• REFRIGERANTE TRADICIONAL E LIGHT

  • Aldeide de Almeida Cartaxo

O Brasil é o terceiro maior produtor mundial de refrigerantes, possuindo cerca de 750 mil pontos de venda espalhados pelos Pais.

  • O Brasil é o terceiro maior produtor mundial de refrigerantes, possuindo cerca de 750 mil pontos de venda espalhados pelos Pais.

  • Segundo dados da Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes, a produção deste tipo de bebida no Brasil em 2004 foi de 1.200 milhões de litros, 5,22% a mais que em 2003.

É muito importante o tratamento adequado dos efluentes líquidos que possuem elevada carga orgânica biodegradável.

  • É muito importante o tratamento adequado dos efluentes líquidos que possuem elevada carga orgânica biodegradável.

  • Associação de diversos níveis de tratamento, devido ao elevado grau de complexidade da composição dos efluentes industriais gerados nas indústrias.

Água com uma proporção de mais ou menos 88% de sua totalidade.

  • Água com uma proporção de mais ou menos 88% de sua totalidade.

  • A qualidade da água é de grande importância e não pode variar de um local para outro.

  • Outro fator importante é salientar que a água é um produto que pode interferir na cor, aroma e sabor do refrigerante.

Na fabricação dos refrigerantes a base de açúcar, uma das formas mais empregadas para o controle de processo de produção pelo controle de qualidade das indústrias, é através do “Brix” da bebida, o qual garante que todos os componentes da formulação estejam em conformidade com a legislação e com o padrão previamente estabelecido para cada tipo de refrigerante, garantindo assim suas características organolépticas e microbiológicas.

  • Na fabricação dos refrigerantes a base de açúcar, uma das formas mais empregadas para o controle de processo de produção pelo controle de qualidade das indústrias, é através do “Brix” da bebida, o qual garante que todos os componentes da formulação estejam em conformidade com a legislação e com o padrão previamente estabelecido para cada tipo de refrigerante, garantindo assim suas características organolépticas e microbiológicas.

Refrigerante Tradicional

  • Refrigerante Tradicional

  • Valor Energético; Glicídios; Cálcio; Fósforo;

  • Sódio; Potássio.

  • Valores Diários de Referência com base em uma dieta de 2.000 calorias.

Refrigerante Light

  • Refrigerante Light

  • Sódio

  • Não contém quantidades significativas de proteínas, gorduras totais, gorduras saturadas, gorduras trans e fibra alimentar.

  • Valores Diários com base em uma dieta de 2000 kcal.

A produção de refrigerantes emprega quantidades significativas de água, açúcar cristal, CO2 para carbonatação, além de diversos aditivos como conservantes (p. e., sorbato de potássio e benzoato de sódio), estabilizantes, acidulantes, corantes, essências entre outros.

  • A produção de refrigerantes emprega quantidades significativas de água, açúcar cristal, CO2 para carbonatação, além de diversos aditivos como conservantes (p. e., sorbato de potássio e benzoato de sódio), estabilizantes, acidulantes, corantes, essências entre outros.

Na fabricação é dividida em três etapas:

  • Na fabricação é dividida em três etapas:

  • Preparo do xarope simples;

  • Obtenção do xarope composto;

  • Fabricação do refrigerante.

  • Todas essas etapas são cumpridas sem qualquer contato manual e sempre sob rigoroso controle de qualidade.

É o produto da dissolução do açúcar em água. A dissolução do açúcar cristal em água quente reduz o risco de contaminação microbiana. O xarope é tratado com carvão ativado, que por adsorção remove compostos responsáveis por paladares e odores estranhos e reduz a cor desse xarope. Ele é armazenado em tanques esterilizados a vapor, e um filtro microbiológico onde evita a entrada de ar.

  • É o produto da dissolução do açúcar em água. A dissolução do açúcar cristal em água quente reduz o risco de contaminação microbiana. O xarope é tratado com carvão ativado, que por adsorção remove compostos responsáveis por paladares e odores estranhos e reduz a cor desse xarope. Ele é armazenado em tanques esterilizados a vapor, e um filtro microbiológico onde evita a entrada de ar.

É o xarope simples acrescido dos outros componentes do refrigerante. Essa etapa é feita em tanques de aço inoxidável, equipados com agitador, de forma a garantir a perfeita homogeneização dos componentes e evitar a admissão de ar.

  • É o xarope simples acrescido dos outros componentes do refrigerante. Essa etapa é feita em tanques de aço inoxidável, equipados com agitador, de forma a garantir a perfeita homogeneização dos componentes e evitar a admissão de ar.

  • A adição dos ingredientes deve ocorrer de forma lenta e cuidadosa e de acordo com a seqüência estabelecida na formulação.

  • A adição do antioxidante ocorre minutos antes da adição do concentrado.

Os aditivos incorporados podem ser sucos naturais de frutas, flavorizantes, estabilizantes, conservantes, corantes, antioxidantes, entre outros.

  • Os aditivos incorporados podem ser sucos naturais de frutas, flavorizantes, estabilizantes, conservantes, corantes, antioxidantes, entre outros.

  • No caso dos refrigerantes de “cola”, os extratos são obtidos a partir de formulações vegetais.

Diluição e carbonatação

  • Diluição e carbonatação

  • Para fabricar o refrigerante propriamente dito, o xarope composto é diluído em água tratada, de acordo com os requisitos necessários de qualidade, e acrescido de CO2 (carbonatação).

