Nutrição Esportiva 08

Nutrição Esportiva 08

(Parte 1 de 4)

Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, São Paulo v. 3, n. 13, p. 34-41, Janeiro/Fevereiro, 2009. ISSN 1981-9927.

Revista Brasileira de Nutrição Esportiva ISSN 1981-9927 versão eletrônica

Periódico do Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício w w w . i b p e f e x . c o m . b r / w w w . r b n e . c o m . b r

TREINAMENTO RESISTIDO CIRCUITADO COM PESOS ASSOCIADO À SUPLEMENTAÇÃO DE ÔMEGA-3 MELHORA A SINTOMATOLOGIA NO QUADRO DE DOR EM MULHER ADULTA PORTADORA DE FIBROMIALGIA

Fernanda Glatthardt Amarante1,2 , Clara dos Santos Gameiro1,3

Miguel de Assis Vieira1,3 , Antônio Coppi Navarro1

, Francisco Navarro1

Fibromialgia é uma síndrome reumática nãoarticular, de origem desconhecida, caracterizada por dor musculoesquelética difusa e crônica, e presença de diversas regiões palpáveis à dor, denominadas tender points. O presente estudo tem como objetivo verificar se houve alteração sintomatológica no quadro de dor em mulher adulta, portadora de fibromialgia, submetida a treinamento resistido com pesos com suplementação de ômega-3 em cápsulas, durante onze semanas com finalidade de constatar a associação do treinamento à suplementação na melhora do quadro patológico. Materiais e Métodos: Professora de quarenta e oito anos de idade queixa-se de fortes dores por todo o corpo, sendo diagnosticada há dois anos como portadora de fibromialgia, foi submetida a treinamento resistido circuitado com pesos em dias intercalados e suplementação de ômega- 3 em cápsulas de 1000mg, ingerindo duas cápsulas ao dia. Resultados: Antes de iniciar a suplementação e o treinamento, os episódios de dor eram diários e de intensidade muito elevada. Com o começo do treinamento e suplementação, os episódios de dor e a intensidade começaram a diminuir, tornando se cada vez mais espaçados durante o estudo. Conclusão: pode-se afirmar que a combinação de exercício resistido com pesos de intensidade moderada em conjunto com a suplementação de omega 3 é capaz de atenuar a freqüência e a intensidade da dor em pacientes fibromialgicos.

Palavras chave: Fibromialgia, Treinamento resistido, omega-3, dor

1 – Programa de Pós-Graduação Lato-Sensu da Universidade Gama Filho em Bases Nutricionais da Atividade Física: Nutrição Esportiva. 2 – Licenciada em Educação Física pela Universidade Augusto Motta. 3 – Nutricionista pela Universidade Estácio de Sá.

Resist training circuit with weight and supplementation of ômega-3 improves symptoms under the pain in adult women bearer of fibromyalgia

Fibromyalgia is a rheumatic syndrome nonarticulate, from ignored origin, characterized by diffuse and chronic muscle-skeleton pain and presence of several tangible pain areas, denominated tender points. The present study has as objective verifies if there was symptom alteration on the pain picture of an adult woman, fibromyalgia bearer, submitted to resisted training with omega-3 supplement in capsules, during eleven weeks with purpose of verifying the association of the training to the supplementation in the improvement of her pathological picture. Materials and Methods: Forty-eight year-old teacher complains about strong pains for the whole body, being diagnosed two years ago as fibromyalgia bearer. She was submit to a resist circuit training with weights, on inserted days and omega-3 supplementation in capsules of 1000mg, ingesting two capsules daily. Results: Before starts supplementation and training, pain episodes were daily and with very high intensity. With the beginning of the training and supplementation, the pain episodes and intensity began to decrease, becoming more and more spaced during the study. Conclusion: it can be affirm that the combination of moderate intensity resisted exercise together with omega 3 supplementation is capable to lessen pain frequency and intensity on fibromyalgia patients.

Key words: Fibromyalgia, Resisted training, omega-3, pain.

Endereço para correspondência: E-mail: nandaglatthardt@hotmail.com E-mail: clara.gameiro@gmail.com E-mail: miguelvieira84@hotmail.com

Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, São Paulo v. 3, n. 13, p. 34-41, Janeiro/Fevereiro, 2009. ISSN 1981-9927.

Revista Brasileira de Nutrição Esportiva ISSN 1981-9927 versão eletrônica

Periódico do Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício w w w . i b p e f e x . c o m . b r / w w w . r b n e . c o m . b r

Fibromialgia é uma síndrome reumática não-articular, de origem desconhecida, caracterizada por dor musculoesquelética difusa e crônica, e presença de diversas regiões palpáveis à dor, denominadas tender points, especialmente no esqueleto axial (Wolfe e colaboradores, 1990). Dentre os sintomas freqüentemente associados à síndrome, podem estar presentes fadiga, distúrbios do sono, rigidez matinal, ansiedade e depressão (Marques e colaboradores, 2002).

(Trevor e Lawrence, 2004)

O ômega 3 é capaz de reduzir os efeitos inflamatórios em pacientes portadores de doenças reumáticas, não permitindo que reações pró-inflamatórias sejam formadas

Já o exercício de moderada a alta intensidade são efetivos na redução do quadro sintomatológico de dor em pacientes portadores de fibromialgia (Assis e colaboradores, 2003).

A fibromialgia é uma doença reumática crônica, na qual o seu portador além de apresentar intensas dores nos músculos esqueléticos em pontos específicos, chamados de tender points, possui altos níveis de ansiedade e baixa qualidade de vida, quando comparados com indivíduos saudáveis (Pagano e colaboradores, 2004).

