Saúde do Homem - Perfil Laboratorial do Homem

Saúde do Homem - Perfil Laboratorial do Homem

(Parte 4 de 6)

Valor de referência: Homens adultos Metanefrina26 a 230 µg/24h Normetanefrina44 a 450 µg/24h Total90 a 690 ug/24h

O diagnóstico de feocromocitoma requer a identifi cação da hipersecreção de catecolaminas. Valores de metanefrina total > 1.300 ug/24 horas são sugestivos de feocromocitoma.

O ácido vanilmandélico (VMA) é o principal metabólito da epinefrina e da norepinefrina. Apresenta sensibilidade inferior à dosagem de metanefrinas. Vários medicamentos e alimentos podem interferir em sua determinação.

Valor de referência Acima de 15 anosDe 2,0 a 7,0 mg/24 h

Coagulograma O coagulograma contém testes de triagem para avaliação da hemostasia. Esse teste inclui: o tempo de protrombina (TAP ou TP); o tempo de tromboplastina parcial ativado; a contagem de plaquetas. Indicações: É indicado nos casos em que há tendência a hemorragia, antes de intervenções cirúrgicas e no controle de terapêutica anticoagulante pela heparina. Na fase estável de anticoagulação oral, os indivíduos devem ser monitorados com resultados de TP expressos em INR*. Na maioria dos casos de uso de anticoagulante oral, o INR tem de ser mantido entre 2,0 e 3,0.

* INR (Razão Normalizada Internacional) é o TP corrigido a padrões mundiais.

Valor de referência Tempo de protrombina (TP)Até 13,1 segundos

Tempo de tromboplastina parcial ativado (TTPA): relação TTPA do paciente/TTPA do pool normalAté 1,26

Plaquetas150.0 a 450.0/mm3

* INR (Razão Normalizada Internacional) é o TP corrigido a padrões mundiais.

Apresenta sensibilidade inferior à dosagem de metanefrinas. Vários medicamentos e alimentos

26 a 230 µg/24h ragangliomas, neuroblastomas e ganglioneuromas. 26 a 230 µg/24h

Cortisol O cortisol, principal glicocorticoide endógeno, é sintetizado pela camada fasciculada da córtex adrenal, sendo de importância capital para o metabolismo orgânico e inorgânico. Obedece um ritmo circadiano, sendo mais elevado pela manhã e mais baixo à noite. Indicação: No diagnóstico de hiperfunção da adrenal (síndrome de Cushing), para o qual o teste de supressão com dexametasona é bastante sensível, e na detecção de hipofunção adrenal primária (Addison) ou secundária, na qual o teste de estímulo com ACTH é útil.

Valor de referência CortisolEntre 7 e 9 horas: 5,4 a 25,0 µg/dL (149 a 690 nmol/L)

Teste da dexametasona Tomar dexametasona, 1 mg, na noite anterior ao exame. Em normais, espera-se a depressão dos níveis de cortisol para valores abaixo de 5 µg/dL.

Valor de referência: ACTH Condições basaisaté 46 pg/mL entre 7h e 10h da manhã

Clearence de creatinina O teste é útil na avaliação funcional renal. É mais sensível que a determinação sérica isolada. A depuração está diminuída em: Insufi ciência cardíaca congestiva.

Desidratação grave.

Nefropatias agudas e crônicas.

Na insufi ciência renal terminal serve para indicar estados em que processos dialíticos se tornam imperiosos. Pode estar aumentada após exercícios físicos, em diabetes (fase inicial), hipertireoidismo e acromegalia. No clearence os valores séricos e urinários são medidos e a depuração é calculada e corrigida tendo em vista a superfície corporal.

Valor de referência Homem85 a 125 mL/min/1,73 m2 calculada e corrigida tendo em vista a superfície corporal.

Em normais, espera-se a depressão dos níveis de cortisol para valores abaixo de 5 µg/dL.

Entre 7 e 9 horas: 5,4 a 25,0 µg/dL (149 a 690 nmol/L) primária (Addison) ou secundária, na qual o teste de estímulo com ACTH é útil.

Eletrólitos (Ca, Na, K )

Cálcio

A hipercalcemia é encontrada em: Hiperparatireoidismo.

Neoplasias com ou sem metástases ósseas.

Mieloma.

Desidratação.

Hipervitaminose D.

