Praticas de Parasitologia

Praticas de Parasitologia

(Parte 3 de 5)

Ciclo do Cisticerco

Taenia saginata

SISTEMÁTICA: FILO: Platyelminthes CLASSE: Cestoda ORDEM: Cyclophyllidae FAMÍLIA: Taeniidae GÊNERO: Taenia ESPÉCIE: T. saginata, Cystucercus bovis

Adulto escolex quadrangular com 4 ventosas, sem rostro armado, sem acúleos.

Colo situado imediatamente abaixo do escolex, sem segmentação, dando origem as proglotes jovens. É conhecido como zona de crescimento. Estróbilo é o corpo do helminto, formado pela união de proglotes jovens, maduras e grávidas. Proglote grávida: retangular com poro genital nítido, numerosas ramificações uterinas do tipo dicotômicas. Cysticercus bovis: é a larva da T. saginata, difere do C. cellulosae apenas pela ausência do rostelo.

_ PARASITOLOGIA NA PRÁTICA Alexis Galeno Matos........................................................................................ 2

Proglote tipo dicotômicas da T. saginata

Escolex da T. saginata

Ovo de Taenia sp.:Esférico, constituído por uma casca protetora denominada embrióforo, formado por blocos piramidais de quitina unidos entre si por substância cimentante. Dentro do embrióforo encontramos a oncosfera com dupla membrana e pares de acúleos. Embrião hexacanto.

Ovos de T. saginata

_ PARASITOLOGIA NA PRÁTICA Alexis Galeno Matos........................................................................................ 23

Cryptosporidium:

SISTEMÁTICA: SUB-REINO: Protozoa FILO: Apicomplexa CLASSE: Sporozoea ORDEM: Eucoccidiida FAMÍLIA: Cryptosporidiidae GÊNERO: Cryptosporidium

Desenvolve-se em microvilosidades de células epiteliais do Trato gastrointestinal. Parasita a parte externa do citoplasma dando a impressão de ser extracelular. Encontrado nos tecidos, fezes e meio ambiente. Os oocistos são esféricos com 4 esporozoítos livres no interior.

Oocistos de cryptosporidium e seu ciclo:

_ PARASITOLOGIA NA PRÁTICA Alexis Galeno Matos........................................................................................ 24

Isospora belli:

SISTEMÁTICA: SUB-REINO: Protozoa FILO: Apicomplexa CLASSE: Sporozoea ORDEM: Eucoccidiida FAMÍLIA: Eimeriidae GÊNERO: Isospora ESPÉCIE: I. belli

Forma oval, membrana dupla. São oocistos com 2 esporocistos e com 4 esporozoítos em cada um. São monoxenos com multiplicação assexuada. Oocisto maduro apresenta o esporoblasto em divisão e imaturo apresenta esporoblasto único.

Oocisto maduro Oocisto imaturo

_ PARASITOLOGIA NA PRÁTICA Alexis Galeno Matos........................................................................................ 25

Toxoplasma gondii

SISTEMÁTICA: SUB-REINO: Protozoa FILO: Apicomplexa CLASSE: Sporozoea ORDEM: Eucoccidiida FAMÍLIA: Sarcocystidae GÊNERO: Toxoplasma ESPÉCIE: T.gondii

Taquizoíto: encontrado na fase aguda, é uma estrutura extracelular em forma de banana ou meia lua, com uma extremidade mais afilada e outra arredondada e o núcleo em posição mais ou menos central. Encontrada nos líquidos orgânicos, células SMF e células hepáticas, pulmonares, nervosa, submucosa e musculares

Bradizoíto: é a forma encontrada em vários tecidos (musculares esqueléticos, cardíacos, nervoso e retina) geralmente durante a fase crônica da infecção. Cisto com bradizoítos: possui uma parede dupla bastante resistente ás condições do meio ambiente. São esféricos e após esporulação no meio ambiente contem dois esporocistos, com quatro esporozoítos.

Oocisto: é a forma de resistência que possui uma parede dupla. São produzidos nas células intestinais de felídeos não imunes e eliminados nas fezes. Após esporulação no meio ambiente contem dois esporocistos com 4 esporozoitos cada.

Cisto com bradizoítoTaquizoíto Oocisto

_ PARASITOLOGIA NA PRÁTICA Alexis Galeno Matos........................................................................................ 26

Ciclo do T. gondii

Plasmodium sp.