Porém a sua causa tem origem desconhecida e seu tratamento é problemático (Hakkinen e colaboradores, 2001)

Segundo Olsen, Park e Cohen citado por Figueroa e colaboradores (2007), além da dor citada acima, o fibromialgicos apresenta intolerância ortostática, fadiga e diminuição da força.

Com relação ao diagnóstico, é baseado somente em critérios clínicos, devido à ausência de exames complementares que a identifiquem (Haun, Ferraz e Pollak, 1999).

Segundo o American College of

Rheumatology, para o diagnóstico de fibromialgia, o paciente deverá apresentar: dor crônica superior a três meses e dor difusa no esqueleto axial e em ambos os hemicorpos, tanto acima, quanto abaixo da cintura; e sentir dor em 1 ou mais dos 18 tender points (Haun, Ferraz e Pollak, 1999).

Apesar de saber que o exercício promove excelentes efeitos nas funções músculo esqueléticos, pouco se sabe sobre como ele atua fisiologicamente em pacientes com fibromialgia (Hakkinen e colaboradores, 2002).

Esses efeitos aparecerão por volta da oitava semana e seus benefícios irão crescendo até a vigésima semana a contar do início do treinamento, vale destacar que alguns indivíduos podem ter uma piora no quadro de dor nas primeiras semanas de exercício (Valim e colaboradores citado por Valim, 2006).

Portanto o aumento da sobrecarga do exercício deve ser mais lenta do que o corriqueiro para portadores de Fibromialgia, pois a adaptação é demorada e o treinamento exige um esforço maior (McCain e colaboradores citado por Valim, 2006).

O ácido graxo ômega-3, especialmente o ácido eicosapentaenoico (EPA) e o ácido docosahexaenoico (DHA) têm adquirido grande importância na nutrição humana, pois garantem diversos efeitos benéficos à saúde, podendo ser encontrados em diversos tipos de pescado (Castro 2002).

Verificou-se que o aumento da ingestão de EPA e DHA, irá facilitar a síntese de PGE3, TXA3 e LTB5 que são ecoisanóides de série ímpar, estes por sua vez impendem que reações pró-inflamatórias se formem em larga escala, devido às suas características antiinflamatórias (Garófolo e Petrilli, 2006).

Reduzindo assim os efeitos inflamatórios em pacientes portadores de doenças reumáticas (Trevor e Lawrence, 2004).

O presente estudo tem como objetivo verificar as alterações sintomatológicas no quadro de dor em mulher adulta, portadora de fibromialgia, submetida a treinamento resistido circuitado com pesos e com suplementação de ômega-3 em cápsulas, durante onze semanas com finalidade de investigar os resultados da associação do treinamento resistido circuitado com pesos e a suplementação de ômega-3 sobre o quadro sintomatológico da Fibromialgia.

Professora de quarenta e oito anos de idade queixa-se de fortes dores por todo o corpo, sendo diagnosticada há dois anos como portadora de fibromialgia, foi submetida a treinamento resistido circuitado em dias intercalados e suplementação de PROEPA em

Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, São Paulo v. 3, n. 13, p. 34-41, Janeiro/Fevereiro, 2009. ISSN 1981-9927.

Revista Brasileira de Nutrição Esportiva ISSN 1981-9927 versão eletrônica

Periódico do Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício w w w . i b p e f e x . c o m . b r / w w w . r b n e . c o m . b r cápsulas, extrato de ácidos graxos poliinsaturados marinhos omega-3 de 1000mg, laboratório Ache, ingerindo duas cápsulas ao dia.

O seu treinamento resumiu-se a: Série de adaptação com duração de cinco semanas, sendo os exercícios: Remada apoiada com pegada pronada, Supino reto, Cadeira extensora, Flexora em pé, Flexão de ombros, encolhimento de ombros, Cadeira adutora, Cadeira abdutora, Tríceps testa, Rosca bíceps direta e Abdominal infra. Contendo três séries de quinze repetições para membros superiores e três séries de vinte repetições para membros inferiores, tudo em forma de circuito, com intensidade moderada. Após as cinco semanas houve mudança nos exercícios, sendo estes: Crucifixo dorsal, Crucifixo ventral, Agachamento, Flexão plantar no degrau, Cadeira flexora, Rosca bíceps pegada neutra, Tríceps oblíquo, Abdução de ombros, Retroversão de quadril e Extensão de joelhos em decúbito dorsal. Passou-se a utilizar três séries de vinte repetições, tanto para os membros superiores, quanto os inferiores, mantendo o treinamento circuitado e a intensidade moderada.

Os aparelhos utilizados foram da marca Buick e as caneleiras e halteres da marca Vera Campos.

O quadro 1 representa os resultados dos meses de abril a julho, relatando se houve atividade extra; suplementação; e o relato de dor, identificando sua intensidade e localização.

Dia Atividade

Extra Suplementação Relato de Dor

Intensidade Localização

1 Sex Limpeza da casa Alta*1 Trapézio, joelhos, tornozelo e ombro.

12 Sáb Alta*1 Trapézio, joelhos, tornozelo e ombro.

13 Dom Alta Trapézio, joelhos, tornozelo e ombro.

14 Seg Alta Trapézio, joelhos, tornozelo e ombro.

15 Ter Média Trapézio, joelhos, tornozelo e ombro. 16 Qua Média Trapézio, joelhos, tornozelo e ombro.

17 Qui Média Trapézio, joelhos, tornozelo e ombro. 18 Sex Costurou Baixa Dedos / Trapézio e ombros 19 Sab Baixa Dedos / Trapézio e ombros

20 Dom Baixa Dedos / Trapézio e ombros 21 Seg Baixa Dedos / Trapézio e ombros

(Parte 1 de 4)

Comentários