(Parte 1 de 2)

89.4.018 Rc-# 89.4.017 Rm-A

Proprietário:
Endereço
Nº ............. .
CidadeUF ............ .
Modelo da Máquina
Número de Série
Ano de Fabricação
Nota Fiscal Nº
Data/ ........... / ................ .

Manual de Instruções JM RL / RLA Distribuidor Autorizado

Manual de Instruções JM RL / RLA

1. JUSTINO DE MORAIS, IRMÃOS S/A - JUMIL, garante que os implementos agrícolas e respectivas peças, de sua fabricação, aqui denominados simplesmente PRODUTO, estão livres de defeitos, tanto na sua construção como na qualidade do material. 2. As questões relativas à concessão da Garantia serão reguladas segundo os seguintes princípios:

2.1. A Garantia constante deste Certificado será válida: a) pelo prazo de 6 (seis) meses, contado da data da efetiva entrega do PRODUTO ao consumidor agropecuarista; b) somente para o PRODUTO que for adquirido, novo, pelo consumidor agropecuarista, diretamente do Revendedor ou da JUMIL, ressalvado o disposto no item 2.3.

2.2. Ressalvada a hipótese do subitem seguinte, a Garantia ao consumidor agropecuarista será prestada por intermédio do Revendedor da JUMIL,

2.3. Se o PRODUTO for vendido a consumidor agropecuarista, por revendedor que não seja Revendedor da JUMIL, o direito à Garantia subsistirá, devendo, neste caso, ser exercido diretamente perante a JUMIL, nos termos deste Certificado.

2.4. A Garantia não será concedida se qualquer dano no PRODUTO ou no seu desempenho for causado por: a) negligência, imprudência ou imperícia do seu operador; b) inobservância das instruções e recomendações de uso e cuidados de manutenção, contidos no Manual de Instruções.

2.5. Igualmente, a Garantia não será concedida se o PRODUTO, após a venda, vier a sofrer qualquer transformação ou modificação, ou se for alterada a finalidade a que se destina o PRODUTO.

2.6. O PRODUTO trocado ou substituído ao abrigo desta Garantia será de propriedade da JUMIL, devendo ser -lhe entregue, cumpridas as exigências legais aplicáveis.

2.7. Em cumprimento de sua política de constante evolução, a JUMIL submete, permanentemente, os seus produtos a melhoramentos ou modificações, sem que isso constitua obrigação para a JUMIL de fazer o mesmo em produtos ou modelos anteriormente vendidos.

2.8. A JUMIL não será responsável por indenização de qualquer prejuízo de colheita, decorrente de regulagem inadequada de dispositivos do PRODUTO, relativos à distribuição de semente ou de adubo.

Manual de Instruções JM RL / RLA

1 - Introdução04
2 - Apresentação05
3 - Normas de Segurança06
4 - Especificações Técnicas08
5 - Opcional10
5.1 - Montagam da faca rebaixada10
6 - Acoplamento10
6.1 -Como ajustar o cardan ao trator e a maquina1
7 - Regulagem14
7.1 - Regulagem de Altura de Corte14
7.2 - Troca de Facas15
8 - Manutenção15
8.1 - Troca das correias15
8.2 - Tensão das correias16
9 - Lubrificação17
9.1 - Objetivos da Lubrificação17
9.2 - Simbologia17
9.3 - Tabela de Lubrificantes18
9.4 - Pontos de lubrificação19

Manual de Instruções JM RL / RLA

1 - INTRODUÇÃO

Parabéns, você acaba de adquirir o implemento fabricado com o que há de mais moderno em tecnologia e eficiência no mercado, garantido pela consagrada marca JUMIL.

Este manual tem o objetivo de orientá-lo no manejo correto de uso para que possa obter o melhor desempenho e vantagens que o equipamento possui. Por esta razão, recomenda-se proceder a sua leitura atenta antes de começar a usar o equipamento.

Mantenha-o sempre em local seguro, a fim de ser facilmente consultado.

A JUMIL e sua rede de revendedores estarão sempre à sua disposição para esclarecimentos e orientações técnicas necessárias do seu equipamento.

Fone: (16) 3660-1000 Fax: (16) 3660-1 WebSite: w.jumil.com.br

Manual de Instruções JM RL / RLA

2 – APRESENTAÇÃO

As Roçadeiras Laterais, são fornecidas nos modelos RL - Sistema

Lateral Fixo - ou modelos RLA - Sistema Lateral Articulado -, que permite acompanhar as variações do solo.

O chassi é equipado com dois pontos de engate permitindo o acoplamento para trabalhos semi- laterais e super laterais de acordo com a sua necessidade.

