A Monografia e sua Estrutura Formal

A Monografia e sua Estrutura Formal

(Parte 1 de 5)

A Monografia e sua Estrutura Formal

1.1 - Os Elementos da Estrutura Formal da Monografia

O projetar e o desenvolver são bastante desafiadores para o autor de uma monografia; é o momento que exige uma integração de experiências pessoais e as conjunturas institucionais e burocráticas. A norma 14724 da ABNT, com revisão em 2005, estabelece a estrutura para a elaboração e apresentação de uma monografia. O documento estabelece como se deverá apresentar.

1.2 - Elementos Pré-textuais

Os elementos pré-textuais antecedem o texto com informações que ajudam na identificação e utilização do trabalho, na ordem descrita a seguir.

Elemento obrigatório, para proteção externa do trabalho e sobre o qual se imprimem as informações indispensáveis à sua identificação, na seguinte ordem: a) nome da instituição (opcional); b) nome do autor; c) título; d) subtítulo se houver; e) local (cidade) da instituição onde deve ser apresentado; f) ano de depósito (da entrega).

1.2.2 - Folha de Rosto

Elemento obrigatório, que contém os elementos essenciais à identificação do trabalho e deve estar de acordo com o referido abaixo. Os elementos devem figurar na seguinte ordem:

a) nome do autor: responsável intelectual do trabalho; b) título principal do trabalho: deve ser claro e preciso, identificando o seu conteúdo e possibilitando a indexação e recuperação da informação; c) subtítulo: se houver, deve ser evidenciada a sua subordinação ao título principal, precedido de dois pontos; d) natureza (neste caso monografia) e objetivo (aprovação no curso de especialização lato sensu); nome da instituição a que é submetido; área de concentração; e) nome do orientador e, se houver, do co-orientador; f) local (cidade) da instituição onde deve ser apresentado, e; g) ano de depósito (da entrega).

1.2.3 - Folha de Aprovação

Elemento obrigatório, colocado logo após a folha de rosto, constituído pelo nome do autor do trabalho, título do trabalho e subtítulo (se houver), natureza, objetivo, nome da instituição a que é submetido, área de concentração, data de aprovação, nome, titulação e assinatura dos componentes da banca examinadora e instituições a que pertencem. A data de aprovação e assinaturas dos membros componentes da banca examinadora são colocadas após a aprovação do trabalho.

1.2.4 – Dedicatória e Agradecimentos

Elementos opcionais, onde o autor presta homenagem ou dedica seu trabalho, dirigido àqueles que contribuíram de maneira relevante à elaboração do trabalho.

Editora Keimelion

Revisores de textos http://www.keimelion.com.br

Elemento opcional, onde o autor apresenta uma citação, seguida de indicação de autoria, relacionada com a matéria tratada no corpo do trabalho. Podem também constar epígrafes nas folhas de abertura das seções primárias.

O resumo destaca as partes mais relevantes do estudo, tais como: o problema, os procedimentos utilizados, as hipóteses e o principal resultado alcançado. Elemento obrigatório da monografia, o resumo é constituído de uma seqüência de frases concisas e objetivas e não de uma simples enumeração de tópicos, não ultrapassando 500 palavras. Segundo a ABNT NBR 6028 o resumo é constituído de um só parágrafo. O resumo é seguido, logo abaixo, das palavras representativas do conteúdo do trabalho, isto é, palavras-chave1, conforme a ABNT NBR 6028.

1.2.7 - Lista de Ilustrações

Elemento opcional, que deve ser elaborado de acordo com a ordem apresentada no texto, com cada item designado por seu nome específico, acompanhado do respectivo número da página. Quando necessário, recomenda-se a elaboração de lista própria para cada tipo de ilustração (desenhos, esquemas, fluxogramas, fotografias, gráficos, mapas, organogramas, plantas, quadros, retratos e outros).

1.2.8 - Lista de Tabelas

Elemento opcional, elaborado de acordo com a ordem apresentada no texto, com cada item designado por seu nome específico, acompanhado do respectivo número da página.

