Apostila Cemig Instalações Residenciais

Apostila Cemig Instalações Residenciais

(Parte 8 de 12)

Se a pessoa não tem uma idéia do valor da corrente ou da tensão a ser medida, ela deverá ajustar o aparelho para a maior escala de corrente ou tensão e se for o caso, ir diminuindo a escala para que seja efetuada a medição corretamente. Deve-se consultar o Manual de instruções do aparelho.

Medição de corrente elétrica:O aparelho possui garras que “abraçam” o condutor onde passa a corrente elétrica a ser medida. Essas garras funcionam como núcleo de um transformador de corrente em que o primário é o condutor, no qual está sendo realizada a medição e o secundário é uma bobina enrolada que está ligada ao medidor propriamente dito, conforme indica a figura a seguir.

Observação: O amperímetro deverá abraçar apenas o(s) fio(s) da mesma Fase (F1,

F2ou F3). Medição de tensão elétrica: Para medir tensão, esse instrumento possui dois terminais nos quais são conectados os fios, que serão colocados em contato com o local a ser medido.

1.13.2.5 – Medidor de Energia Elétrica

O medidor monofásico do consumo energia elétrica (kWh) compõe-se de duas bobinas: uma de tensão, ligada em paralelo com a carga e uma de corrente, ligada em série com a carga. As duas bobinas são enroladas sobre o mesmo núcleo de ferro.

FN CargaLinha

Bobina de Potencial

Bobina de Corrente

Garra Medidor

Fio

Manual de Instalações Elétricas Residenciais

Um disco colocado junto ao núcleo, que por força dos campos magnéticos formados (da tensão e da corrente), quando a carga está ligada, passa a girar com velocidade proporcional à energia consumida. Através de um sistema de engrenagens, a rotação do disco é transportada a um mecanismo integrador.

No medidor de consumo energia elétrica (kWh), o valor da energia relativa a um certo período de tempo a ser medida, corresponde à diferença entre as duas leituras realizadas, uma no final e outra no início do respectivo período. A leitura destes medidores é feita seguindo a seqüência natural dos algarismos, ou seja, se forem quatro ou cinco ponteiros, ou quatro ou cinco janelas, o primeiro à esquerda indica os milhares, o segundo as centenas e assim por diante.

Deve-se ter cuidado ao fazer uma leitura nos medidores de ponteiro, pois cada ponteiro gira em sentido inverso ao de seus vizinhos.

Nota:Ao ler os valores de energia em um medidor de kWh, o número que se deve considerar é aquele pelo qual o ponteiro acabou de passar, isto é, quando o ponteiro está entre dois números, considera-se o número de menor valor. Para se efetuar a leitura, deve-se iniciar pelo primeiro ponteiro a direita.

1.14 – Informações sobre a CEMIG, ANEEL, PROCEL, ABNT e INMETRO

Serão apresentadas a seguir, algumas informações bastante resumidassobre:

•Companhia Energética de Minas Gerais – CEMIG, endereço eletrônico: http://www.cemig.com.br

•Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL, endereço eletrônico: http://www.aneel.gov.br

•Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica – PROCEL, endereço eletrônico: http://www.eletrobras.gov/procel

•Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT, endereço eletrônico: http://www.abnt.org.br

•Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial – INMETRO, endereço eletrônico: http://www.inmetro.gov.br

NOTA:Para que se tenha informações mais completas e atualizadas, procure o respectivo endereço eletrônico.

Leitura do mês anterior

Leitura do mês atual

Leitura do mês anterior: 4590

1- Exemplo de leitura no medidor Ciclométrico Se subtrair a leitura do mês anterior da leitura atual, terá o consumo mensal em (kWh) 04805 - 04590 = 215 kWh (quilowatts-hora)

2- Exemplo de leitura no medidor de Ponteiros Subtrair a leitura do mês anterior da leitura atual, terá o consumo mensal em (kWh) 04857 - 04590 = 267 kWh

Manual de Instalações Elétricas Residenciais 1.14.1 - Companhia Energética de Minas Gerais – CEMIG

A Companhia Energética de Minas Gerais - CEMIG é uma das maiores e mais importantes concessionárias de energia elétrica do Brasil, por sua posição estratégica, competência técnica e mercado atendido.