Possui regulagens de altura de cortes nos dois esquis laterais e na roda guia, o sistema de transmissão é feito através de cardan que aciona a caixa redutora com giro livre interno e as correias de transmissão.

Manual de Instruções JM RL / RLA

3 - NORMAS DE SEGURANÇA

A JUMIL ao construir suas Máquinas e Equipamentos Agrícolas, tem como objetivo principal ajudar o HOMEM a desenvolver um melhor PADRÃO DE VIDA. Porém, na utilização dessas máquinas há dois cuidados principais a RESPEITAR: NÃO DESTRUA O EQUILÍBRIO BIOLÓGICO UNIVERSAL, EFETUANDO TRABALHOS AGRÍCOLAS INCORRETOS. NÃO CONSINTA QUE A MÁQUINA O DESTRUA. OBSERVE FIELMENTE AS NORMAS DE SEGURANÇA. NÃO FACILITE!

1) Utilize sempre os estribos apropriados para subir ou descer do trator; 2) Ao colocar o motor em funcionamento, esteja devidamente sentado no assento do operador e ABSOLUTAMENTE CIENTE do conhecimento completo do manejo do trator e equipamento. Coloque sempre o câmbio em ponto morto, desligue a Tomada de Potência e coloque os comandos do hidráulico na posição neutra; 3) Não coloque o motor em funcionamento em locais fechados, pois os gases do escapamento são tóxicos; 4) Ao manobrar o trator para o engate de implementos ou máquinas, certifique-se de que possui o espaço necessário e de que não há ninguém por perto; faça as manobras em MARCHA LENTA e esteja preparado para frear numa emergência; 5) Ao manejar máquinas ACIONADAS PELA TOMADA DE

POTÊNCIA, (engatar, desengatar ou regular) DESLIGUE A TOMADA DE POTÊNCIA, PARE O MOTOR E RETIRE A CHAVE DE PARTIDA DO CONTATO. NUNCA FACILITE! 6) Quando utilizar roupas folgadas, tenha o máximo de cuidado; não se aproxime demasiadamente dos conjuntos em movimento, suas roupas poderão enroscar provocando acidentes; 7) Não faça regulagens com a máquina em movimento; 8) Ao trabalhar com implementos ou máquinas, É EXPRESSAMENTE PROIBIDO O TRANSPORTE DE OUTRA PESSOA ALÉM DO OPERADOR, TANTO NO TRATOR COMO NO IMPLEMENTO, a não ser que exista assento ou plataforma adequada para essa finalidade; 9) Ao trabalhar em terrenos inclinados, proceda com redobrada atenção, procurando sempre manter a estabilidade necessária; em caso de começo de desequilíbrio, reduza a aceleração, mantenha o equipamento no solo, e vire as rodas do trator para o lado da descida;

10) Nas descidas, mantenha o trator sempre engatado, com a marcha que usaria para subir;

1) Ao transportar a máquina acoplada ao trator ou nos viradouros do plantio, recomendamos tomar cuidado, reduzindo a velocidade para não forçar o cabeçalho ou a Barra Porta-Ferramentas;

Manual de Instruções JM RL / RLA

12) A não ser em ocasiões específicas, os pedais do freio deverão estar ligados entre si (não independentes); 13) Se após engatar um implemento no sistema de três pontos do hidráulico do trator, verificar que a frente do mesmo está demasiadamente leve, querendo começar a levantar (empinar) coloque os pesos necessários na frente; 14) Ao sair do trator, coloque o câmbio em ponto morto, abaixe os implementos que estiverem levantados, coloque os comandos do sistema hidráulico em posição neutra e acione o freio de estacionamento; 15) Quando abandonar o trator por um longo período, além dos procedimentos do item anterior, pare o motor e engate a primeira velocidade se estiver subindo, ou marcha a ré se estiver descendo; 16) CUMPRA FIELMENTE TODAS AS NORMAS DE SEGURANÇA ELABORADAS PELO FABRICANTE DO TRATOR; 17) DEVERÁ TER O MÁXIMO CUIDADO AO MANUSEAR SEMENTES TRATADAS, DEVENDO SOLICITAR A ASSISTÊNCIA DE UM ENGENHEIRO AGRÔNOMO. NÃO MANIPULAR SEMENTES TRATADAS COM AS MÃOS NUAS; 17.1) DEVERÁ LAVAR AS MÃOS E PARTES EXPOSTAS DO CORPO COM ABUNDÂNCIA DE ÁGUA E SABÃO, AO FIM DE CADA TURNO DE SERVIÇO, PRINCIPALMENTE ANTES DE COMER, BEBER OU FUMAR; 17.2) Não lance restos de sementes tratadas e/ou de pesticidas junto a poços de água potável, cursos de água, rios e lagos; 17.3) Inutilize as embalagens vazias; 17.4) Mantenha as embalagens originais sempre fechadas e em lugar seco, ventilado e de difícil acesso a crianças, irresponsáveis e animais; 17.5) Evite contato com a pele; 17.6) Antes de utilizar pesticidas, LEIA O RÓTULO E SIGA AS INSTRUÇÕES. 18) Ao transitar com a máquina em rodovias, deverá observar os seguintes cuidados adicionais: a) Se a máquina estiver equipada com marcadores de linhas, os braços deverão estar levantados e fixos, com os discos voltados para o interior. b) As máquinas com largura inferior ou igual a 3 metros poderão circular desde que providas da sinalização adequada - consultar o CIRETRAN ou a Policia Rodoviária do seu estado. c) As máquinas que vierem a encobrir as luzes de sinalização traseira do trator, deverão possuir luzes traseiras alternativas.

