(Parte 1 de 7)

w.ResumosConcursos.hpg.com.br Apostila: Auditoria – por Desconhecido

Apostila de Auditoria Assunto:

Autor: DESCONHECIDO

w.ResumosConcursos.hpg.com.br Apostila: Auditoria – por Desconhecido

VIII - RISCOS DE AUDITORIA IX - CARTADE RESPONSABILIDADE DA ADMINISTRAÇÃO X - CONTROLES INTERNOS XI - PAPÉIS DE TRABALHO EM AUDITORIA- PTA’s. XII - FINS PARA OS QUAIS UMA AUDITORIA PODE SER AUDITADA

1. IDENTIFICAÇÃO DO AUDITOR - REQUISITOS PESSOAIS:

1.1. Ser cidadão em pleno gozo dos seus direitos civis e políticos;

Ser brasileiro nato ou naturalizado; Ser contador e sua especialidade ser a auditoria; 1.2. Ser portador de saúde física e de saúde mental; 1.3. Estar quite com o serviço militar (sendo masculino); w.ResumosConcursos.hpg.com.br Apostila: Auditoria – por Desconhecido

1.4. Ser Portador de Título eleitoral; 1.5. Ser cadastrado no C.P.F.; 1.6. Ser portador de carteira de identidade civil; 1.7. Ter capacidade Técnica e Científica (de fato) > conhecimento com especialidade em auditor; 1.8. Ter capacidade legal - Registro no CRC e no IBRACON (de juris); 1.9. Ter capacidade moral (reputação positiva); 1.10. Ter reputação ilibada; - Capacidade Legal: Capacidade de direito, de está registrado no órgão que regula a profissão, deve ser comprovada apresentado no órgão que regula a profissão, deve ser comprovada apresentando o registro no órgão competente.

2. PERFIL DO AUDITOR - ATRIBUTOS INDIVIDUAIS:

2.1- Ter boa cultura e largo aspecto técnico. Cultura geral e uma visão larga da profissão; 2.2- Ter sólida constituição psicossomática para suportar as vicissitudes inerentes a própria função. - Condições físicas e psicológicas - não ser portador de deficiência física.

- Somos: corpo físico espiritual e físico, isto é, corpo e alma (corpos et anima).

- Somos de modo que está sólida constituição ele possa enfrentar ladrões, homicidas. 2.3- Ser reconhecido e respeitado pôr todos pôr sua experiência e conhecimento na especialidade;

- Ser reconhecido de uma conduta irrepreensível no desempenho da profissão. 2.4- Ter habilidade no relacionamento humano.

- Ser flexível e capaz de conduzir ao final uma ampla variedade de relações pessoais.

- SER FLEXÍVEL: Admirar que seja contestado, muito embora permaneça seu ponto de vista. - nunca procurar dispersonificar aquele que erra, tratar como ser humano. 2.5- Ser treinado e capaz de conduzir uma reunião. Ter condições de falar inesperadamente sobre assuntos do trabalho. 2.6- Ser hábil na comunicação oral e escrita. 2.7- Ser pontual e organizado.

- Pontual: horário foi feito para ser cumprido organizado: não ser relaxado, organização em todos os sentidos / cumprido.

- Organizado: não ser relaxado, organização em todos os sentidos. / cumprir horários e justificar atrasos para seu superior e subordinados para que estes justifiquem quando acontecer. 2.8- Ter humildade para reconhecer sua posição de relatar apenas o que foi verificado.

- Relatar apenas o que pedido. 2.9- Ser discreto, tolerante, político, educado, persistente, objetivo, prudente e cuidadoso sem desgaste de sua individualidade. - Ter sólida personalidade.

- Tolerante: só para as condutas toleráveis, ter bom trato para com as outras, adaptar-se ao ambiente que está, tomar atitudes que tenham sentido, procurar provas que não possam ser contestadas.

w.ResumosConcursos.hpg.com.br Apostila: Auditoria – por Desconhecido

2.10- Ter capacidade de chefia e de liderança entre chefes, colegas e subordinados. 2.1- Ter integridade moral e honestidade de propósitos. 2.12- Ter capacidade de análise para que possa separar o trivial do importante e julgar de forma independente os problemas que examinar.

