necessário fornecer os dados constantes da plaqueta de identificação, a qual se localiza na lateral do cabeçalho.

A aquisição de qualquer produto Tatu confere ao primeiro comprador os seguintes direitos:

-Cabe ao proprietário no entanto verificar as condições do produto no ato do recebimento e ter conhecimento dos termos de garantia.

-Atenção especial deve ser dada às Recomendações de Segurança e aos cuidados de operação e manutenção do produto.

-As instruções aqui contidas indicam o melhor uso e permitem obter o máximo rendimento, aumentando a vida útil deste produto.

- Este manual deve ser encaminhado aos Srs. Operadores e pessoal de Manutenção.

Importante:-APENAS PESSOAS QUE POSSUEM O COMPLETO CONHECIMENTO DO TRATOR E DOS IMPLEMENTOS DEVEM EFETUAR O TRANSPORTE E A OPERAÇÃO DOS MESMOS.

Nota:ALTERAÇÕES E MODIFICAÇÕES NO PRODUTO SEM A AUTORIZAÇÃO EXPRESSA DA MARCHESAN S/A, BEM COMO O USO DE PEÇAS DE REPOSIÇÃO NÃO ORIGINAIS, IMPLICAM EM PERDA DE GARANTIA.

Trabalhe com Segurança

O Distribuidor de Calcário e Adubo, é de fácil operação, exigindo no entanto os cuidados básicos e indispensáveis ao seu manuseio.

- Tenha sempre em mente que SEGURANÇA exige ATENÇÃO CONSTANTE,

OBSERVAÇÃO E PRUDÊNCIA; durante o trabalho, transporte, manutenção e armazenamento do distribuidor.

Sr. Usuário!

Respeitemos a ecologia. O despejo incontrolado de resíduo prejudica nosso meio ambiente.

Derramar no solo óleo, combustíveis, filtros, baterias, etc. afeta diretamente a ecologia, chegando estes resíduos até as camadas subterrâneas. Informe-se sobre a forma correta de entregar estes elementos contaminantes a quem possa reciclar ou reutilizá-los.

Cuidado com o meio ambiente

Consulte o presente manual antes de realizar trabalhos de regulagens e manutenções.

Não verifique vazamentos no circuito hidráulico com as mãos, a alta pressão pode provocar grave lesão.

Ter cuidado especial ao circular em declives.

Perigo de capotar.

Impedir que produtos químicos (fertilizantes, sementes tratadas, etc) entre em contato com a pele ou com as roupas.

Nunca tente fazer as regulagens ou serviços de manutenção com a máquina em movimento.

Mantenha os lugares de acesso e de trabalho limpos e livres de óleo, graxa, etc. Perigo de acidente.

Não transite por estradas ou caminhos durante a noite. Nas manobras ou curvas fechadas evite que as rodas do trator toquem o cabeçalho.

Não transporte pessoas se não houver banco adicional para este fim.

Tenha precaução quando circular debaixo de cabos elétricos de alta tensão.

Durante o trabalho utilize sempre calçados de segurança.

Ao operar com tomada de força fazer com o máximo cuidado, não aproximar quando em funcionamento.

-Não permita que crianças brinquem próximo ou sobre o distribuidor, estando o mesmo em operação, transporte ou armazenado.

-Tenha o completo conhecimento do terreno antes de iniciar o trabalho. Faça a demarcação de locais perigosos ou de obstáculos.

-Utilize roupas e calçados adequados. Evite roupas largas ou presas ao corpo, que podem se enroscar nas partes móveis.

-Nunca opere sem os dispositivos de proteção da máquina.

-Verifique com atenção a largura de transporte em locais estreitos.

-Toda vez que desengatar o distribuidor, na lavoura ou galpão, faça-o em local plano e firme. Certifique-se que o mesmo esteja devidamente apoiado.

Transporte sobre Caminhão/Carreta

O transporte por longa distância deve ser feito sobre caminhão, carreta, etc..., seguindo estas instruções de segurança:

- Use rampas adequadas para carregar e descarregar odistribuidor. Não efetue carregamento em barrancos, pois pode ocorrer acidentes graves.

