Apostila Cemig Instalações Residenciais

Apostila Cemig Instalações Residenciais

(Parte 7 de 12)

cosØ = kWcomo cosØ = 1, tem-se kW = kVA kVA

1.13 - Aparelhos para testar e Aparelhos para medir Energia Elétrica

É muito importante ler com muita atenção o Manual do aparelho antes da utilizálo. É através do Manual do aparelho, que se pode ter as informações corretas de como utilizá-lo com precisão e segurança, o que o aparelho pode ou não medir e em quais condições. Deve ser feito aferições/calibrações no aparelho, seguindo as recomendações do fabricante.

Sempre na utilização desses aparelhos, deve-se ter o cuidado de não fechar um curto-circuito em circuitos energizados.

O aparelho deverá ser sempre bem acondicionado e ter cuidados no transporte e na utilização.

Qualquer equipamento ou mesmo a fiação deste aparelho, pode-se estragar de uma hora para outra. Com isso é importante conferir se o aparelho de medição ou teste está funcionando ou não.

É recomendável que ao testar a existência de uma grandeza elétrica em um circuito desenergizado, deve-se conferir em seguida, se o aparelho de medir/testar está funcionando ou não, em um circuito que esteja energizado. Nesta condição pode-se certificar que o aparelho está funcionando, ou não.

Em caso de dúvidas, deve-se repetir os testes, pois é importante que se tenha segurança nas medições e testes das grandezas elétricas efetuadas.

1.13.1 – Aparelhos de Teste

Os aparelhos de testes não medem os valores das grandezas elétricas, testam simplesmente a existência ou não, das mesmas. Podem, por exemplo, auxiliar na identificação do fio Fase energizado de um circuito elétrico.

IMPORTANTE - Sempre que possível, deve-se utilizar os outros tipos de aparelhos mencionados no subitem 1.13.2 página 31 deste Manual. Com isso pode-se ter mais segurança de não ser acidentado, além de ter informações técnicas mais precisas.

Manual de Instalações Elétricas Residenciais

1.13.1.1 - Lâmpada Néon

Trata-se de uma lâmpada que tem a característica de acender quando um dos seus terminais é posto em contato com um elemento energizado e outro é posto em contato com o “terra”. Normalmente, é apresentada sob a forma de uma caneta ou chave de parafusos, onde um dos terminais é a ponta da caneta (ou da chave) e o outro faz o “terra” através do próprio corpo da pessoa.

Devido a grande resistência interna da lâmpada, a corrente circulante não é suficiente para produzir a sensação de choque nas pessoas. Entretanto, seu uso é restrito a circuito de baixa tensão, como nas instalações elétricas residenciais.

A vantagem deste instrumento é o fato de indicar, de maneira simples, a presença de tensão no local pesquisado: a lâmpada acende quando a ponta do aparelho encosta no fio Fase energizado. Quando se encosta no fio Neutro, não acende.

Existem alguns tipos de aparelhos com lâmpada de neon, com os mesmos princípios de funcionamento, que possibilitam identificar também, além do fio Fase e o fio Neutro, o valor aproximadoda tensão, se é 127 V, 220 V ou 380 Volts.

IMPORTANTE:Não se deve usar uma lâmpada de néon individualmente (sem o invólucro), pois ela poderá estourar, causando algum acidente.

1.13.1.2 - Teste com uma Lâmpada

A identificação dos fios: Fase (energizado) e o Neutro, de uma instalação elétrica interna, pode ser feita com uma lâmpada incandescente de 220 Volts, colocada em um receptáculo com 2 fios terminais. Um dos seus terminais é posto em contato com um dos fios que se deseja testar e o outro terminal é posto em contato com um condutor devidamente aterrado (uma haste de terra cravada no chão). Se a lâmpada acender, significa que o fio que se deseja identificar é o fio Fase. Caso contrário, se a lâmpada permanecer apagada, significa que o fio utilizado é o Neutro.

