Introdução ao GNU/LInux

Introdução ao GNU/LInux

(Parte 1 de 7)

Nota de Copyright

O uso deste documento é regido pela licença GNU Free Documentation License, Versão 1.3 ou qualquer outra publicada posteriormente, da Free Software Foundation. Uma cópia dessa licença pode ser lida no anexo D ou no página http://www.gnu.org/copyleft/fdl.html.

Todas as marcas e nomes registrados por terceiros mencionados durante o texto pertecem aos seus respectivos donos e são regidas por suas respectivas licenças.

Copyright (C) 2009 João Felipe Mitre, Luiz Fernando Lopes Rodrigues Silva. Permission is granted to copy, distribute and/or modify this document under the terms of the GNU Free Documentation License, Version 1.3 or any later version published by the Free Software Foundation; with the Invariant Sections being annexes C and D, no Front-Cover Texts, and no Back-Cover Texts. A copy of the license is included in the section entitled "GNU Free Documentation License".

O código fonte desse livro está hospedado em: http://code.google.com/p/introducaoaognulinux/ O código fonte é a versão do livro em desenvolvimento. Supostamente, deve conter conteúdo adicional que pode ou não ter sido revisado. A cada modificação significativa será disponibilizado um PDF.

Introdução ao GNU/Linux

Esse livro surgiu com a necessidade de criar uma referência sobre o GNU/Linux que pudesse ser distribuída para os alunos do curso de extensão “Introdução ao GNU/Linux” do Programa de Engenharia Química (COPPE/UFRJ) do ano de 2009.

Ele foi escrito para um público que nunca teve contato com o sistema operacional GNU/Linux, mas não para quem nunca teve contato com computadores.

Versão gerada em 16 de maio de 2009

Primeira Edição, versão 1.1

Autores

João Felipe Mitre jfmitre (at) gmail.com Luiz Fernando Lopes Rodrigues Silva lflrsilva (at) gmail.com

Sumário

1.1 Organização do Texto1

1 Introdução 1

2.1 O Sistema Operacional4
2.2 A História GNU/Linux4
2.3 Entendendo o Conceito de “Distribuição” GNU/Linux5
2.3.1 As Principais Distribuições da Atualidade6
2.3.2 Qual é a Melhor Distribuição ?10
2.4 Entendendo a Questão da Licença1
2.5 Vantagens e Desvantagens do GNU/Linux12
3.1 O Sistema de Arquivos16
3.2 Usuários e Grupos18
3.3 Permissões de arquivos19
3.4 Tipos de Arquivos e A Estrutura de Diretórios21

3 Conceitos Básicos do GNU/Linux 16

4.1 Qual o Melhor Gerenciador de Janelas ?28

4 O Gerenciador de Janelas 27

5.1 O painel do GNOME39
5.2 O gerenciador de arquivos52
5.3 Opções de configuração do GNOME através do Ubuntu71
5.4 Conclusão89
6.1 O gerenciador de arquivos93
6.2 Configurando o KDE96
6.3 Conclusão96
7.1 Criar, Editar e Ler Documentos98
7.1.1 Edição de Arquivo Texto Padrão9
7.1.2 Edição de Documentos Formatados9
7.1.3 Editores de LATEX101
7.1.4 Visualização e Edição de PostScript e PDF, entre outros104
7.1.5 Edição de Planilhas106
7.1.6 Edição de Apresentações106
7.1.7 Outros Arquivos de Documentos e Programas107
7.2 Aplicativos de Internet108
7.2.1 Navegar Pelas Páginas da Web109
7.2.2 Receber e Enviar e-Mails110
7.2.3 Aplicativos de Bate-Papo110
7.2.4 Compartilhar Arquivos1
7.3 Programas Multimídia114
7.3.1 Players de Vídeo114
7.3.2 Players de Música115
7.3.3 Editores de Vídeo116
7.3.4 Editores de Imagens116
7.3.5 Editores de Imagens Vetoriais117
7.3.6 Visualizadores de Imagens117
7.3.7 Gerenciamento de Câmeras Fotográficas118
7.4 Gerenciamento de Arquivos118
7.4.1 Compactadores de Arquivos119
7.4.2 Programas para Gravação de CD/DVD119
7.5 Programação120
7.5.1 Ambiente de Desenvolvimento Integrado120
7.5.2 Desenho de Interfaces121
7.5.3 Comparação entre Dois Arquivos122
7.5.4 Desenvolvimento Web122
7.6 Aplicativos Científicos122
7.7 Jogos125
7.8 Outros programas126
7.9 Utilização de Programas Windows no GNU/Linux126

7 Os Programas do GNU/Linux 98

8.1 Considerações preliminares128
8.2 Arquivos fundamentais131
8.3 Comandos básicos132
8.3.1 Comando ls132
8.3.2 Comando clear133
8.3.3 Comando cp134