SISTEMÁTICA: SUB-REINO: Protozoa FILO: Apicomplexa CLASSE: Sporozoea ORDEM: Eucoccidiida FAMÍLIA: Plasmodiidae GÊNERO: Plasmodium ESPÉCIE: P. vivax, P. falciparum

Esquizonte de P. vivax: parasita hemácias que se apresentam maiores que a não parasitadas, presença de vários núcleos nítidos. Trofozoíto jovem de P.vivax: dentro da hemácia com contorno irregular e um pouco maior que as demais, hipocrômica, cromatina espessa, única, com esfera do anel para dentro. Gametócito de P.vivax hemácia aumentada, cromatina difusa e pigmentos maláricos.

_ PARASITOLOGIA NA PRÁTICA Alexis Galeno Matos........................................................................................ 27

O esquizonte de P. falciparum só é observado em sangue periférico em formas graves da doença. Trofozoíto de P. falciparum maiores que o do P. vivax, apresentam forma de anel de bacharel, de ferradura, podem causar multiparasitismo em hemácias, que apresentam normociticas e normocrômicas. Gametócito de P. falciparum presença de pigmentos malárico, forma de banana, marginal a hemácia. Macro: cromatina puntiforme, gametócito feminino. Micro: espalhada, gametócito masculino

Esquizonte P. falciparum Gametócito P. falciparum
Trofozoito P. falciparum Trofozoito P. falciparum
Esquizonte P.vivaxGametócito P.vivax

_ PARASITOLOGIA NA PRÁTICA Alexis Galeno Matos........................................................................................ 28

Trofozoito P. vivax Esquizonte rompido P. vivax Ciclo do Plasmodium

_ PARASITOLOGIA NA PRÁTICA Alexis Galeno Matos........................................................................................ 29

Trypanosoma e Leishmania

SISTEMÁTICA: SUB-REINO: Kinetoplastida FILO: Sarcomastigophora CLASSE: Zoomastigophorea ORDEM: Kinetoplastida FAMÍLIA: Trypanosomatidae GÊNERO: Trypanosoma e Leishmania

Forma amastigota: forma arredondada ou oval, com flagelo que não se exterioriza (ambos os gêneros). Promastigota: forma alongada com cinetoplasto anterior ao núcleo; o flagelo torna-se livre através da porção anterior da célula (Leishmania). Epimastigota: forma alongada com cinetoplasto justanuclear e anterior ao núcleo; possui pequena membrana ondulante lateralmente(Trypanosoma). Tripomastigota: forma alongada com cinetoplasto posterior ao núcleo; o flagelo forma uma extensa membrana ondulante e torna-se livre na porção anterior da célula (Trypanossoma). Paramastigota: forma intermediária entre as formas pro e opimastigota, cinetoplasto justa nuclear (Leishmania).

forma amastigota Promastigota de leishmania
tripomastigotaepimastigota de trypanosoma

_ PARASITOLOGIA NA PRÁTICA Alexis Galeno Matos........................................................................................ 30 tripomatigota de trypassoma tripomasgota Ciclo da Leishmania

_ PARASITOLOGIA NA PRÁTICA Alexis Galeno Matos........................................................................................ 31

Ciclo do Trypanossoma

Giardia lamblia

SISTEMÁTICA: SUB-REINO: Protozoa FILO: Sarcomastigophora CLASSE: Zoomastigophorea ORDEM: Diplomonadida FAMÍLIA: Hexamitidae GÊNERO: Giardia ESPÉCIE: G.lamblia

Os trofozoítos apresentam dois núcleos ovalados próximo a extremidade anterior. Possui 4 pares de flagelos ( 1 par anterior, 1 par ventral, 1 posterior e 1 par caudal). Apresenta espaços claros ao redor do núcleo, ventosas, forma piriforme, sem membrana ondulante. O cisto é oval e elipsóide. No seu interior, encontram-se dois ou 4 núcleos , um número variável de fibrilas e os corpos escuros com forma de meia lua situado no pólo oposto aos núcleos.

Alexis Galeno Matos32

_ PARASITOLOGIA NA PRÁTICA Trofozoíto de Giardia Trofozoíto de Giardia Giardia lamblia

Ciclo da G. lamblia

Trichomonas vaginalis

SISTEMÁTICA: SUB-REINO: Protozoa FILO: Sarcomastigophora SUB FILO: Mastigophora CLASSE: Zoomastigophorea ORDEM: Trichomonadida FAMÍLIA: Trichomonadidae GÊNERO: Trichomonas ESPÉCIE: T. vaginalis

Possui apenas forma trofozoito. São piriformes ou ovóides. Flagelo recorrente, núcleo alongado, eixo hialino (axóstilo) se exteriorizando, 4 flagelos projetados para porção anterior, complexo granular basal, com 1 núcleo alongado elipsóide, próximo a extremidade anterior com dupla membrana nuclear e pode apresentar nucléolo, presença de membrana ondulante.

T. vaginalis e seu ciclo

(Parte 3 de 5)

Comentários