Apostila Senai Hidraulica Tecnicas de Comando

Apostila Senai Hidraulica Tecnicas de Comando

(Parte 5 de 7)

CAPÍTULCAPÍTULCAPÍTULCAPÍTULCAPÍTULOOOOO5 SIMBOLSIMBOLSIMBOLSIMBOLSIMBOLOGIA / RESUMOOGIA / RESUMOOGIA / RESUMOOGIA / RESUMOOGIA / RESUMO

TABELA 5.1: Linhas de fluxo

TABELA 5.2: Símbolos funcionais

32HIDRÁULICA E TÉCNICAS DE COMANDO

SÉRIE RECURSOS DIDÁTICOS TABELA 5.3: Fontes de energia

TABELA 5.4: Válvulas direcionais

TABELA 5.5: Métodos de acionamento

33HIDRÁULICA E TÉCNICAS DE COMANDO

SÉRIE RECURSOS DIDÁTICOS TABELA 5.6: Válvulas controladoras de vazão

TABELA 5.7: Válvula de retenção

34HIDRÁULICA E TÉCNICAS DE COMANDO

TABELA 5.8: Válvula reguladora de pressão TABELA 5.9: Reservatório

35HIDRÁULICA E TÉCNICAS DE COMANDO

TABELA 5.10: Bombas TABELA 5.1: Motores

36HIDRÁULICA E TÉCNICAS DE COMANDO

SÉRIE RECURSOS DIDÁTICOS TABELA 5.1: Cilindros

37HIDRÁULICA E TÉCNICAS DE COMANDO

SÉRIE RECURSOS DIDÁTICOS TABELA 5.1: Instrumentos e acessórios

38HIDRÁULICA E TÉCNICAS DE COMANDO

Bombas hidráulicas são componentes utilizados para fornecer vazão ao sistema, fornecendo energia necessária ao fluido.

6.1.1 Bomba de Deslocamento Não Positivo

Nestas bombas não existe vedação entre a entrada e a saída; um pequeno aumento da pressão reduz a vazão na saída. Exemplo: Bombas centrífugas que possuem fluxo radial. Existe também as que possuem fluxo axial, são constituídas por uma hélice rotativa.

6.1.2 Bomba de Deslocamento Positivo Bomba de Engrenagens

CAPÍTULCAPÍTULCAPÍTULCAPÍTULCAPÍTULOOOOO6 BOMBAS HIDRÁULICASBOMBAS HIDRÁULICASBOMBAS HIDRÁULICASBOMBAS HIDRÁULICASBOMBAS HIDRÁULICAS

6.1 Tipos

FIGURA 6.1, 6.2 e 6.3: Bombas hidráulicas FONTE: VICKERS, 1983 p.1-1

FIGURA 6.4: Bombas de engrenagens FONTE: RACINE, 1981 p.130

39HIDRÁULICA E TÉCNICAS DE COMANDO

Princípio de Funcionamento das Bombas de Engrenagem

Com o desengrenamento das engrenagens motora e movida, o fluido é conduzido da entrada para a saída nos vãos formados pelos dentes das engrenagens e as paredes internas da carcaça da bomba; com o reengrenamento das engrenagens, o fluido é “espremido” e forçado para a saída.

Características:

Possuem construção bem simples, pois existem, normalmente, somente duas peças móveis; São de fácil manutenção;

Preço mais baixo em relação aos outros tipos de bombas;

Pressão de operação até 250 Kgf/cm²;

Elevado ruído (reduzido nas bombas de engrenagens helicoidais);

Bomba de engrenagens internas

Bomba de Engrenagens Helicoidais

FIGURA 6.5: Bombas de engrenagens internas FONTE: RACINE, 1981 p.132

FIGURA 6.6: Bombas de engrenagens espinha de peixe FONTE: RACINE, 1981 p.131

40HIDRÁULICA E TÉCNICAS DE COMANDO

6.1.3 Bombas de Palhetas

Características:

Construção simples, porém possui maior número de peças mó veis. (Palhetas); São de fácil manutenção;

Pressão de trabalho: até 210 kg/cm² para bombas de anel elíptico (Balanceadas); 70 kg/cm² para bombas autocompensadoras;

Tipos: De Vazão Fixa (Balanceada)

De Vazão Variável com Compensação de Pressão

FIGURA 6.7: Bombas de vazão fixa FONTE: Treinamento Hidráulico, REXROTH p.40

41HIDRÁULICA E TÉCNICAS DE COMANDO

6.1.4 Bombas de Pistões

Características

(Parte 5 de 7)

Comentários