Trabalho sobre a NR-22

Trabalho sobre a NR-22

03

22.30 – Proteção Contra Inundações

Para cumprir este item a empresa ou o permissionário de lavra garimpeira deve adotar medidas que possam prevenir possíveis inundações, para tal a empresa deve tomar por base os estudos hidrogeológicos previsto nesta mesma NR.

Ainda serão adotadas as seguintes providencias:

Manter o controle da água que esta sendo bombeada e suas variações ao longo do tempo; e

Ter um sistema de comunicação eficiente para comunica possíveis sinistros e fazer uma rápida evacuação

22.32 – Operações de Emergência

Este item fala que toda mina deverá ter um plano de emergência que tenha no mínimo os seguintes requisitos:

  1. Identificação de riscos maiores;

  2. Procedimentos para operações em caso de, incêndios, paralisação do sistema de energia e consequentemente o sistema de ventilação, acidentes maiores e outras situações de emergência envolvendo produtos e insumos utilizados na mina;

  3. Localização dos equipamentos ou materiais a serem utilizados em emergência ou prestação de primeiros socorros;

  4. Ter uma brigada de emergência para atuar em caso de algum sinistro;

  5. Treinamentos periódicos da brigada de emergência;

  6. Simulações periódicos que representem acidentes sinistros afim de mobilizar o contingente da mina diretamente afetada pelo evento;

  7. Deverá ter áreas e instalações destinadas e devidamente equipadas para refugio e prestação de primeiros socorros;

  8. Sinalização de emergência interna e externas e um sistema de comunicação ativa;

  9. Articulação de empresa com órgãos da defesa civil.

O supervisor tem que conhecer e também divulgar os procedimentos do plano de emergência para todos os subordinados.

É dever da empresa proporcionar treinamentos com aulas praticas e teóricas semestralmente.

Também deve ser realizado anualmente simulações de emergência envolvendo todos os funcionários .

Já nas minas de subsolo é necessário ter refúgios equipados para abrigar no pessoal e presta os primeiros socorros em caso de emergência.

22.33 – Vias e Saídas de Emergência

É obrigatório, toda mina possuir no mínimo duas vias de acesso para a superfície, sendo, uma via principal e a outra, via de emergência, ambas separadas entre si de modo que a intercepção de uma não atrapalhe o trafego pela outra via. Não se aplicando esta regra quando a mina esta em fase de abertura.

04

Na mina deve haver vias que se liguem as duas vias principais sendo que uma delas é a via de emergência. Tais vias devem possibilitar a evacuação mais rápida e segura dos trabalhadores, devendo também o numero de funcionários ser devidamente distribuídos conforme o plano de emergência.

Essas vias de saída devem ser direcionadas o mais diretamente possível para o exterior, zona de segurança ou o ponto de concentração previamente determinado e sinalizado.

As portas que dão acesso as vias de saída e as de emergência não devem estar obstruídas e nem mesmo trancadas, e também devem estar devidamente sinalizadas.

Os planos inclinados e chaminés destinados à saída de emergência devem possuir escadas construídas e instaladas conforme citadas no item 22.10, que diz , que as escadas devem ser fixas de um modo seguro, possuir degraus e lances uniformes, ter espelhos entre os degraus com altura entre dezoito e vinte centímetros, possuir distância vertical entre planos ou lances no máximo de três metros e sessenta centímetros e ser provida de guarda-corpo existente e com uma altura entre noventa centímetros e um metro.

Comentários