Compreendendo a Evasão Escolar nas aulas de Educação Física

Colégio Estadual da Bahia – Alunos do 3º ano

Cláudia Santos

Emerson Pereira Badaró

Universidade Jorge Amado

Resumo

Esta pesquisa de campo teve como público alvo, os estudantes do ensino médio do Colégio Estadual da Bahia, localizado no Município de Salvador, foi escolhido por ser um Colégio de referência e por ter 172 anos de Ensino, com 2700 alunos; com esta representação escolhemos a turma do 3º ano M cinco, foram entrevistados 10 alunos, do sexo masculino e cinco do feminino, os mesmos foram selecionados aleatoriamente, dando autonomia a quem gostaria de responder e bater um papo no final, referente à evasão escolar nas aulas de educação física.

Palavras Chave: Evasão Escolar e Representação Social

Abstract

This field research was to target the high school students of the College State of Bahia, located in the city of Salvador, was chosen as a reference for college and for 172 years of education, with 2,700 students, with the representation chosen the class of 3 years M 5, were interviewed 10 students, males and 5 females, they were randomly selected, giving autonomy to those who would like to meet and to chat in the final, for school classes in physical education.

Introdução

Nos períodos em que cursamos a disciplina de Estágio Supervisionado em que realizamos em algumas escolas, foi constatado o desinteresse e a desmotivação dos alunos nas aulas de Educação Física. Inquietos observamos que alguns fatores levavam a uma parte do grupo a não freqüentar as aulas, procuramos então investigar que fatores estava contribuindo para tal desencantamento e desinteresse do grupo. E que fatores contribuíam para a evasão nas aulas de educação física. O presente estudo propôs investigar os motivos que levam os alunos do Ensino Médio do Colégio Estadual da Bahia conhecido como Central a se desmotivarem para a prática das aulas de Educação Física. Metodologicamente, este trabalho caracteriza-se por um estudo de caso utilizando-se de um questionário para coletar os dados, tendo uma representação social a turma do 3º ano do ensino médio. Em suma com os resultados deste estudo; apresenta reflexões sobre as causas da evasão nas aulas de educação física, além de favorecer uma reflexão sobre o papel do professor, bem como seus objetivos e perspectivas junto ao corpo discente.

Desenvolvimento

Esta pesquisa de campo teve como público alvo, os estudantes do ensino médio do Colégio Estadual da Bahia, localizado no Município de Salvador, foi escolhido por ser um Colégio de referência e por ter 172 anos de Ensino, com 2700 alunos; com esta representação escolhemos a turma do 3º ano M cinco, foram entrevistados dez alunos, cinco do sexo masculino e cinco do sexo feminino, os mesmos foram selecionados aleatoriamente, dando autonomia a quem gostaria de responder, e dialogando no final com toda a turma referente à evasão escolar nas aulas de educação física. Nosso primeiro contato foi professor Joanildo Ramos vice-diretor do turno da tarde, professor do curso de Hotelaria da UNIJORGE, onde leciona inglês técnico, porém a pesquisa foi realizada no turno oposto, através do nosso segundo contato, professora Mara Núbia Virgens Araujo vice-diretora do turno da manhã. Foi possível identificar algumas possibilidades para o papel da educação física no ambiente escolar.

Segundo pesquisa da UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância), destaca que na Bahia 36,1 dos adolescentes entre 15 a 17 anos cursam o ensino médio, mostram que 63,9 estão fora da escola. (http://www.unicef.org.br).  Sabemos que evasão em geral acontece em todas as disciplinas, como observamos em uma nossas visita a uma escola, em que uma professora de matemática ministrava sua aula para apenas dois alunos, segundo o diretor da mesma, essa situação acontece sempre nos finais de semana, com a maioria dos alunos do turno vespertino. Entendo que o professor de educação física tem um papel fundamental na reversão desse processo. Diante dessa situação, mostraremos através de alguns gráficos fatores que influenciam a evasão escolar, nas aulas de educação física, obtido através do questionário.

O presente questionário se constitui como instrumento para a coleta de dados, que subsidiarão a argumentações referentes a temática evasão nas aulas de Educação Física Escolar.

Escolaridade: ______ Idade: ______ Sexo: F ( ) M ( )

Questionário

1) Alguma vez você deixou de freqüentar as aulas de educação física?

Sim ( ) Não ( )

2) Com que freqüência você participa das aulas de Educação Física:

Sempre ( ) Raramente ( ) Nunca ( )

3) Em sua opinião que fatores contribuem para a evasão nas aulas de Educação física?

( ) Relação professor aluno, professor autoritário.

( ) Falta de planejamento da aula.

( ) Falta de material

( ) Inadequação do horário da aula pois é no mesmo turno.

( ) Inadequação do horário da aula pois é no turno oposto.

( ) Infra-estrutura (quadra, sala, materiais e etc).

( ) Aula mistas ou seja meninas e meninos.

( ) Outros ______________________________________________________

4) Cite três palavras que sintetize a Educação Física para você.

____________ ____________ ____________

5) Concernente as aulas de Educação Física, você diria:

( ) Divertidas, prazerosas e dinâmicas

( ) Monótonas e cansativas

( ) É relevante para a minha vida.