- Pensar sobre o problema parra poder dar opiniões fundamentadas. 2.13- Ter capacidade de trabalhar em grupo e em condições difíceis.

- Para se fazer auditoria de campo esta qualidade é importantíssima. 2.14- Ter experiência anterior e vivência na participação de auditorias.

FONTE: In - Auditorias de Qualidade.

Rebelo e Antônio CR 1ª edição RJ.-1995.

3. ATRIBUTOS PESSOAIS:

3.1- Ter suficiente desembaraço para si comunicar de modo fluente, tanto verbalmente como pôr escrito:

- Indivíduo comunicativo, o auditor deve ser extrovertido, a introversão é negativa.

- Ter palavra franca para dizer sempre a verdade. 3.2- Ter mentalidade aberta e madura: - Não pode ter uma mentalidade fechada.

- Não pode ser movido pôr circunstâncias pessoais. 3.3- Só fazer julgamentos dignos de confiança:

- Ser julgado merecedor de confiança. Opinião fundamentada e independente -

Tudo tem que ser comprovado c/fotografias ou c/provas materiais. 3.4- Ter tenacidade e capacidade analítica e conhecer bem a empresa analiticamente: 3.5- Ter habilidade para perceber situações reais as vezes opacificadas:

- Não pode ser um alienado, deve perceber o que acontece no meio profissional, bem como a atitude dos demais. 3.6- Ser hábil para aperceber-se com relativa rapidez de operações complexas. - Ter condições de entender operações complexas e ter uma ampla perspectiva.

- Ter uma ampla percepção das macro e micro operações da empresa. 3.7- Avaliar as evidências localizadas de maneira objetiva e justa:

- Mantendo-se fiel ao objetivo da auditoria sem temores e sem favorecimentos.

Não deve prejudicar a outrem injustamente - ter uma conduta de justiça. - Nem parcial para um lado, nem para o outro.

- O sentimento de justiça é a permanente idéia de dar a cada um o que é seu. 3.8- Manter-se fiel as finalidades da auditoria sem temor e sem favorecimento. 3.9- Durante o desempenho da auditoria procurar avaliar os efeitos do seu trabalho sobre o estado das pessoas. 3.10- Tratar o pessoal que esteja envolvido em casos de modo humano e que possa atingir os melhores objetivos seu trabalho:

- Interações pessoais: conduta das pessoas durante a auditagem, prestar atenção a conduta e aos aspectos faciais, o tratamento mesmo para com fraudadores não deve ser ofensivo, deve-se respeitar sem restrições para um bom andamento da auditoria.

w.ResumosConcursos.hpg.com.br Apostila: Auditoria – por Desconhecido

3.1- Reagir com sensibilidade as normas vigorantes do país no qual a auditoria esteja sendo realizada - CVM E IBRACON.- O auditor deve adaptar-se ao ambiente em que está. 3.12- Executar o processo de auditoria evitando desvios provocados pôr distrações:

- Deve evitar desvios de conduta proveniente de distrações (deve haver autodisciplina).

- Ter concentração no serviço para examinar tudo. 3.13- Empenhar-se em dá total atenção e apoio ao desempenho da auditoria:

- O processo de auditoria deve desenvolver-se com absoluta atenção do auditor chefe de sua equipe, o trabalho é credor de uma atenção absoluta. 3.14- Reagir a forma sensata e enérgica havendo situação de tensão. 3.15- Checar as suas conclusões de forma aceitável baseada em observações de auditoria realizada devidamente comprovada.

- Baseado nas verdades, senso de justiça. As conclusões que o auditor chega são verdades descobertas e comprovadas. 3.16- Permanecer fiel as conclusões a que chegar não obstante haver pressões de qualquer natureza para mudar sua opinião, devendo estar beseada em evidências objetivas e comprovadas.

- Submetidos a pressões, permanecer fiel aos seus deveres e aos seus direitos conduzindo seu trabalho com base na conduta ética nas evidências objetivas.

- Permanecer fiel na conclusão, manter sua opinião sob qualquer condição. Não deve ser flexível.

