Faculdade de estudos administrativos de minas gerais fead

Faculdade de estudos administrativos de minas gerais fead

13

FACULDADE DE ESTUDOS ADMINISTRATIVOS DE MINAS GERAIS FEAD-MG

Marcos Pires Canuto(173969)

Marlene F. L. Epaminondas (354876)

Joaquim dos Santos Ricardo (997524)

PROJETO TURÍSTICO

A EVOLUÇÃO DA IGUALDADE SOCIAL

Belo Horizonte

2010

Marcos Canuto

Marlene Epaminondas

Joaquim Ricardo

PROJETO TURÍSTICO

A EVOLUÇÃO DA IGUALDADE SOCIAL

Trabalho apresentado à disciplina de Planejamento e Organização do Turismo II do curso de graduação em Turismo da Faculdade de Ensino Administrativo de Minas Gerais.

Orientador: Tiago Brito

Belo Horizonte

2010

DEDICATÓRIA

Dedicamos este trabalho primeiramente a Deus por ter nos dado vida e saúde, aos nossos pais por ter colocado nós no mundo e a você professor, por ter nos disponibilizado um pouco do seu tempo para nos ensinar a sabedoria através do seu conhecimento, por isso, fica aqui registrado neste trabalho, o nosso reconhecimento a vocês que nos deram a oportunidade de vencer na vida, superando os nossos obstáculos, obrigado a todos por fazerem parte de nossas vidas.

AGRADECIMENTO

Agradeço a todos os que de uma forma ou de outra, colaboraram para o desenvolvimento desse trabalho que aqui está representado por nós e agradecemos também toda a equipe de colaboradores da Fead-Mg que ter nos dado o suporte necessário para sanar nossas dúvidas, a esta “mão amiga” também ficam os nossos sinceros agradecimentos.

EPÍGRAFE

PERSISTIR

Antes que o dia termine, cuide para não deixar seus sonhos encostados no canto das lamentações, abandonados ao parecer do impossível.Não sem ao menos tentar, não sem ao menos idealizar um plano de metas.Triste não é o "não realizar", triste é o abandonar do barco, é nem começar a corrida, é o medo de ter medo, é o não tentar... Persiste!Ainda que as lágrimas impeçam a boa visão, ainda que as pessoas digam não, ainda que o tempo mude e o vento sopre para outra direção, ainda assim, o ponto final ainda pode ser reescrito, e é assim que os vitoriosos conseguem conquistar: quando vencem a si mesmos.Não há segredo, nem mistério, há sim, uma força além do normal, um estado de confiança que ultrapassa as dificuldades, pois quem espera que a vida seja feita de pétalas, acaba se espetando no primeiro espinho, e sangrando desiste, e chorando se lamenta. Persiste!Segue esse caminho que você traçou, sabendo que toda montanha tem duas faces, logo depois da cansativa subida vem à descida, se está muito calor, logo vem à chuva, e depois do longo inverno, a Primavera traz o renascer.O Sol ainda brilha lá fora, mas é preciso sair de casa para senti-lo! Tenha coragem, persiste, ainda que seja noite, amanhã será o seu dia de brilhar!Acredite em você!

(Autor Desconhecido)

Você consegue o melhor dos outros quando dá o melhor de si mesmo.

(Harry Firestone)

LISTA DE TABELA

ETAPAS DO PLANEJAMENTO......................................................................................................... 09

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO..................................................................................................................................... 07

A EVOLUÇÃO DA IGUALDADE SOCIAL........................................................................................... 08

CONCLUSÃO....................................................................................................................................... 11

REFERÊNCIAS.................................................................................................................................... 12

INTRODUÇÃO

Este trabalho de elaboração do projeto turístico tem a finalidade de desenvolver um complexo turístico recreativo voltado àquelas pessoas que, na maioria das vezes, são descriminadas entre a sociedade, então, é através desse pensamento que o projeto foi pensado, para dar maior dignidade a vida desses cidadãos e dar a eles uma inclusão social não só no cotidiano das pessoas, mas também no que diz respeito ao entretenimento e lazer das mesmas.

A EVOLUÇÃO DA IGUALDADE SOCIAL

Todos nós precisamos de apoio para solucionar os nossos problemas, as pessoas carentes e as que têm dificuldade em se locomover principalmente. As autoridades vendo que essas pessoas deveriam ter mais liberdade para se adaptar na sociedade, resolveram desenvolver um projeto em que todas essas pessoas desse nível, tivessem o direito ao entretenimento e lazer onde todos nós devemos ser vistos como um cidadão digno e igual nos direitos, perante qualquer outro cidadão. Porém, o Governo Estadual, com o apoio do Governo Federal, decidiriam desenvolver um projeto de entretenimento turístico para pessoas carentes e com necessidades especiais, assim, todos iriam ter direito a uma vida mais justa e igualitária em toda a sociedade.

O objetivo do projeto visa incluir todas as pessoas carentes e com necessidades especiais, (independente de raça, cor ou sexo) no mesmo direito em que um cidadão comum tem. Olhando por esse lado, os Governos Estaduais como o apoio do Governo Federal, decidiram ir além de lutar por igualdade social só nas questões de saúde, alimentação, entre outras, no entanto, resolveu fazer algo a mais por essas pessoas que vivem esquecidas ou descriminadas pela sociedade, proporcionando entretenimento e diversão para os mesmos, com a finalidade de interagir os beneficiados na área voltada ao lazer.

Para se desenvolver um projeto, antes é preciso ter um bom planejamento para que possam ser discutidas as etapas de realização do projeto, segundo Barreto (1991, p.15), os principais princípios que orientam o planejamento são: o da inerência; da universalidade; da unidade; da previsão e da participação.