( ) Não é relevante para a minha vida.

Gráficos

1. Alguma vez você deixou de freqüentar as aulas de educação física?

 G

 

 

 

 

No gráfico acima mostra que dos alunos que freqüenta a escola; 100% dos meninos nunca deixaram de freqüentar as aulas de educação física e que 60% das meninas deixaram de freqüentar, apenas 40% participavam das aulas. 

2. Com que freqüência você participa das aulas de Educação Física:

Dos alunos entrevistados, 100% dos meninos sempre freqüentaram as aulas de educação física, o motivavam eles para a participação é que depois das aulas, o professor reservava os dez minutos finais da aula, para a socialização com o futebol.

Concernente as meninas 90% raramente freqüentavam as aulas, segundo relato, devidos as atividades fazer suar e porque era no mesmo turno das aulas.

3. Em sua opinião que fatores contribuem para a evasão nas aulas de Educação física?

Os gráficos nos revelam que 50% dos meninos deixam de freqüentar as aulas por falta de planejamento, 25% Inadequação do horário (mesmo turno); 12,5 a falta de infra-estruta, 12,5 aulas mista (meninos e meninas).

Já as meninas 38,46% deixam de freqüentar as aulas por falta de planejamento, 30% falta de material, (mesmo turno); 15,38 por falta de infra-estruta, 7,7 aulas mista (meninos e meninas) e apenas 7,7 a inadequação no horário.

4.Concernente as aulas de Educação Física, você diria:

O gráfico acima destaca que 80% dos meninos, a educação física era relevante, porém só 40% das meninas responderam que era relevante. Divertida e prazerosa empatam na mesmas porcentagem. Mas 40% das meninas acrescentam monotonia das aulas.

A tabela abaixo mostra alguns dados globais; dados do MEC, 2002 referente a evasão escolar.                  

 

Dados nos revelam que no 3º ano o nível de evasão no Brasil é de 8,7, já na Bahia a taxa está com um índice menor de 7,2.

Resultados:

Com analise de todos os dados do questionário, foi possível detectar alguns fatores que contribui para evasão nas aulas de educação física, sendo o principal a falta de planejamento das aulas. Nesse sentido os professores de educação física não se encontram preparados para ministrar aula para o ensino médio, ressaltando que algumas escolas que fazem trabalhos voltado para modalidade esportiva que o aluno tenha afinidade, diminuindo o índice de evasão escolar.

Ao final da fase coletada, com dados em mãos, conseguimos então quantificar e qualificar, os problemas que contribuem para a evasão escolar.

Quando se entende aula de Educação física como construção de uma realidade social, caracterizada por um acontecimento socialmente regulamentada, então a analise da aula de Educação Física tem que se concentrar nas exigências e regras sob e pelas quais professores e alunos a constroem, isto é, desenvolvem situações de aula. (GRUPO de Trabalho Pedagógico. Visão didática da educação física). 1.ed. Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico. 1991. V 822v, 9 p.

Como futuros professores temos a responsabilidade de motivar a prática desta disciplina e mostrar a importância das aulas para os alunos.

Conclusão

A Educação Física Escolar no Ensino Médio depende de vários fatores entre eles; como professores responsáveis, instalações adequadas, professores comprometidos e competentes.

Segundo COLETIVO DE AUTORES(1992). Alguns aspectos específicos de um programa de Educação Física para o ensino fundamental e médio que venham responder à inquietação do professor quanto ao conhecimento a ser tratado, à sua distribuição nas diferentes séries e aos procedimentos para ensiná-lo.

Estruturar um programa de Educação Física ou de outra disciplina e selecionar os seus conteúdos é um problema metodológico básico, uma vez que, quando se aponta o conhecimento e os métodos para sua assimilação, se evidencia a natureza do pensamento teórico que se pretende desenvolver nos alunos. Podemos dizer que o programa é o pilar da disciplina e que seus elementos principais são: 1) o conhecimento de que trata a disciplina, sistematizado e distribuído, que geralmente se denomina de conteúdos de ensino; 2) o tempo pedagogicamente necessário para o processo de apropriação do conhecimento; e 3) os procedimentos didático-metodológicos para ensiná-lo.

A educação física para muitos professores da área se limita a dimensão procedimental (o fazer), a educação física está inserida, nas três dimensões: conceitual, procedimental e atitudinal. Podemos construir uma estrutura na qual a  disciplina de Educação Física no ensino médio possua um planejamento, objetivos definidos nas três áreas do conteúdo e uma estratégia adequada que melhore a evasão nas aulas de educação física no ensino médio.

Está em nossas mãos ser um professor de grande desafio e tornar o ensino médio, um componente curricular atraente. O estudo realizado foi possível observar que existem vários fatores que deve ser revisto e analisado para superar a evasão escolar nas aulas de educação física no ensino médio.

Referencias:

(GRUPO de Trabalho Pedagógico. Visão didática da educação física). 1.ed. Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico. 1991. V 822v, 9 p.

(COLETIVO DE AUTORES. Metodologia do ensino da educação física. Editora Cortez.

www.inep.gov.br (Números da educação no Brasil2003).

UNICEF-http://www.unicef.org.br(Dados evasão escolarnaBahia).

Comentários