Cirurgia plástica

Cirurgia plástica

CIRURGIA PLÁSTICA

Indicação do paciente

Indicação do paciente

Brasil é o campeão mundial

Preocupação excessiva com a beleza

Questões éticas

Pós operatório decisivo

ABDOMINOPLASTIA

Uso de espartilho e cintas

Uso de espartilho e cintas

Representa um dos capítulos mais importantes dentro da cirurgia plástica

Tecidos da parede abdominal são muito suscetíveis a oscilações

Associação com lipoaspiração

Parede Abdominal

  • Vísceras contidas dentro do peritônio

  • Camada de gordura atrás do intestino (epiplom)

  • Vasos importantes

  • Músculo

  • Aponeurose

  • Tecido adiposo (subcutâneo)

  • Pele

ABDOMINOPLASTIA

  • Compreende um ato operatório que se destina a remoção de gordura localizada no abdômen, assim como a flacidez da pele ao redor da região umbilical e das estrias situadas entre a linha horizontal que passa pelo umbigo e pêlos pubianos

ABDOMINOPLASTIA

  • Consiste na retirada de tecido subcutâneo excedente na região do abdômen através de uma incisão supra púbica com transposição do umbigo e com plicatura dos músculos reto abdominais, associada a uma lipoaspiração, com a intenção de proporcionar retirada de excesso de gordura através de finas cânulas, possibilitando uma redefinição global do tronco

INDICAÇÕES

  • gordura localizada abdominal

  • flacidez decorrente de emagrecimento ou gravidez

  • diástase abdominal, abaulamentos e hérnias.

CONTRAINDICAÇÕES

  • problemas pulmonares

  • gravidez

  • doença abdominal

significativamente a insuficiência pulmonar é o que mais compromete a abdominoplastia

TÉCNICA

  • Marcação do paciente,

  • Infiltração de toda a região abdominal com solução salina com adrenalina,

  • Lipoaspiração superior

  • Abdômen inferior,

  • Deslocamento seletivo,

  • Sutura dos planos,

  • Curativo sendo feito direto com micropore sobre a sutura

RESULTADOS ESPERADOS NA ASSOCIAÇÃO COM LIPO: LIPOADOMINOPLASTIA

  • Melhor contorno corporal devido a utilização da lipoaspiração,

  • Menor morbidade devido a preservação dos vasos perfurantes e ausência de espaço morto sob o retalho,

  • Baixo índice de complicações,

  • Fácil execução,

  • Linha do perfil mais natural,

CUIDADOS DE ENFERMAGEM

  • Dormir de barriga para cima

  • Evitar serviços domésticos, dirigir e não praticar exercícios físicos por um mês

  • Utilizar o modelador durante o dia e noite principalmente para ajudar na cicatrização, modelação e edema

CUIDADOS DE ENFERMAGEM

  • Massagens para drenagem linfática auxiliam na involução do inchaço e desaparecimento de eventuais irregularidades na pele e nas equimoses (manchas roxas) sendo indicada depois do sétimo dia de operação

  • Cigarros e bebidas alcoólicas devem ser evitados pois prejudica a cicatrização

  Desconfortos no Pós Operatório de Cirurgia de Abdômen

  • Dor

  • a dor é uma experiência individual e subjetiva, portanto os relatos de cada paciente sobre as características de dor devem ser considerados

Desconfortos no Pós Operatório de Cirurgia de Abdômen

  • Vômito

  • Desconforto bastante comum e pode ser atribuído ao efeito da anestesia

  • Lateralizar a cabeça do paciente e administrar o antiemético prescrito

  • Fazer higiene oral do paciente após cada episodio de vômito e anotar o numero de vezes e a quantidade

Desconfortos no Pós Operatório de Cirurgia de Abdômen

  • Sede

  • sintoma incomodo devido ao uso de analgésicos, medicamentos e perda de líquidos

  • Umedecer os lábios e a boca do paciente

  • Administrar líquidos via oral em pequenas quantidades e intervalos curtos, quando o paciente já estiver consciente e a náusea e o vômito tiverem passados

COMPLICAÇÕES

  • Hipóxia: oxigenação deficiente aos tecidos. . E a causa é depressão respiratória causada por anestésicos ou analgésicos em excesso

  • obstrução das vias aéreas superiores por sangue, secreções e vômitos;

  • respiração inadequada devido à dor, posição e ansiedade

SINTOMAS DA HIPÓXIA

  • cianose

  • dispnéia

  • agitação

  • sensação de sufoca mento

INTERVENÇÕES DE ENFERMAGEM

      • Examinar a boca
      • Aspirar às secreções
      • Colocar o paciente em posição adequada de favorecer a oxigenação
      • Administrar oxigênio se necessário

COMPLICAÇÕES

  • Hemorragia

  • pode ser por defeito da ligadura dos vasos, distúrbios na coagulação do paciente, tensão sobre o local da operação

SINTOMAS DA HEMORRAGIA

  • Dispnéia

  • Palidez

  • Taquicardia

  • Hipotensão

  • Sangue aparente

  • Manter paciente imóvel

  • Oxigenoterapia

  • Hiperidratação

  • Curativo compressivo

  • Exames laboratoriais

  • Reposição de sangue

OUTRAS COMPLICAÇÕES MENOS FREQUENTES

  • Choque

  • Trombose

  • Embolias

Comentários