Apostila Senai Hidraulica Tecnicas de Comando

Apostila Senai Hidraulica Tecnicas de Comando

(Parte 7 de 7)

7.1 Sobreposição das Válvulas Direcionais

FIGURA 7.2: Válvula direcional com êmbolo deslizante

47HIDRÁULICA E TÉCNICAS DE COMANDO co e o elemento cônico uma válvula direcional de assento cônico, ambas V.D 3/2 vias, que associadas representam uma V.D 4/2 vias.

Devido a uma força externa para vencer a força da mola, êmbolo superior estar mantendo a esfera encostada ao assento, como isto representado é V.D 4/2 vias, observamos que P esta para B e A esta para T. Se eliminarmos a força externa, a força da mola afastará a esfera, conseqüentemente P passará para A e no mesmo instante pilotará o elemento cônico permitindo que B passe para T.

Sobreposição de Comando nas Válvulas Direcionais de Pistão

Conforme o tipo de êmbolo de comando, ao serem comutadas as válvulas para uma outra posição de comando, as conexões são fechadas ou interligadas durante um determinado tempo. Isto é denominado de sobreposição positiva ou negativa de comando.

A sobreposição positiva é onde todas as conexões fecham-se durante a comutação, por um pequeno tempo, formando CF, neste caso não existe perda de pressão, mas conseqüentemente existe o surgimento de golpes de comando por causa do pico de pressão.

A sobreposição negativa é quando durante a comutação todas as conexões estão interligadas durante um pequeno tempo, formando um H, neste caso não temos a formação de golpes de comando e picos de pressão, mas há queda de pressão, onde se esvazia os acumuladores de pressão e se existir cargas podem descer.

FIGURA 7.3: Válvula direcional com assento esférico

FIGURA 7.4: Sobreposição positiva FONTE: Treinamento Hidáulico, REXROTH p.97

48HIDRÁULICA E TÉCNICAS DE COMANDO

Solenóides - Nas válvulas direcionais os solenóides acionam o spool das válvulas direcionais possibilitando a passagem do fluxo.O solenóide consiste basicamente de três elementos: a armadura, o “T” ou martelo e a bobina.

Quando passamos uma corrente elétrica na bobina é gerado um campo magnético que empurra o martelo para baixo que, por sua vez deslocará o carretel de direcional dando nova direção ao fluxo do fluído.

7.1.2 Tipos de solenóides

De corrente alternada (220V) - alta velocidade do núcleo, porém se este não chegar a final do curso queima-se rapidamente (1 a 1,5 hs para os imersos em óleo e 10 a 15 minutos para os secos). Há também solenóides com voltagem de 110 V. De corrente contínua (24V) - é mais lento que o anterior.

Solenóide em banho de óleo - movimenta-se suavemente e deveter preferência no caso de clima úmido ou ao ar livre.

FIGURA 7.5: Sobreposição negativa FONTE: Treinamento Hidráulico, REXROTH p.97

FIGURA 7.6: Esquema de solenóide FONTE: RANCINE, 1981 p.177

49HIDRÁULICA E TÉCNICAS DE COMANDO

SÉRIE RECURSOS DIDÁTICOS Solenóides em Eletroválvulas

7.1.3 Válvulas Direcionais Pré-Operadas (Sanduíche de Válvulas)

São válvulas de tamanho nominal grande e de elevada potência hidráulica (P. Q). Funciona da seguinte forma: Uma válvula pequena comandada por solenóides é acionada deslocando o spool o qual permite a passagem do óleo que irá para o êmbolo da válvula principal. Por esse motivo são chamadas de válvulas de duplo acionamento ou eletro-hidráulicas.

FIGURA 7.7: Válvula de duplo acionamento FONTE: REXROTH, 1983 p.106

TABELA 7.1: Solenóides em eletroválvulas

50HIDRÁULICA E TÉCNICAS DE COMANDO

SÉRIE RECURSOS DIDÁTICOS Exemplo prático:

FIGURA 7.8: Válvula direcional 4/3 vias, pré-acionadas por solenóides, acionada por pressão hidráulica, centrada por mola; de piloto e dreno interior

(Parte 7 de 7)

Comentários