Hipertireoidismo.

Uso de diuréticos e estrógenos.

Níveis baixos são encontrados: Osteomalácia.

Pancreatite.

Hipomagnesemia.

Hipervolemia.

Diminuições da albumina.

Situações que cursam com fósforo elevado (insufi ciência renal, hipoparatireoidismo).

Níveis críticos de cálcio total são aqueles inferiores a 6 mg/dL e superiores a 14 mg/dL. A dosagem do cálcio iônico evita as distorções causadas pelas variações dos níveis da albumina, mas é infl uenciada, por sua vez, pelas condições de equilíbrio ácido-básico Cálcio urinário é útil na investigação dos efeitos da vitamina D e PTH sobre a reabsorção óssea. Também é utilizado na avaliação de nefrolitíase. Sua determinação é preferida na urina de 24 horas, realizando a razão cálcio/creatinina. A hipercalciúria é encontrada em hipercalcemias, corticoterapia, osteoporose, acromegalia, hipertireoidismo, feocromocitoma e Cushing. A hipocalciúria pode ser secundária à hipocalcemia, à insufi ciência renal, à osteomalácia, ao raquitismo, à alcalose e ao uso de diuréticos.

Valor de referência: Cálcio total sérico8,6 a 10,3 mg/dL Cálcio iônico1,1 a 1,40 mmol/L Cálcio (urina 24h)Adultos: 5 a220 mg/dia

Sódio Avaliação eletrolítica, balanço ácido-básico, balanço da água, intoxicação aquosa. Hipernatremia no aldosteronismo primário, síndrome de Cushing, diabetes insipidus, hiperglicemia. Hiponatremia, sem insufi ciência cardíaca ou de hidratação, sugere hipotireoidismo, hipopituitarismo, Addison, meningite, tumor cerebral ou abscesso, trauma cerebral, cirrose, insufi ciência cardíaca congestiva.

Valor de referência Sérico136 a 145 mEq/L Urina 24h30 a 90 mEq/L; 40 a 220 mEq/24h

Potássio O potássio sérico é útil em avaliação do balanço eletrolítico, análises de pacientes em diureticoterapia, pacientes tratados por acidose, prevenção de arritmias cardíacas, aldosteronismo primário, síndrome de Cushing, tumor ectópico de ACTH, hiperplasia congênita adrenal, insufi ciência renal, acidose tubular renal. A medida da potassiúria de 24 horas é fundamentalmente interessante para efetuar o balanço das entradas e saídas de potássio nos estudos fi siopatológicos. Na prática cotidiana não apresenta mais que um interesse limitado: o de auxiliar no diagnóstico etiológico da hipopotassemia não explicada.

Valor de referência Sérico3,5 a 5,1 mEq/L Urina 24h 25 a 125 mEq/24h

Espermograma A exploração do testículo endócrino e exócrino ocupa um lugar importante no estudo das esterilidades do casal. A análise do esperma inclui a quantifi cação, a avaliação da motilidade e o estudo morfológico dos espermatozoides e a contagem de leucócitos. Indicações: O exame é útil no estudo da fertilidade e no controle de vasectomia. Da mesma forma, se aplica em casos de disgenesias gonadais, orquites e caxumba com atrofi a testicular e também durante o uso de algumas drogas (cimetidina, estrógenos, metiltestosterona e citotóxicos), uma vez que há diminuição do número de espermatozoides nessas situações. No controle pós-vasectomia o tempo médio para atingir a azoospermia é de cerca de seis meses um interesse limitado: o de auxiliar no diagnóstico etiológico da hipopotassemia não explicada.

Valor de referência AspectoHabitual (branco perolado) LiquefaçãoInferior a 30 minutos Viscosidade Normal Volume2,0 a 5,0 mL Número de espermatozoides> 20 milhões/mL, > 40 milhões no volume total Formas rápidas e direcionais> 60% na 1ª hora e > 40% na 6ª hora pH7,0 a 8,3

Outras células: Leucócitos: quantidade inferior a 1 milhão/mL.

Células germinativas: quantidade inferior a 1 milhão/mL.

Morfologia segundo classifi cação da Organização Mundial da Saúde (OMS): Valor de referência: > 30% de formas ovais.

Morfologia estrita de espermatozoides Valor de referência

(Parte 4 de 6)

Comentários