(Parte 1 de 4)

Enfª.Danielle Neris PGET-UERJ

Aspectos Conceituais

Estomaouestomia: origemgrega“stóma”.

Boca ouAbertura

Indica a exteriorização de qualquer víscera ocaatravésdo corpo, porcausasvariadas.

Nomenclatura Sufixo stomia

Classificação

Estomas de Alimentação Estomas de Eliminação Estomas de Vias Aéreas

Estomas de Vias Áereas Traqueostomia

Vias de AlimentaçãoGastrostomia

A gastrostomia éum procedimento cirúrgico para criar uma abertura no estômago com o propósito de administrar alimento e líquidos.

Os candidatos a essa cirurgia são os pacientes com várias patologias que impedem a ingestão de dieta pela via oral por tempo prolongado.

Causas associadas a perda da ingestão alimentar:

– AVE; – Doenças neurológicas;

– Trauma cranioencefálico;

–Transtornosdaboca; faringee esôfagoe segmentoproximal do estômago;

– Estenose;

–Neoplasiasorofaríngeas, esofágicase gástricas;

Procedimento Cirúrgico

Laparotomia Endoscópia percutânea

Contra-Indicações

Ascite; Coagulopatia; Doença da parede gástrica; Cicatrização deficiente; Peritonite; Carcinomatose peritoneal; Varizes gástricas; Refluxo gastroesofágico grave.

Estomas de Alimentação Gastrostomias

Diagnósticos de Enfermagem

Nutrição alterada: menor do que as necessidades corporais;

Risco de infecção; Risco de integridade da pele prejudicada; Distúrbio da auto-imagem;

Risco para tratamento ineficaz do regime terapêutico.

Cuidados com Gastrostomias Prée Pós

Antes darealizaçãodo procedimento, o períodode jejumde 8 a 12 horaséimportante parareduziro riscode aspiraçãoe de complicações consequentes do extravasamento do conteúdo gástrico.

Apósa cirurgiao cateterde gastrostomiase mantemconectadoaosistemade drenagem gravitacional, no períodode 12 a 24 horas;

Cuidados com Gastrostomias

Mantem curativo oclusivo em óstio do cateter.

Quandoa drenagemdo cateteréminima e osruídosintestinaissãonormais, o tubo podeser fechadoe iniciara alimentação.

A infusãodaalimentaçãopoderáser contínua ou intermitente.

A forma de administraçãopoderáser em bolus, gravitacionale porbombainfusora.

Cuidados com Gastrostomias

Durante a administração da dieta manter cabeceira elevada a 45º;

Lavaro cateterapósadministraçãode medicação e após cada etapa da dieta;

Evitar tracionar o cateter; Nãopermitira entradade aratravésdo tubo; Verificarse hásaídade dietapeloostío;

Cuidados com Gastrostomias

Emcasode obstrução, lavarcom águamorna outentaraspiraro conteúdocom seringade 60ml.

Limpara peleaoredordo estomaduasvezesao diacom SF 0,9%, naresidência, emcuidados domiciliares, utiliza-se águae sabãoneutro;

Durantea higienechecarsempresinaisde flogísticos;

Avaliara pelequanto: ulcera, dermatite, exsudação, dor.

Cuidados com Gastrostomias

No casode exteriorizaçãodo cateter, comunicar equipe médica para reposição do mesmo;

Emcasode náuseaouvômitos, comunicaro médico, podendo retardar a administração da dieta, aspirar conteúdo gástrico, ou deixar cateter em sinfonagem.

Manter cuidados com higiene oral;

Orientarfamiliar e paceintequantoaos cuidadosprestadoscom a gastrostomia.

Estomas de Eliminação

(Parte 1 de 4)

Comentários