4. CUIDADOS QUE SE DEVE TER NO DESEMPENHO DAS AUDITORIAS:

4.1- As avaliações devem ser realizadas nos locais onde os trabalhos estão sendo executados. 4.2- O auditor deve sempre verificar as evidências (comprovação pessoal). Não basear-se NUNCA em opiniões ou informações recebidas de quaisquer pessoas. Certificar-se das realidades das evidências (verdades descobertas/revelada) antes de qualquer conclusão.

- Nunca basear-se em opiniões verbais, existem pessoas que não merecem confiança.

- Nunca falar sobre aquilo que não tem certeza. Dúvidas é uma coisa que atormenta, pôr isso é sempre bom procurar viver num estado de certeza. 4.3- É importante que as evidências constatadas sejam reconhecidas como verdadeiras pôr mais de um elemento integrante do trabalho:

- Elaborar conjuntamente com sua equipe o relatório da auditoria realizada fazendo a indispensável revisão do mesmo.

- Faz um rascunho, datilografa, revisa, e entrega a quem de direito. 4.4- As informações sobre deficiências que forem encontradas devem ser registradas a medida que forem sendo descobertas para que no relatório de auditoria essas evidências sejam relatadas com exatidão de detalhe.

- Documentar tudo que evidenciar, inclusive fotografias tiradas pôr um agente de polícia. 4.5- Condições adversas que sejam encontradas durante a auditoria que requeiram_________________________ prontas para corrigi-las devem ser w.ResumosConcursos.hpg.com.br Apostila: Auditoria – por Desconhecido comunicadas de imediato aos diretores da entidade. Geralmente se encontra anormalidade nas empresas, e se encontrar transmitir de imediato para os diretores. 4.6- O registro das evidências objetivas devem ser feitos de tal modo que não permitam dúvidas de interpretação. Evitem-se os termos: alguns, muitos, poucos, diversos, etc. 4.7- Não fazer comentários sobre as evidências descobertas. Entretanto, se necessário, fazê-los pôr códigos secretos.

- As informações obvias em função do trabalho são sigilosas, não se deve comentar com ninguém (nem com a família). Deve-se manter o sigilo profissional. 4.8- Evitar obter opiniões de terceiros a respeito de como o serviço deverá ou deveria ser feito. 4.9- As atividades auditorias devem ser contínuas. Não devem ser interrompidas.

Em caso de necessidade irremovível para interrompê-las, os elementos que estão sendo examinados devem ficar blindados, fechados ou Lacrados. 4.10- O auditor não deve esquecer que o objetivo da auditoria não é somente localizar irregularidades. Devem ser destacados também aspectos positivos encontrados no intinerário auditorial.

- O objetivo da auditoria é registrar o STATUS da empresa. O auditor vai estampar na empresa o que ele encontrar de positivo e de negativo. 4.1- Separar os aspectos vitais das evidências, que são poucos, dos aspectos triviais normalmente muitos.

- Saber distinguir o que é vital do que não é. 4.12- O auditor chefe deve estar atento as atividades contra a auditoria pôr parte da entidade auditada, tais como: - Prolongamento do período do almoço;

- Prolongamento de discussões sobre assuntos que podem ser discutidos rapidamente;

- Retirada propositada de máquina de escrever, calcular para deixar a auditoria desequipada; - Ausência de elementos chave alegando doença.

- O auditor deve estar sempre atento para alisões que querem atrapalhar a auditoria 4.13- Usar durante o trabalho linguagem, tratamento e apresentação pessoal adequados. 4.14- Utilizar de canais de comunicação adequados e transparentes exceto para assuntos sigilosos.

FONTE: In - Auditoria de Qualidade

Rebele e Antônio CR RJ - 1995.

5. CARREIRA PROFISSIONAL DO AUDITOR NAS EMPRESAS DE AUDITORIA INDEPENDENTE:

5.1- Assistente Trane - 1 a 6 meses; 5.2- Assistente de Auditor - 1 até 2 anos; 5.3- Auditor Sênior - 1 a 2 anos; w.ResumosConcursos.hpg.com.br Apostila: Auditoria – por Desconhecido

5.4- Auditor Supervisor - 1 a 2 anos; 5.5- Auditor Gerente - 5 anos; 5.6- Auditor Sócio Trane - Varia de empresa para empresa; 5.7- Auditor Sócio - Varia.

