CÁLCULOS MECÂNICOS (Parte 14)

CÁLCULOS MECÂNICOS (Parte 14)

(Parte 1 de 2)

AULA 14

Na aula anterior vocŒ aprendeu a fazer vÆ- rios cÆlculos para o aparelho divisor. Mas, o assunto ainda nªo estÆ esgotado.

HÆ casos em que nªo existe um disco divisor que possua o nœmero de furos que vocŒ precisa. AlØm disso, talvez vocŒ tenha uma fraçªo que nªo pode ser simplificada. Como fazer nesses casos?

Esse Ø o problema que tentaremos resolver nesta aula. Estude-a com atençªo, porque, se vocŒ quiser ser um bom fresador ou um ferramenteiro, terÆ de saber resolver esse problema muito bem.

Divisªo diferencial

Imagine que vocŒ tem de calcular o nœmero de voltas na manivela de um aparelho divisor para fresar uma engrenagem com 97 dentes e sabendo que a coroa do divisor tem 40 dentes.

Aparentemente, esse parece ser um problema igual aos outros que vocŒ jÆ estudou e resolveu. A fórmula Ø a mesma, ou seja:

No entanto, o que parece ser a soluçªo nªo Ø. E vocŒ sabe por quŒ? Bem, primeiramente, nªo existe um disco divisor com 97 furos. AlØm disso, aquela fraçªo nªo pode ser simplificada.

A divisªo diferencial Ø usada para resolver esse problema. Ela Ø um processo de correçªo do nœmero de dentes feito por meio do uso de um conjunto de engrenagens.

Realizando cÆlculos para o aparelho divisor (I)

14 A U L A

O problema Nossa aula

AULA14

A divisªo diferencial Ø usada sempre que for necessÆrio fresar uma engrenagem com um nœmero primo de dentes maior do que 49. Isso porque 49 Ø o maior nœmero de furos do disco da nossa fresadora.

Recordar Ø aprenderRecordar Ø aprenderRecordar Ø aprenderRecordar Ø aprenderRecordar Ø aprender

Nœmero primo Ø o nœmero inteiro que só pode ser dividido por si mesmo e pela unidade.

CÆlculo com divisªo diferencial

Vamos retomar, entªo, os dados do problema: C = 40 (dentes da coroa) N = 97 (nœmero de divisıes desejadas)

O cÆlculo com divisªo diferencial serÆ feito passo a passo. Acompanhe.

DicaDicaDicaDicaDica

A escolha do nœmero Ø realmente arbitrÆria, ou seja, nªo depende de nenhuma regra. Por isso, pode ser que o nœmero escolhido “nªo dŒ certo” e seja necessÆrio escolher outro e refazer os cÆlculos.

Simplificando:

Com esse passo, temos o seguinte resultado: para fresar cada dente, Ø necessÆrio avançar 8 furos no disco divisor de 20 furos. O problema Ø que se o cÆlculo parar por aqui, a engrenagem terÆ 100 dentes e nªo 97. Por isso, temos de realizar mais algumas etapas.

Essa operaçªo nos darÆ oN (lŒ-se “delta ene”), que serÆ usado no
100 - 97 = 3 (N)

cÆlculo das engrenagens

Com esse resultado, podemos calcular o nœmero de dentes das engrenagens auxiliares que serªo usadas para corrigir a diferença de 3 dentes do nosso exemplo. A correçªo serÆ feita pela movimentaçªo do disco divisor.

AULA14

Zmot

Zmov

Em que:ZmotZmotZmotZmotZmot Ø a engrenagem motora,

ZmovZmovZmovZmovZmov Ø a engrenagem movida, C Ø o nœmero de dentes da coroa, N’N’N’N’N’ Ø o nœmero arbitrÆrio de dentes, N N N N N Ø a diferença entre N e N’.

Voltando ao problema e substituindo os valores na fórmula, temos:

Zmot

Zmov

Zmot

Zmov

A fraçªo resultante significa que a engrenagem motora (Zmot) deverÆ ter 120 dentes e a engrenagem movida (Zmov), 100.

DicaDicaDicaDicaDica

Geralmente, as fresadoras sªo acompanhadas de um jogo de engrenagens auxiliares com os seguintes nœmeros de dentes: 24 (2 engrenagens), 28, 32, 36, 40, 4, 48, 56, 64, 72, 80, 84, 86, 96 e 100.

Mais uma vez, vocŒ verifica que nªo existe engrenagem com 120 dentes no jogo. Entªo vocŒ passa para o próximo passo.

ros, atØ encontrar um resultado que corresponda a duas das engrenagens existentes no jogo.

Ou seja, a engrenagem motora deverÆ ter 96 dentes e a engrenagem movida deverÆ ter 80 dentes.

12 . 896 (motora ou Z )10 . 8 80 (movida ou Z )

AULA14

Para a montagem, a engrenagem motora (Z1) deverÆ ser fixada no eixo da

Ærvore do divisor e a engrenagem movida (Z2) deverÆ ser montada no eixo do disco.

PorØm, nem sempre sªo usadas apenas duas engrenagens para a correçªo. Conforme o caso, a fraçªo Ø desmembrada em duas e vocŒ terÆ de calcular 4 engrenagens.

Como exemplo, vamos imaginar que vocŒ jÆ aplicou a fórmula Zmot

Zmov ,

Como vocŒ faz o desmembramento dessa fraçªo? Na realidade, o mØtodo Ø o da tentativa e erro atØ encontrar os nœmeros que correspondem aos das

Zmot

Zmov

(Parte 1 de 2)

Comentários