  • Em pequenas empresas, realizam apenas esta parte do processo, recebendo o xarope composto já pronto para diluição, carbonatação e envase.

O envase de refrigerantes deve ser realizado logo após a carbonatação, de modo a evitar perdas de CO2. As latas de alumínio, garrafas de vidro e PET são as embalagens mais utilizadas. Em geral, o que se encontra nas fábricas de refrigerante é uma instalação composta basicamente de dois equipamentos: um que mistura o xarope e a água (proporcionador), e outro que mistura o gás carbônico (conhecido como carbocooler). Em seguida, o refrigerante é enviado às máquinas enchedoras.

  • O envase de refrigerantes deve ser realizado logo após a carbonatação, de modo a evitar perdas de CO2. As latas de alumínio, garrafas de vidro e PET são as embalagens mais utilizadas. Em geral, o que se encontra nas fábricas de refrigerante é uma instalação composta basicamente de dois equipamentos: um que mistura o xarope e a água (proporcionador), e outro que mistura o gás carbônico (conhecido como carbocooler). Em seguida, o refrigerante é enviado às máquinas enchedoras.

Os vasilhames são cuidadosamente inspecionados e aqueles que estejam fora das especificações para uso (garrafas trincadas, bicadas, lascadas, lixadas, quebradas, sujas) são retirados. Após a seleção, as garrafas são colocadas na esteira de transporte e entram nas lavadoras, onde iniciam o processo por um tanque de pré-lavagem com água.

  • Os vasilhames são cuidadosamente inspecionados e aqueles que estejam fora das especificações para uso (garrafas trincadas, bicadas, lascadas, lixadas, quebradas, sujas) são retirados. Após a seleção, as garrafas são colocadas na esteira de transporte e entram nas lavadoras, onde iniciam o processo por um tanque de pré-lavagem com água.

As garrafas muito sujas são mergulhadas em um tanque com solução alcalina de soda cáustica quente, para retirada da sujidade, impurezas e esterilização. Por último, são enxaguadas em tanque com esguichos de água limpa. Ao final, uma nova inspeção e seleção são realizadas antes de seu envio para a máquina enchedora.

  • As garrafas muito sujas são mergulhadas em um tanque com solução alcalina de soda cáustica quente, para retirada da sujidade, impurezas e esterilização. Por último, são enxaguadas em tanque com esguichos de água limpa. Ao final, uma nova inspeção e seleção são realizadas antes de seu envio para a máquina enchedora.

O termo light, é aplicado quando o atributo é baixo ou reduzido para valor energético, açúcar, gordura total, gordura saturada, colesterol ou sódio de acordo com a legislação atual.

  • O termo light, é aplicado quando o atributo é baixo ou reduzido para valor energético, açúcar, gordura total, gordura saturada, colesterol ou sódio de acordo com a legislação atual.

  • Embora o termo light seja freqüentemente relacionado aos alimentos com teor reduzido de açúcar, lipídios ou energia, o que se observa é que pode haver alimento light com teor baixo de sódio ou de outros nutrientes que nada têm a ver com a redução energética.

Os microorganismos são os principais responsáveis pelas alterações dos alimentos, sendo assim, quase todos os métodos de conservação são baseados na eliminação total ou parcial destes agentes microbianos ou então na criação de condições que desfavoreçam o seu crescimento.

  • Os microorganismos são os principais responsáveis pelas alterações dos alimentos, sendo assim, quase todos os métodos de conservação são baseados na eliminação total ou parcial destes agentes microbianos ou então na criação de condições que desfavoreçam o seu crescimento.

  • Com a evolução da indústria química, várias substâncias foram identificadas com ação antimicrobiana.

Hoje várias delas são permitidas pela legislação brasileira para serem adicionadas em determinados alimentos numa concentração máxima.

  • Hoje várias delas são permitidas pela legislação brasileira para serem adicionadas em determinados alimentos numa concentração máxima.

  • O conservante ideal tem que inibir o crescimento de mofo, bactérias e leveduras; não ser tóxico; ser facilmente metabolizado pelo corpo humano; ser estável e não reagir com outros aditivos ou componentes naturais dos alimentos.

Ao comparar a marca “A” Tradicional com a mesma Light através dos valores nutricionais, verificou-se que a marca “A” Light não possui valor energético e nem carboidratos, porém o teor de sódio da marca “A” Light é maior cinco vezes mais.

  • Ao comparar a marca “A” Tradicional com a mesma Light através dos valores nutricionais, verificou-se que a marca “A” Light não possui valor energético e nem carboidratos, porém o teor de sódio da marca “A” Light é maior cinco vezes mais.

  • Ambos os refrigerantes não contém quantidades significantes de proteínas, gorduras totais, gorduras saturadas, gorduras trans e fibra alimentar.

Ao comparar a marca “B” Tradicional com o mesmo Light através dos valores nutricionais, verificou-se que marca “B” Light não possui valor energético e nem carboidratos. Contudo apresenta teor de sódio, diferente da marca “B” Tradicional, onde o seu valor é insignificante.

  • Ao comparar a marca “B” Tradicional com o mesmo Light através dos valores nutricionais, verificou-se que marca “B” Light não possui valor energético e nem carboidratos. Contudo apresenta teor de sódio, diferente da marca “B” Tradicional, onde o seu valor é insignificante.

  • Ambos os refrigerantes não contém quantidades significantes de proteínas, gorduras totais, gorduras saturadas, gorduras trans e fibra alimentar.

OBRIGADA!

  • OBRIGADA!

Comentários