Barreto (1991, p. 41) explica sobre os documentos de planejamento, que a diferença entre plano, programa e projeto está relacionada à sua área de abrangência e seu grau de abstração: “O plano é a filosofia geral que abrange o sistema por inteiro. O programa abrange um setor e constitui uma proposta prática aprofundada do plano e, por fim, o projeto que abrange o detalhamento das alternativas de intervenção, constituindo-se na unidade elementar do sistema”.

Os conceitos e definições de planejamento levam a ideia de sistema e de ordenação, sendo assim, o planejamento tem como predicado fundamental decisões sucessivas, ou seja, as etapas a serem cumpridas a fim de alcançar os objetivos a que se propõe. Petrocchi (2002, p. 51) lista as etapas a serem observadas:

Etapas do Planejamento

Item

Etapa

Ações

1

Análise macro ambiental

conhecer o entorno à organização, o mercado e a situação interna

2

Elaboração do diagnóstico

sumário que reflete os levantamentos da análise macroambiental

3

Definir objetivos

o que se quer atingir

4

Determinar prioridades

- o que é mais importante;

- em que ordem

5

Identificar os obstáculos, as dificuldades

- listar quais são;

- sua intensidade;

- influência sobre o resultado.

6

Criar os meios, os mecanismos

- visam minimizar obstáculos;

- analisar e escolher alternativas

7

Dimensionar recursos necessários

- quantificar os recursos;

- em que ordem de necessidade

8

Estabelecer responsabilidade

especificar volumes padrões, fluxos, áreas críticas etc.

9

Projetar cronograma

definir prazos de execução, volumes de produção, custos, parâmetros etc.

10

Estabelecer pontos de controle

- escolher áreas-chave;

- estabelecer critérios

O projeto será desenvolvido para motivar as pessoas que sofrem com a descriminação, essas que, por sua vez, se sentem excluídas da sociedade, devido ao esquecimento por parte das pessoas que as cercam.

O projeto terá abrangência nacional, destacando a oportunidade de inúmeras vagas de empregos durante a realização da obra que terá em cada estado, um complexo recreativo turístico, de reconhecimento a nível nacional, onde todos os beneficiados estarão cadastrados em seu estado e podendo também se deslocar para outros estados, para desfrutar do benefício em outras localidades, como exemplo, tem o clube do SESC que tem validade nacional para seus cadastrados, independente do estado. As pessoas que estiverem cadastradas poderão passar por um período de dois dias hospedados no complexo recreativo uma vez a cada dois meses, fazendo uma divisão do número de participantes em oito grupos para ter a disponibilidade de vagas para todos os inclusos no projeto. Essas pessoas irão usufruir de inúmeros benefícios como, aula de artesanato, hidroginástica, fisioterapia, spar, palestras educativas, inclusão digital entre outros.

O projeto deverá ser desenvolvido em uma localidade escolhida pelo Governo de cada estado, podendo esse, ser localizado na capital ou interior, seja na zona urbana, seja na zona rural, mas que de preferência tenha todos os recursos necessários para facilitar a locomoção dessas pessoas.

O primeiro passo para a realização deste projeto dar-se-á da iniciativa dos Governos Federal e estaduais, lançando um edital para abrir vagas para empresas terceirizadas, a que apresentar a melhor proposta ficará responsável pelo desenvolvimento da obra, o prazo para que esta obra se conclua é de no máximo dois anos.

O financiamento da obra contará com recursos do tesouro nacional e estadual para inicializar a obra, os Governos também contam com a parceria de empresas privadas que tem suas iniciativas voltadas para as instituições sociais e o apoio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e conta também com a ajuda de voluntários que estão motivados com o projeto.

O custo total do projeto de cada área varia do local onde será realizada a obra, no entanto, estima-se um valor aproximadamente de 4,26 milhões de Reais dependendo do projeto apresentado por cada Governo do seu Estado, lembrando que, cada governo deve fazer um subprojeto, definindo a área em questão mais adequada aos beneficiados.

No entanto, vale lembrar que os recursos dos Governos Federal e Estaduais e a colaboração das empresas privadas juntamente com o apoio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e os voluntários, são de muita importância para a realização do projeto que objetiva a inclusão social das pessoas carentes e com necessidades especiais, não somente em questão de saúde, alimentação, moradia entre outros, mas também que se incluam eles na área de entretenimento e lazer para que possam viver com mais qualidade de vida, sendo motivados pelas pessoas que sabem como é difícil encarar a sociedade enfrentando muitos preconceitos.

CONCLUSÃO

Este projeto caracterizou-se em uma obra voltada em prol daqueles que na maioria das vezes são julgados por outras pessoas através de suas necessidades especiais e por sua carência, que por sua vez, ficam excluídos das atividades recreativas e culturais da sociedade e foi pensando nisso que o projeto foi desenvolvido, para acabarem com o preconceito dessas pessoas pelas quais outras as julgam pessoas inferior.

No entanto, a finalidade do projeto é incluir essas pessoas na sociedade para que elas se sentem motivadas e úteis para as pessoas que as cercam, enfim, tudo desenvolvimento está relacionado a mais qualidade de vida e entretenimento para eles que tem necessidades especiais.

REFERÊNCIAS

BARRETTO, M. Planejamento e organização do turismo. Campinas: Papirus, 1991.

PETROCCHI, M. Planejamento e gestão do turismo. São Paulo: Futura, 2002.

FONTE: http://www.partes.com.br/turismo/poliana/elaboracao.asp

Comentários