A área de concessão da CEMIG cobre cerca de 96% do território do Estado de

Minas Gerais, na região Sudeste do Brasil, correspondendo a 567 mil km2, o equivalente a extensão territorial de um País do porte da França.

Uma das tarefas mais importantes da CEMIG é zelar pela qualidade do serviço prestado a mais de 5,6 milhões de clientes, ou 17 milhões de pessoas, espalhados em mais de 5.400 localidades de 774 municípios do Estado de Minas Gerais. A preocupação é operar todo esse sistema com mais de 323 mil km de linhas de distribuição, o maior da América Latina, da forma mais satisfatória possível, preservando a qualidade.

Para atingir esse objetivo, a CEMIG busca, continuamente, novas técnicas, investe na preservação e aumento da segurança do sistema elétrico, etc.

Dados da CEMIG em 2002

Fundada em 2 de maio de 1952, pelo então governador do Estado de Minas

Gerais e, depois, presidente do Brasil, Juscelino Kubitscheck de Oliveira, com o objetivo de dar suporte a um amplo programa de modernização, diversificação e expansão do parque industrial do Estado, a CEMIG conseguiu cumprir o seu papel de ser um instrumento de desenvolvimento da economia mineira e, ao mesmo tempo, ser uma Empresa eficiente e competitiva.

Manual de Instalações Elétricas Residenciais

A Usina de Gafanhoto foi o ponto de partida da CEMIG. Construída pelo Governo do Estado de Minas Gerais, em 1946, e transferida à CEMIG em 1952, Gafanhoto tem grande significado econômico, pois permitiu a implantação da Cidade Industrial de Contagem, o maior pólo industrial do Estado de Minas Gerais.

Depois vieram as usinas hidrelétricas de Itutinga, Piau, Salto Grande, Cajuru e Três

Marias. Marco da participação da engenharia nacional na construção de grandes barragens, Três Marias possui um reservatório de uso múltiplo, que além de gerar energia viabiliza a navegação no rio São Francisco nos períodos de estiagem, o abastecimento urbano e a irrigação na região.

Na década de 60, com o apoio do Programa de Desenvolvimento das Nações

Unidas e do Banco Mundial, foi levantado o potencial hidrelétrico de nossos rios e identificados os projetos mais viáveis. Assim, surgiram as hidrelétricas de Jaguara, Volta Grande, São Simão, Emborcação e Nova Ponte.

Principais Usinas (em 2002)Potência (MW)

São Simão (rio Paranaíba)1.710 Emborcação (rio Paranaíba)1.192 Nova Ponte (rio Araguari)510 Jaguara (rio Grande)424 Miranda (rio Araguari)408 Três Marias (rio São Francisco)396 Volta Grande (rio Grande)380 Outras 1.003 CAPACIDADE TOTAL 6.023

Para continuar garantindo o abastecimento do mercado de energia elétrica do

País, a CEMIG, em parceria com empresas privadas, participa de consórcios para construir novas usinas no Estado do Estado de Minas Gerais.

Hoje, como uma das principais empresas integradas do Brasil, gera, transmite, distribui e comercializa energia elétrica para o segundo mercado consumidor do País, onde estão instaladas algumas das maiores empresas nas áreas de siderurgia, mineração, automobilística, metalurgia, etc.

Reconhecida pelo alto padrão técnico de seu pessoal, a CEMIG é considerada uma empresa modelo no setor elétrico brasileiro. A excelência técnica da CEMIG ultrapassou as fronteiras de sua área de concessão no Estado de Minas Gerais, atuando em outros estados brasileiros e em mais de dez países das Américas, Ásia e África, onde a marca CEMIG é sinônimo de excelência na venda de serviços e de consultoria para a área energética.

(Parte 8 de 12)

Comentários