Ao receber seu Implemento Jumil, confira atentamente os componentes que acompanham a máquina e leia atentamente o certificado de garantia na primeira página do manual de instruções.

Manual de Instruções JM RL / RLA

4 - CARACTERISTICAS TÉCNICAS

MODELOJM RL / RLA 1.6JM RL / RLA 1.8JM RL / RLA 2.0

Largura de Corte1.500 m1.700 m1.900 m Tipo de EngateCat I e Cat ICat I e Cat ICat I e Cat I Potencia Requerida60 cv70 cv75 cv

Altura de Corte (Mínimo/Maximo)20-100 m20-100 m20-100 m

Peso aprox.467 kg510 kg550 kg RPM das facas800 a 1000 800 a 1000 800 a 1000 Nº Facas222

Manual de Instruções JM RL / RLA A

JM RL / RLA 1.6JM RL / RLA 1.8JM RL / RLA 2.0

Medidas Modelos

Manual de Instruções JM RL / RLA 5 - OPCIONAIS

Alinhe o trator com a roçadeira, engate a maquina no hidráulico do trator, logo após o engate do 3 ponto , ajuste-o para que a maquina fique alinhada com o solo (fig 003).

6 - ACOPLAMENTO

5.1 - MONTAGEM DA FACA REBAIXADA (OPCIONAL)

Desaperte a porca e retire o pino que segura a faca (“a” fig. 001). Troque as facas e volte o pino , não se esqueça da porca que fixam o pino.

Fig.001 Fig.002

Fig.003

FACA REBAIXADA COD. 4.01.032 A faca rebaixada foi desenvolvida com a finalidade de fazer um corte rente ao solo, indicada para campos de solo plano e sem entulhos. Para fazer a montagem da mesma proceda da seguinte forma.

Manual de Instruções JM RL / RLA

6.1 - COMO AJUSTAR O CARDAN AO TRATOR E A MÁQUINA

Para o bom funcionamento do cardan, recomendamos seguir as instruções abaixo, antes de iniciar o trabalho: 1- Com a máquina montada no trator, desencaixe o eixo do tubo do cardan. Através dos respectivos botões de pressão, prenda as pontas correspondentes no trator e na máquina. 2- Sobreponha um no outro e efetue em cada um uma marca que delimitará o excedente que deverá ser cortado. Além dessa marca, deverá considerar um folga de 40 m (Fig.004) .

3- Após a determinação dos locais onde vão ser efetuados os cortes, encurte os tubos protetores interno e externo igualmente. Encurte os perfis deslizantes interno e externo no mesmo comprimento dos tubos protetores. Retire todas as pontas e rebarbas, e engraxe os perfis deslizantes.

Fig.005

Fig.00440 m40 m

Manual de Instruções JM RL / RLA 40mm

Fig.006 Fig.007

Fig.008 Fig.009

O tamanho do cardan deverá ser verificado e/ou ajustado se necessário, sempre que mudar de modelo e/ou marca de trator. O não cumprimento, poderá causar sérios danos à máquina e/ou ao cardan.

Ao mudar a máquina de modelo de trator, verifique novamente as instruções anteriores.

Certo Errado

Manual de Instruções JM RL / RLA

O comprimento do cardan deve estar entre os previstos pela norma ISO, e pode ser determinado conforme esquemas seguintes.

Lu = Comprimento util

Comprimento minimo: Acoplamento total

Comprimento de trabalho: Acoplamento aprox. 2/3 Lu 23 Lu

13 Lu Comprimento máx de trabalho: Acoplamento aprox. 1/3 Lu

Fig.010

Fig.011 Fig.012

Manual de Instruções JM RL / RLA

7.1 - Regulagem da Altura de Corte

A regulagem da altura de corte será feita através da roda guia e os esquis. Para esta operação certifique se a maquina não está em funcionamento .

Para regular os esquis afrouxe os dois parafusos que o fixam ao chassi (“a” fig. 013).

