Comunicação e Expressão

Comunicação e Expressão

(Parte 5 de 16)

Joana estudou muito, mas não passou 2. no teste. (relação de oposição/concessão) ou Embora tenha estudado muito, Joana não passou no teste.

Se houver chuva amanhã, o passeio 3. será cancelado. (relação de condição)

Os articuladores apresentam várias possibilidades de sentidos. Abaixo, verifiquemos o quadro que contempla esses sentidos, bem como alguns exemplos de articuladores.

mas também, além

ADIÇÃO e, também, ainda, não disso etc.

mas, porém, contudo, entretanto, no entanto, embora, apesar de, mesmo que etc.

porque, pois, visto que, uma vez que, já que etc.

COMPARAÇÃO tal qual, mais que, me- nos que, como etc.

CONDIÇÃO se, caso, desde que, quando etc.

ouou, ora... ora,
sejaseja, quer... quer

etc.

TEMPORALIDADE ou PROPORCIONALIDADE

maismais, à propor-

no momento em que, à medida que, mal, quando, enquanto, quanto ção que etc.

FINALIDADE a fim de, com o objeti- vo de, para etc.

CONFORMIDADE segundo, conforme, de acordo com, como etc.

CONCLUSÃOPortanto, assim, logo etc.

Como você escolheu o articulador apropriado? Será que acertou o alvo?

O que são articuladores?

Coesão do texto escrito Comunicação e Expressão

17 w.ulbra.br/ead

Se me avisares do nascimento do bebê, irei visitá-lo. (condição) No momento em que me avisares do nasci- mento do bebê, irei visitá-lo. (temporalidade) Quando entrei em casa, vi que havia um vul- to atrás da cortina. (temporalidade)

Mal entrei em casa, vi que havia um vulto atrás da cortina.

c) Verifique o “e” nas seguintes frases:

Casaram-se e foram felizes para sempre.

(adição) Casaram-se, e não foram felizes para sem- pre. (oposição) Casaram-se, mas não foram felizes para sempre.

Considerando os exemplos apresentados an- teriormente, é importante conhecermos todos os sentidos possíveis, mas é desaconselhável a “de- coreba” dos articuladores, visto que um mesmo nexo pode assumir um ou mais sentidos.

O que vale mesmo no estudo dos articuladores é entender a relação que as idéias podem ter em um determinado texto.

Observemos os textos a seguir, verificando a análise dos sentidos expressos pelos nexos destacados

É hoje, prática corrente de qualquer acadêmico, mesmo que não se dedique à carreira de investigação, escrever artigos destinados à apresentação em conferências da sua especialidade. Como a generalidade das conferências satisfaz a tradição, é importante que o autor saiba cumprir o formato típico dos artigos científicos.

Exemplo 5 Elementos de coesão empregados:

dedicarou embora não se dedique...)

mesmo que - sentido de concessão (poderia ser substituído, sem prejuízo de significado, por apesar de não se como - sentido de causalidade/explicação (poderia ser substituído, sem prejuízo de significado, por visto que ou já que)

É de suma importância a identificação do sentido que desejamos passar no momento da produção do texto, para que saibamos qual articulador deverá ser selecionado para estabelecer essa “ponte“ entre os períodos ou parágrafos.

Alguns articuladores podem estabelecer mais de uma relação de sentido.

Como não viu o carro, acabou provocando um acidente. (explicação / causalidade)

Porque não viu o carro, acabou provocando um acidente.

Como prevê a lei, nenhuma criança pode ficar sem escola. (conformidade)

Conforme prevê a lei, nenhuma criança pode ficar sem escola. Ele é como o pai. (comparação)

Ele é tal qual o pai.

Quando me avisares do nascimento do bebê, irei visitá-lo. (temporalidade ou condição)

Verifique o “como” nos exemplos abaixo: a)

Verifique o “quando” nos exemplos abaixo: b)

Coesão do texto escrito Comunicação e Expressão w.ulbra.br/ead 18

Exemplo 6

Por vezes é pedido que um artigo seja acompanhado por um conjunto de palavras-chaves que caracterizem o domínio ou domínios em que ele se inscreve. Estes termos são normalmente utilizados para permitir que o artigo seja posteriormente encontrado em sistemas eletrônicos de pesquisa. Por isso, devem escolher-se palavras-chave tão gerais e comuns quanto possível.

Elementos de coesão empregados:

de permitirou com a finalidade de permitir...)

para – sentido de finalidade (poderia ser substituído, sem prejuízo de significado, por a fim

cado, por por esta razãoou por este motivo...)

por isso – sentido de causalidade/explicação (poderia ser substituído, sem prejuízo de signifi-

Agora vamos analisar dois trechos que utilizam os elementos de coesão estudados. O uso tanto dos anafóricos quanto dos articuladores confere aos trechos coesão, concisão e clareza,

Exemplo 7

fórmula estafada “Neste artigo”.

O resumo não é uma introdução ao artigo, mas sim uma descrição sumária da sua totalidade, na qual se procura realçar os aspectos mencionados. Deverá ser discursivo, e não apenas uma lista dos tópicos que o artigo cobre. Deve-se entrar na essência do resumo logo na primeira frase, sem rodeios introdutórios nem recorrendo à mas sim – articulador que expressa oposição de idéias e – articulador que expressa adição de informação logo – articulador que expressa temporalidade nem – articulador que expressa adição de informação (Observe que mesmo os articuladores não devem ser repetidos indefinidamente no texto; é preciso substituí-los por outros que transmitam o mesmo sentido, a fim de evitar a já comentada repetição de palavras.) sua – anafórico que se refere ao termo artigo na qual – anafórico que se refere à expressão descrição sumária deverá – anafórico que se refere ao termo resumo

A seguir, apresentamos uma demonstração de como o trecho do exemplo 7 estaria redigido se os elementos de coesão não fossem adequados. Podemos comprovar, assim, o prejuízo em relação ao real sentido que o autor tenta transmitir e para o próprio acompanhamento da leitura e o entendimento do texto.

Exemplo 8

(Parte 5 de 16)

Comentários