- Em caso de carregamento com guincho utilize os pontos adequados para içamento.

- Calce adequadamente o distribuidor.

- Utilize amarras (cabos, correntes, cordas, etc...), em quantidade suficiente para imobilizar o distribuidor durante o transporte.

- Verifique as condições da carga após os primeiros 8 a 10 quilômetros de viagem, depois, a cada 80 a 100 quilômetros verifique se as amarras não estão afrouxando. Verifique a carga com mais frequência em estradas esburacadas.

-Esteja sempre atento. Tenha cuidado com a altura de transporte, especialmente sob rede elétrica, viadutos, etc...

-Verifique sempre a legislação vigente sobre os limites de altura e largura da carga. Se necessário utilize bandeiras, luzes e refletores para alertar outros motoristas.

VEZ QUE TROCAR O TRATOR. -Separe o Macho da Fêmea e acople na TDP.

-Posicione o Trator esterçado até que o pneu toque o Cabeçalho.

-Verifique se existe uma folga mínima de 5 centimetros em cada extremidade. Se necessário, corte partes iguais do Macho e da Fêmea, bem como das Proteções.

-Dê acabamento nas partes cortadas. Limpe e lubrifique o Macho

5 cm

NÃO SE APROXIME QUANDO O EQUIPAMENTO ESTIVER EM FUNCIONAMENTO. 05030318 59

Risco de Acidente por TOMBAMENTO . NUNCA DESACOPLAR O EQUIPAMENTO COM PRODUTO NA CAÇAMBA.050303

Os adesivos de segurança devem ser mantidos em bom estado de conservação.

Se os adesivos de segurança forem danificados, ou ficarem ilegíveis, devem ser substituido. A marchesan fornece os adesivos, mediante solicitação e indicação dos respectivos códigos.

Leia o manual antes de iniciar o uso do equip amento.

DCA² - Distribuidor de Calcário e Adubo

Até 7.200 Kg/Ha Balancim/T a ndem

Modelos

DCA² 2500 MC

DCA² 50 MC

DCA² 7500 MC

DCA² 10500

Capacidade de Carga

1,4 m³

2,3 m³

3,75 m³

5,25 m³

Distribuição de CalcárioFixo Largura de DistribuiçãoRodadoPneusRotação na TDPBitola (m)Comprimento T otal (m)

Lar g ura T otal (m)

Altura T otal (m)

Potência no Motor Trator (cv)Peso (Kg)

7.50 x 1611L - 15

11L - 15 -

12.4 - 24/10 -

540 rpm

- Standard- Opcionais Esteira - Standard- Opcional

Travessas de Aço Carbono Aço Inox

Acoplamento

B arra de T r ação / T o mada de Potência (TDP)

6 a 14 metros

COMPONENTES DCA² 2500 MCCOMPONENTES DCA² 2500 MCCOMPONENTES DCA² 2500 MCCOMPONENTES DCA² 2500 MCCOMPONENTES DCA² 2500 MC

01 - Chassi 02 - Caçamba 03 - Macaco 04 - Cardan com Proteção 05 - Engate ao Trator 06 - Pneus 07 - Ganchos p/ içamento

08 - Proteção da Correia 09 - Redutor 10 - Esteira 1 - Comporta 12 - Discos Rotativos 13 - Aletas

- Ganchos para colocação de lona de cobertura nas laterais da caçamba. 01

COMPONENTES DCA² 50 MCCOMPONENTES DCA² 50 MCCOMPONENTES DCA² 50 MCCOMPONENTES DCA² 50 MCCOMPONENTES DCA² 50 MC

01 - Chassi 02 - Caçamba 03 - Macaco 04 - Cardan com Proteção 05 - Engate ao Trator 06 - Pneus 07 - Ganchos p/ içamento

08 - Proteção da Correia 09 - Redutor 10 - Esteira 1 - Comporta 12 - Discos Rotativos 13 - Aletas

- Ganchos para colocação de lona de cobertura nas laterais da caçamba.