FONTE: Auditoria das Demonstrações Contábeis

José Hernandes Perez Júnior Atlas - 1995.

1 - DEFINIÇÃO DE CRISE EMPRESARIAL:

- Crise - estado anormal da empresa que ocorre previsível ou imprevisivelmente e após cuja duração não se pode prever a sua sobrevivência ou seu desaparecimento.

Exemplo: A Crise na empresa é como um eclético, o paciente fica em um estado orgânico anormal e quem assiste o paciente não sabe se ele melhorará a se morrerá.

- Quando a empresa entra em uma CRISE, ela decai ou irá a voltar a seu estado anterior, após enfrentar a crise. - Quando surge a CRISE, a administração tem que estar atenta para colocar os “remédios” necessários.

2- CLASSIFICAÇÃO:

2.1- de Estrutura; - Toda empresa tem que ser organizada, é um organismo estruturado.

- Se a empresa se instalou com base em uma previsão e um planejamento é difícil que ocorra uma CRISE, ela suporta tudo que vier do mercado.

- Exemplo: Uma empresa faz um pedido e a empresa não tem condições de retribuir o pedido quando desejado, aí então vem a CRISE de estrutura na empresa, esta se chama CRISE DE ESTRUTURA NA PRODUÇÃO.

- CRISE DE ESTRUTURA FINANCEIRA é não ter o dinheiro para comprar máquinas novas, comprar imóveis para aumentar a empresa.

- Portanto, devemos evitar a CRISE na estrutura devemos ter habilidade e capitais para não levar a empresa para a involução.

2.2- de Desempenho;

- Com administradores irresponsáveis o desempenho na atividade administrativa levam a empresa a um mau desempenho. - desempenho na entrega - desempenho na produção: operários incapazes e relapsos - desempenho financeiro. O indivíduo tem que ter capacidade na empresa com desempenho integral. O mau desempenho provoca CRISES.

- Toda empresa possui um patrimônio, esse é um patrimônio econômico de um lado o Ativo (Bens e Direitos) do outro o Passivo (Haveres e Obrigações). O patrimônio deve está sempre equilibrado > o Ativo real (bens e direitos) deve ser maior que o passivo. Os capitais que devemos a terceiros deve ser menor do que o ativo da empresa. Se a soma dos valores do ativo forem menor que as obrigações w.ResumosConcursos.hpg.com.br Apostila: Auditoria – por Desconhecido começa a CRISE, pôr abalar a estrutura econômica da empresa. Se o Patrimônio não for bem cuidado a empresa apresentará um déficit e não um superávit. A Empresa precisa ter um equilíbrio. O importante é que a empresa esteja sempre com um superávit e que o ativo seja sempre maior que o passivo.

- CRISE ECONÔMICA é a crise de bens que constituem o patrimônio da empresa, quando em crise financeira a empresa vende um bem para suprir as suas necessidades, gerando assim uma crise econômica. Diante de uma crise financeira a empresa deve tomar empréstimo bancário e nunca vender elementos do imobilizado.

- É representada pela indisponibilidade de dinheiro. Para que não ocorra a crise financeira o importante é manter a política da empresa equilibrada.

- CAPTAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS: a captação de recursos dependendo das circunstâncias de cada empresa pode ser: - endógena ou interna - captação de recursos provenientes das vendas (retorno do capital). - exógena ou externa - recorre a financiamento, subscrição de capital para seu aumento, exp. empréstimos.

2.5- Administrativa;

- Quando se fala em administração, se fala em: previsão, planejamento, organização, comando, coordenação, controle.

- Ocorre CRISE administrativa quando há falhas em alguns dos segmentos da administração, é como num organismo vivo.

- Tem que se remediar substituindo o elemento para não acontecer outras causas. Se você não remediar a crise só traz para a empresa um estado falimentar.

- Toda produção da empresa deve ser programada. A produção deve ter elementos para previsão da produção de maneira científica: a) disponibilidade de matéria prima; b) estoque suficiente para atender a procura; c) pedidos que virão para ser despachados; d) concorrência do mercado; e) fluxo dos pedidos dos consumidores.

(Parte 1 de 7)

Comentários