A não observância do detalhe, pode ocasionar danos no mancal traseiro da máquina ou no próprio cardan.

I- faça a ligação do movimento da TDP do trator SEMPRE com o motor em regime de marcha lenta, E SÓ APÓS acelere progressivamente até o regime de trabalho - 540 ou 1000 rpm na TDP.

I- ANTES de desligar o TDP do trator, REDUZA a aceleração do motor para o regime de marcha lenta.

O não cumprimento dessas recomendações, poderá causar graves danos à transmissão,

Roda Guia ; para regular a roda guia rdesaperte o parafuso (“a” fig. 014), escolha a altura e reaperte o parafuso.

a fig. 013

7 - REGULAGEM

Após ter realizado esta operação escolha a altura e reaperte os parafusos . Lembrando que há um esqui de cada lado , deixe-os na mesma altura.

Manual de Instruções JM RL / RLA 7.2 - Troca de Facas

Desaperte a porca e retire o pino que segura a faca (“a” fig. 017).

Troque as facas e volte o pino, não se esqueça da porca que fixam o pino.

Fig.017

Nunca troque somente uma faca , para o balanceamento da máquina troque as duas facas.

Certifique-se de que a maquina não esteja acoplada ao trator e proceda da seguinte forma.

Afrouxe as 04 porcas que fixam a base do suporte do redutor (“a”fig.018). Depois desaperte a porca do esticador (“b” fig. 018), até seu limite máximo deixando-o livre. Recue o sistema, retirando assim a correia para reposição.

8 - MANUTENÇÃO 8.1 - Troca das Correias b Fig.018

Manual de Instruções JM RL / RLA

Se a tensão das correias estiver conforme (“A”fig.020), será necessário fazer a correção da mesma, para isto basta soltar os parafusos do suporte do redutor (“a” fig.019) e através do parafuso tensor (“b” fig.019), faça o ajuste da correia deixando conforme mostra a figura (“B”fig,020)

8.2 - Tensão das Correias b Fig.018

Fig.020

É de extrema importância que aproximadamente 08 (oito) horas de trabalho seja verificado a tensão das correias.

Manual de Instruções JM RL / RLA

9.1 - Objetivos da lubrificação

A lubrificação é a melhor garantia do bom funcionamento e desempenho do equipamento. Esta prática prolonga a vida útil das peças móveis e ajuda na economia dos custos de manutenção.

Antes de iniciar o trabalho, certifique-se que o equipamento está adequadamente lubrificado, seguindo as orientações do Plano de Lubrificação.

Neste Plano de Lubrificação, consideramos o equipamento funcionando em condições normais de trabalho; em serviços severos recomendamos diminuir os intervalos de lubrificação.

Antes de iniciar a lubrificação, limpe as graxeiras e substitua as danificadas.

9-LUBRIFICAÇÃO

9.2 - Simbologia de lubrificação

Lubrifique com graxa a base de sabão de lítio, consistência NLGI-2 em intervalos de horas recomendados.

Lubrifique com óleo SAE 140 API-CD em intervalos de horas recomendados.

Intervalos de lubrificação em horas trabalhadas.

Verifique o nível de óleo a cada 60 horas de trabalho, utilize óleo SAE 140 API-CD ou equivalente.

Manual de Instruções JM RL / RLA 9.3 - Tabela de lubrificantes

GRAXA A BASE SABÀO LITIO NLGI-2

LUBRAX GMA-2LM-2ALVANIA EP-2

MP-2 ISAFLEX 2MAXLUB APG-2EP

ESSO MULTI 2 MOBIL GREASE T

ÓLEO SAE 140 API-GL5 LUBRAX TRM-5 SAE-140 HYPOYDE B/EP-140 SPIRAX HD-140 MULTIGEAR EP SAE 140 IPIRGEROL SP-140 MAXLUB MA-135 EP ESSO GX 140 MOBILUBE HD-140

Manual de Instruções JM RL / RLA 9.4 - Pontos de lubrificação

Manual de Instruções JM RL / RLA

Catalogo de Peças JM RL/RLA

As ilustrações dos desenhos em vistas explodidas mostram a montagem típica dos vários conjuntos e peças componentes. Identificando a peça no nº de referência das vistas explodidas, se identifica também o código, nome da peça e/ou conjunto.

As designações de conjuntos e/ou peças direita e esquerda, entendem-se em relações a máquina vista por trás quando acoplada no trator.

Os pedidos de peças deverão ser enviados ao setor de vendas de peças de reposição da JUMIL em impresso padronizado, constando-se a série, modelo e ano de fabricação da máquina, gravados na plaqueta de identificação da mesma.

(Parte 1 de 2)

Comentários