COMPONENTES DCA² 7500 MCCOMPONENTES DCA² 7500 MCCOMPONENTES DCA² 7500 MCCOMPONENTES DCA² 7500 MCCOMPONENTES DCA² 7500 MC

01 - Chassi 02 - Caçamba 03 - Macaco 04 - Cardan com Proteção 05 - Engate ao Trator 06 - Pneus 07 - Ganchos p/ içamento

08 - Proteção da Correia 09 - Redutor 10 - Esteira 1 - Comporta 12 - Discos Rotativos 13 - Aletas

- Ganchos para colocação de lona de cobertura nas laterais da caçamba. -Defletor para o DCA² 7500, quando equipado com esteira de inox.

COMPONENTES DCA² 10500 MCCOMPONENTES DCA² 10500 MCCOMPONENTES DCA² 10500 MCCOMPONENTES DCA² 10500 MCCOMPONENTES DCA² 10500 MC

01 - Chassi 02 - Caçamba 03 - Macaco 04 - Cardan com Proteção 05 - Engate ao Trator 06 - Pneus 07 - Ganchos p/ içamento 08 - Proteção da Correia

09 - Redutor 10 - Esteira 1 - Comporta 12 - Discos Rotativos 13 - Aletas 14 - Escada 15 - Deflotor

- Ganchos para colocação de lona de cobertura nas laterais da caçamba. - Caçamba mais alta.

Acoplamento ao Trator

Acople o cabeçalho na barra de tração do trator usando o pino (A) e cupilha. Para facilitar o acoplamento utilize a regulagem do macaco (B).

Obs.:-A PARTE DO ENGATE QUE POSSUI O FURO REDONDO DEVE FICAR PARA CIMA.

Nivelamento do DCA²

Após acoplar o cabeçalho verifique o nivelamento horizontal do distribuidor. Se necessitar de ajustes proceda da seguinte maneira:

Consulte o Manual de Instruções do trator e certifique-se das posições em que se pode trabalhar com a barra de tração; utilize a altura que resulte no melhor nivelamento da máquina.

Acoplamento do Cardan na TDP

Inicialmente verifique o comprimento do eixo cardan da seguinte maneira: - Separe o cardan e acople a "Fêmea" na tomada de potência.

- Posicione o trator esterçado até que o pneu toque o cabeçalho do DCA².

- Acople o "MACHO" do cardan no DCA², posicione as barras lado a lado e verifique se existe uma folga mínima de 02 centímetros entre o macho e a fêmea em cada extremidade.

- Se necessário, corte partes iguais do macho e da fêmea, bem como das proteções.

Obs.:NESTE MOMENTO PODE-SE UTILIZAR OS RECURSOS DE REGULAGEM DA BARRA DE TRAÇÃO DO TRATOR, AUMENTANDO OU DIMINUINDO SEU COMPRIMENTO.

Nota:É NECESSÁRIO DAR ACABAMENTO NAS PARTES CORTADAS. PARA ISTO UTILIZE UMA LIMA. EM SEGUIDA RETIRE AS LIMALHAS E LUBRIFIQUE O "MACHO" COM UMA FINA CAMADA DE GRAXA.

- Toda vez que alterar de trator, verifique novamente o comprimento do eixo cardan.

- As correntes das capas de proteção devem ser fixadas no DCA² e no trator, de modo que não se soltem durante as manobras.

- Verifique a disposição correta dos garfos das cruzetas, conforme o desenho abaixo. A montagem errada provoca vibração excessiva, prejudicial à transmissão.

Velocidade do Trator

A velocidade do trator deve ser uniforme em todo o serviço. Escolha a velocidade mais segura para o tipo de terreno. Recomendamos a média de 6 a 7 km/h.

Rotação da TDP

A rotação da Tomada de Potência deve ser mantida em 540 rpm

Obs.:CONSULTE O MANUAL DO TRATOR PARA VER QUAL A ROTAÇÃO CORRESPONDENTE NO MOTOR.

Uso do Defletor

O defletor (A) evita a sobrecarga sobre a esteira, permitindo que o início de acionamento da esteira e todo o serviço seja mais suave.

Para a distribuição de calcário o defletor jamais deverá ser retirado.

Sempre que utilizar o defletor este deve ser devidamente colocado e contrapinado para evitar que o mesmo se solte e danifique a esteira.

