eletricidade 2

eletricidade 2

Numa visão simplificada podemos imaginar que os portadores de carga vão colidindo com as partículas que constituem o condutor, e parte da energia elétrica é transformada em energia térmica. Essa propriedade apresentada pelos condutores é o fenômeno que chamamos de EFEITO JOULE.

  • Numa visão simplificada podemos imaginar que os portadores de carga vão colidindo com as partículas que constituem o condutor, e parte da energia elétrica é transformada em energia térmica. Essa propriedade apresentada pelos condutores é o fenômeno que chamamos de EFEITO JOULE.

1ª Lei de OHM

1ª Lei de OHM

2ª LEI DE OHM

Associação de resistores em série

  • Na associação em série a corrente elétrica é constante e a tensão pode ser variável.

Na associação em paralelo a corrente elétrica pode ser variável e a tensão é constante.

  • Na associação em paralelo a corrente elétrica pode ser variável e a tensão é constante.

“GERADOR” ELÉTRICO

  • São dispositivos que convertem um tipo de energia qualquer em energia elétrica, os quais apresentam resistência interna.

CORRENTE DE CURTO-CIRCUITO

  • Gráfico de icc

LEI DE POUILLET

ASSSOCIÇÃO DE “GERADORES”

ASSSOCIÇÃO DE “GERADORES”

RECEPTORES

LEI DE POUILLET GENERALIZADA

MEDIDAS ELÉTRICAS

CAPACITORES

CAPACITORES

ASSOCIAÇÃO DE CAPACITORES

  • Em série:

  • Quando ligamos a uma bateria perfeita

  • (sem ri), temos que a carga Q é a mesma

  • em todos os capacitores, ou seja:

  • Q = Q1 = Q2 = Q3 = Qn

ASSOCIAÇÃO DE CAPACITORES

  • Em paralelo:

  • A carga Q fornecida pelo gerador é a

  • soma das cargas armazenadas em cada

  • capacitor, ou seja:

  • Q = Q1 + Q2 + Q3 + ... + Qn

DIODOS

DIODOS

DIODOS

TRANSISTORES

TRANSISTORES

Comentários