Efeitos met. da insulina (bioq. met.)

Efeitos met. da insulina (bioq. met.)

Efeitos Metabólicos da Insulina

  • Efeitos Metabólicos da Insulina

No Fígado

  • No Fígado

    • Aumenta a síntese de glicogênio.
    • Diminui a gliconeogênese
    • Diminui a glicogenólise
  • No Músculo

    • Aumenta a captação de glicose (Glicogênese e Glicólise)
  • No tecido Adiposo

    • Diminui a taxa de degradação dos ácidos graxos

No Fígado

  • No Fígado

    • Aumenta a degradação do glicogênio.
    • Aumenta a gliconeogênese
  • No Músculo

    • Aumenta a captação de aminoácidos (Gliconeogênese)
  • No tecido Adiposo

    • Aumenta a taxa de degradação dos ácidos graxos (lipólise) e corpos cetônicos

Ciclo Alimentado

  • Ciclo Alimentado

    • Aumento de glicose, aminoácidos e triacilgliceróis plasmáticos
    • Aumento da secreção de Insulina
    • Redução da liberação de Glucagon
  • Período ANABÓLICO

    • Síntese de Triacilglicerol
    • Síntese de Glicogênio
    • Síntese de Proteínas

Metabolismo dos Carboidratos

  • Metabolismo dos Carboidratos

    • Captação de glicose (glicólise)
    • Síntese de glicogênio
    • Via das Pentoses fosfato
  • Metabolismo dos Lipídeos

    • Síntese de Ácidos Graxos e Triacilgliceróis
  • Metabolismo dos Aminoácidos

    • Síntese Protéica
    • Degradação de AA (excesso)

Metabolismo dos Carboidratos

  • Metabolismo dos Carboidratos

    • Transporte de glicose (glicólise)
    • Via das Pentoses fosfato
  • Metabolismo dos Lipídeos

    • Síntese de Ácidos Graxos e Triacilgliceróis

Metabolismo dos Carboidratos

  • Metabolismo dos Carboidratos

    • Transporte de glicose (glicólise)
    • Síntese de glicogênio
  • Metabolismo dos Aminoácidos

    • Síntese Protéica
    • Aumento da CAPTAÇÃO de AA ramificados (Leucina, Isoleucina e Valina)

Metabolismo dos Carboidratos

  • Metabolismo dos Carboidratos

    • Utilização exclusiva de glicose (glicólise)
    • Baixa reserva de glicose
  • Metabolismo dos Lipídeos

    • Baixa reserva de Triacilgliceróis
    • Não atravessam a barreira hemato-encefálica de forma eficiente.

Jejum

  • Jejum

    • Redução de glicose, aminoácidos e triacilgliceróis plasmáticos
    • Dimiunuição da secreção de Insulina
    • Aumento da liberação de Glucagon
  • Período CATABÓLICO

    • Degradação de Triacilglicerol
    • Degradação de Glicogênio
    • Degradação de Proteínas

Metabolismo dos Carboidratos

  • Metabolismo dos Carboidratos

    • Aumento da Glicogenólise
    • Aumento da gliconeogênese
  • Metabolismo dos Lipídeos

    • Oxidação dos Ácidos Graxos (obtenção de energia)
    • Aumento de CORPOS CETÔNICOS
  • Metabolismo dos Aminoácidos

    • Gliconeogênese

Metabolismo dos Carboidratos

  • Metabolismo dos Carboidratos

    • Redução no transporte de glicose
  • Metabolismo dos Lipídeos

    • Aumento da degradação dos triacilgliceróis
      • A. G. L. (energia)
      • Glicerol (gliconeogênese)

Metabolismo dos Carboidratos

  • Metabolismo dos Carboidratos

    • Diminuição do transporte e metabolismo da glicose
    • Deficiência de Insulina
  • Metabolismo dos Lipídeos (2 semanas jejum)

    • Aumento da degradação dos triacilgliceróis
      • A. G. L. (energia)
      • Corpos Cetônicos (energia)
  • Metabolismo das Proteínas

    • Degradação de proteínas musculares (gliconeogênese)

INÍCIO do JEJUM

  • INÍCIO do JEJUM

    • Glicose como fonte de energia (gliconeogênese)
  • JEJUM PROLONGADO –

    • Corpos Cetônicos

Bioquímica Ilustrada, 2006

  • Bioquímica Ilustrada, 2006

    • Autor: Pamela Champe
  • Fundamentos de Química Clínica, 1998

    • Autor: Tietz
  • Patobioquímica, 1990

    • Autor: Karlson Gerok & Gross
  • Bioquímica Clínica, 2001

    • Autor: Allan Gaw et al.

Comentários