Velocidade dos Discos Rotativos A velocidade dos discos está diretamente relacionada com a rotação da TDP.

Velocidade da Esteira

A velocidade da esteira está relacionada com a rotação da TDP e com os recâmbios de rodas dentadas "A" e "B" que podem ser usadas na transmissão.

O DCA² sai de fábrica montado com rodas dentadas para distribuição de calcário. Após a troca de rodas dentadas ajuste sempre o esticador de corrente (C). Nunca trabalhe com a corrente frouxa.

A distribuição de produtos não mencionados no quadro acima deve ser feita com base na semelhança entre os mesmos.

Produto a ser Aplicado

Calcário

Velocidade da Esteira

Adubo

Inspeção Final

Antes de abastecer o Distribuidor verifique os seguintes pontos: 1º)Se a esteira está ajustada, conforme instruções da página 27.

2º)Se a correia está com a tensão adequada, conforme instruções da página 28.

3º)Se a calibragem dos pneus está igual para todos: Pneus 7.50 x 16 = 70 Lbs/pol² Pneus 11L - 15 = 52 Lbs/pol² Pneus 12.4 - 24/10 = 30 Lbs/pol² 4º)Se todas as graxeiras receberam a devida lubrificação. (Ver páginas 34 e 35). 5º)Verifique também o nível de óleo do redutor. Instruções na página 36.

6º)Se o macaco encontra-se travado na posição de transporte/operação. (Página 13).

7º)Se a caçamba está livre de objetos como: sacos, lonas, pedras, madeira, etc..., que podem prejudicar o seu bom funcionamento.

8º)Observe a montagem correta dos pneus nos cubos, conforme o desenho abaixo. Os aros são voltados para dentro.

DCA² 2500, 50 e 7500DCA² 10500

Regulagem do Divisor

A regulagem do divisor de fluxo (A) serve para direcionar a caída do produto sobre os discos rotativos, auxiliando na uniformidade da distribuição.

Posição das Aletas nos Discos

Os discos rotativos possuem 04 aletas com regulagem de fixação que oferecem uniformidade na aplicação, tanto em alta como em baixa dosagem.

Variando o ângulo das aletas nos discos obtem se a alteração na largura da faixa de aplicação e no direcionamento do produto.

Posição 1 - Largura de Distribuição Média e Direcionamento do Produto Intermediário.

Posição 2 - Largura de Distribuição Menor e Direcionamento do Produto mais para o centro.

Posição 3 - Largura de Distribuição Maior e Direcionamento do Produto mais para as extremidades.

Se for necessário alterar o direcionamento de parte do produto, para obter melhor uniformidade na distribuição, pode se ajustar apenas 2 aletas em ângulo diferente das demais, alterando-se as posições no disco.

Distância entre as Passadas

A distância entre as passadas deve ser bem observada para que consiga uma distribuição homogênea em toda a área; ou seja, mesma quantidade distribuída por m² de solo. Na prática, admite-se no entanto uma variação de até 25% na quantidade distribuída; o que ocorre especialmente entre as passadas; isto é, na faixa de sobreposição.

A distância de 07 metros para o calcário seco, 09 metros para calcário úmido e 10 metros para adubo comercial granulado, (conforme as tabelas), são resultantes de vários ensaios de campo, onde se obteve a melhor distribuição. Sugerimos não aumentar estas distâncias, para manter a faixa de sobreposição adequada.

"X" = 07 Metros para Calcário Seco. "X" = 09 Metros para Cálcario Úmido. "X" = 10 Metros para Adubo Comercial Granulado.

Sobreposição

"X" Distância entre Passadas

Abertura da Comporta

A tampa da comporta tem a função de limitar a quantidade do produto que a esteira transporta. Seu acionamento é feito por meio de uma rosca que permite movimentos leves, abrindo ou fechando a saída.

A abertura da comporta é indicada junto a escala graduada, (0 a 15) que vai com divisões de meio centímetro.

As tabelas de distribuição indicam o uso de parte da graduação da escala, em função das quantidades de produtos agronomicamente recomendáveis.

(Parte 1 de 2)

Comentários