ATENÇÃO:a lâmpada incandescente a ser utilizada, tem que ser fabricada para a tensão de 220 Volts, pois pode ser que os dois fios que deseja identificar, sejam Fase- Fase (220 Volts) ou que o transformador que alimenta a instalação elétrica seja de 220 Volts entre Fase e Neutro. Daí, se a lâmpada for de 127 Volts, ela poderá estourar no teste, provocando um acidente com a pessoa. É recomendável que a lâmpada esteja protegida com um anteparo e poderá ser de uma potência baixa, por exemplo: 15 ou 25 Watts.

220V 220V

Aterramento

Fase Neutro

Manual de Instalações Elétricas Residenciais

1.13.1.3 - Lâmpada em “Série”

A Lâmpada em “Série” possibilita verificar a continuidade de um circuito ou equipamento elétrico.

A lâmpada utilizada deve ser de baixa potência (15 Watts) a fim de limitar os valores da corrente, evitando danos ao equipamento sob teste.

A lâmpada é colocada em série, com o equipamento a ser testado. Ao ligar o aparelho, se a lâmpada acender, significa que o aparelho está com “continuidade” (poderá não estar “queimado”) no circuito elétrico.

1.13.2 - Aparelhos de Medição

Os aparelhos de medição são instrumentos que, através de escalas, gráficos ou dígitos, fornecem os valores numéricos das grandezas que estão sendo medidas.

Como foi ressaltado anteriormente, é sempre preferível a utilização desses aparelhos, ao invés dos aparelhos de teste (ver subitem 1.13.1página 29).

Os aparelhos de medição, segundo a maneira de indicar os valores medidos, podem ser:

a) Indicadores:- são aparelhos que, através do movimento de um ponteiro em uma escala ou de uma tela digital, fornecem os valores instantâneos das grandezas medidas. b) Registradores:- têm o princípio de funcionamento semelhante ao dos instrumentos indicadores, sendo que, é adaptado à extremidade do ponteiro, uma pena, onde se coloca tinta. Sob a pena corre uma tira de papel com graduação na escala conveniente. A velocidade do papel é constante, através de um mecanismo de relojoaria.

Deste modo, tem-se os valores da grandeza medida a cada instante e durante o tempo desejado. Alguns instrumentos deste tipo utilizam um disco ao invés de tira (rolo) de papel, nesse caso, o tempo da medição é limitado a uma volta do disco. c) Integradores:- São aparelhos que somam os valores instantâneos e fornecem a cada instante os resultados acumulados. O aparelho integrador pode ser de ponteiros ou de ciclômetro ou dígitos. Um exemplo, são os medidores de energia elétrica das residências.

Manual de Instalações Elétricas Residenciais

1.13.2.1 - Amperímetro e Voltímetro

O Amperímetroé utilizado para medir a corrente elétrica de um circuito e deve ser ligado em série com a carga.

O Voltímetroé utilizado para medir a tensão elétrica de um circuito e deve ser ligado em paralelo com a carga.

1.13.2.2 – Wattímetro

A medição de potência elétrica (W) é feita por um aparelho, o Wattímetro, que associa as funções do Voltímetro e do Amperímetro. No Wattímetro, é indicado o terminal comum que deve ser ligado ao lado da carga.

1.13.2.3 – Ohmímetro

O Ohmímetroé utilizado para medir a resistência elétrica (Ω). O Ohmímetro é também usado para se verificar a continuidade de um circuito elétrico. Observação: o circuito elétrico deverá estar desernergizado.

A V CARGAFonte

W CARGAFonte

Medidor R

Manual de Instalações Elétricas Residenciais

1.13.2.4 – Alicate Volt-Amperímetro

O medidor de Corrente e de Tensão, tipo “alicate”, é um aparelho largamente utilizado. É conhecido como Alicate Volt-Amperímetro.

Esse instrumento possui escalas para medir a Corrente e a Tensão. Com isso, deverá ser ajustado através de uma chave seletora (corrente ou tensão), antes de efetuar a medição.

(Parte 7 de 12)

Comentários