1.2.9 - Lista de Abreviaturas e Siglas

Elemento opcional, que consiste na relação alfabética das abreviaturas e siglas utilizadas no texto, seguidas das palavras ou expressões correspondentes grafadas por extenso. Recomenda-se a elaboração de lista própria para cada tipo.

1.2.10 - Lista de Símbolos

Elemento opcional, que deve ser elaborado de acordo com a ordem apresentada no texto, com o devido significado.

Elemento obrigatório, cujas partes são acompanhadas do(s) respectivo(s) número(s) da(s) página(s).

Havendo mais de um volume, em cada um deve constar o sumário completo do trabalho, conforme a ABNT NBR 6027.

1.3 - Elementos Textuais

Constituídos de três partes fundamentais: introdução, desenvolvimento e conclusão. 1.3.1 - Introdução

Parte inicial do texto, onde devem constar a delimitação do assunto tratado, objetivos da pesquisa e outros elementos necessários para situar o tema do trabalho.

1.3.2 - Desenvolvimento

Parte principal do texto, que contém a exposição ordenada e pormenorizada do assunto. Divide-se em seções e subseções, que variam em função da abordagem do tema.

Parte final do texto, na qual se apresentam conclusões correspondentes aos objetivos ou hipóteses. 1.4 - Elementos Pós-textuais

1 As palavras chave - São palavras (no máximo quatro) retiradas do texto que representam o seu conteúdo. As palavras-chave se destinam a identificar e agrupar as monografias por assuntos/áreas, para que os mesmos possam ser localizados com mais facilidade nas bibliotecas.

Editora Keimelion

Revisores de textos http://www.keimelion.com.br

Os elementos pós-textuais são apresentados abaixo. 1.4.1 – Referências Bibliográficas

Elemento obrigatório, elaborado conforme a ABNT NBR 6023. 1.4.2 - Apêndice(s)

Elemento opcional. O(s) apêndice(s) é/são identificados por letras maiúsculas consecutivas, travessão e pelos respectivos títulos. Excepcionalmente utilizam-se letras maiúsculas dobradas, na identificação dos apêndices, quando esgotadas as 23 letras do alfabeto. As informações contidas nos apêndices são de elaboração do próprio autor.

Exemplo: APÊNDICE A – Avaliação numérica de células inflamatórias totais aos quatro dias de evolução. APÊNDICE B – Avaliação de células musculares presentes nas caudas em regeneração.

Elemento opcional. O(s) anexo(s) é/são identificados por letras maiúsculas consecutivas, travessão e pelos respectivos títulos. Excepcionalmente utilizam-se letras maiúsculas dobradas, na identificação dos anexos, quando esgotadas as 23 letras do alfabeto. As informações dos anexos não representam elaboração do autor.

Exemplo: ANEXO A – Representação gráfica de contagem de células inflamatórias presentes nas caudas em regeneração – Grupo de controle I (Temperatura...).

ANEXO B – Representação gráfica de contagem de células inflamatórias presentes nas caudas em regeneração – Grupo de controle I (Temperatura...).

Os Elementos da estrutura formal de uma monografia constituem uma rede complexa de idéias numa lógica de modo que possa garantir o método do trabalho acadêmico.

2.1 - Regras Gerais de Apresentação

Objetiva-se aqui reconhecer as regras gerais de apresentação de uma monografia. 2.2 - Formato

Os textos devem ser apresentados em papel branco, formato A4 (21 cm x 29,7 cm), digitados ou datilografados no anverso das folhas, com exceção da folha de rosto cujo verso deve conter a ficha catalográfica, impressos em cor preta, podendo utilizar outras cores somente para as ilustrações.

Recomenda-se, para digitação, a utilização de fonte tamanho 12 para todo o texto, excetuando-se as citações de mais de três linhas, notas de rodapé, paginação e legendas das ilustrações e das tabelas que devem ser digitadas em tamanho menor e uniforme.

No caso de citações de mais de três linhas, deve-se observar também um recuo de 4 cm da margem esquerda. Para textos datilografados, observa-se apenas o recuo.

As folhas devem apresentar margem esquerda e superior de 3 cm; direita e inferior de 2 cm. 2.4 - Espaçamento

(Parte 1 de 5)

Comentários