8 Utilizando o Terminal 128 vii

8.3.5 Comando rm134
8.3.6 Comando mkdir135
8.3.7 Comando cd135
8.3.8 Comando man136
8.4 Comandos para leitura de arquivos texto136
8.4.1 Comando cat136
8.4.2 Comando head136
8.4.3 Comando tail137
8.4.4 Comandos more e less137
8.5 Comandos para compactação e descompactação de arquivos137
8.5.1 Comando tar137
8.5.2 Comando gzip/gunzip138
8.5.3 Comando zip/unzip139
8.6 Comandos com funções administrativas139
8.6.1 Comando ifconfig140
8.6.2 Comando su140
8.6.3 Comando shutdown140
8.6.4 Comando exit140
8.6.5 Comando passwd140
8.6.6 Comando lspci e lshw141
8.6.7 Comando sudo141
8.7 Comandos de SSH/SCP142
8.7.1 Comando ssh142
8.7.2 Comando scp143
8.8 Outros comandos de terminal143
8.8.1 Comando echo143
8.8.2 Comando grep143
8.8.3 Comando sed144
8.8.4 Comando ps145
8.8.5 Comando kill/killall145
8.8.6 Comando locate145
8.8.7 Comando find146
8.8.8 Comando vim146
8.8.9 Comando startx146
8.8.10 Comando df146
8.8.1 Comando free147
8.8.12 Comando top147
8.8.13 Comando rsync147
8.8.14 Comando alias149
9.1 Configurando a Rede152
9.1.1 DHCP152
9.1.2 IP Fixo155
9.1.3 ADSL158
9.1.4 Dial-Up160
9.2 Configurando Impressoras163
9.2.1 Impressora Local163
9.2.2 Instalando uma Impressora Compartilhada em outra máquina165
9.3 Instalação de Novos Programas167
9.3.1 O Gerenciador de Pacotes167
9.3.2 dpkg e apt-get186
9.3.3 Outros Gerenciadores de Pacotes188
9.3.4 Instalando Binários de Fontes Externas189
9.3.5 Instalando do Código Fonte189
9.4 Gerenciando usuários do sistema pelo modo gráfico190
9.5 Ajustando o idioma do sistema195
9.6 Verificando os Logs196

9 Administração de um Sistema GNU/Linux 152

A Mensagem de Linus Torvalds 199 B Licenças para programas de computador 201 C GNU GENERAL PUBLIC LICENSE 204

1. APPLICABILITY AND DEFINITIONS217
2. VERBATIM COPYING218
3. COPYING IN QUANTITY218
4. MODIFICATIONS219
5. COMBINING DOCUMENTS221
6. COLLECTIONS OF DOCUMENTS221
7. AGGREGATION WITH INDEPENDENT WORKS2
8. TRANSLATION2
9. TERMINATION2
10. FUTURE REVISIONS OF THIS LICENSE223
1. RELICENSING223
ADDENDUM: How to use this License for your documents224

D GNU Free Documentation License 216 E Iniciando o Ubuntu 225

SUMÁRIO x

F.1 Conceitos Preliminares231
F.2 Ubuntu 9.04236
F.3 Outras distribuições247

F Instalação do GNU/Linux 231

G.1 Sinto falta de mais informação. Onde eu posso encontrar outros documentos?249
G.2 Alguma dica de programa?250
problema?251

G Perguntas e Respostas 249 G.3 Eu tenho uma placa de vídeo de última geração e os recursos 3D não funcionam. Qual é

previamente estabelecida?252

G.4 Como obter informações de IP, Máscara de Rede, IP do Roteador e DNS de uma conexão

mesmo depois de ter instalado o Java no computador. Qual é o problema ?254

G.5 Não consigo acessar páginas que dependem de Java, como a página do Banco do Brasil,

nem sabe o que a ele realmente interessa no Ubuntu ?254
G.7 Não consigo utilizar o flash no navegador. Como resolve isso ?255
G.8 Daqui a algum tempo, a versão 9.10 vai ser lançada. O que eu faço ?255
G.9 Preciso usar um antivirus no linux ?256
G.10 O que é um firewall ? Como usar ?256
G.1 Como aprender LaTeX ?257
que o Windows fosse a opção padrão. Como mudo isso ?258

G.6 Existe alguma forma de instalar e configurar tudo que interessa para o usuário comum que G.12 Quando eu ligo o computador ele imediatamente vai para o GNU/Linux. Eu gostaria de Colaboradores 259

Capítulo 1

Introdução

O GNU/Linux é um sistema operacional, que por definição é um programa responsável por conectar o usuário ao hardware, capaz de unificar o núcleo criado por Linus Torvalds em 1991 e diversas ferramentas criadas por terceiros.

Esse livro introduz ao leitor detalhes sobre (i) a arquitetura do GNU/Linux, partindo de um breve histórico até sua estrutura atual, (i) os principais softwares para uso em computadores pessoais, como gerenciadores de arquivos, editores de texto, navegadores de internet, entre outros, (i) os principais utilitários para uso de terminal, como man, ls, rm, cat, ssh, scp, entre outros e (iv) completando com um guia de sobrevivência na administração de um sistema GNU/Linux, apresentando os utilitários de configuração de rede, impressora, instalação de programas, além de outros pontos associados a utilização do GNU/Linux em computadores pessoais.

O GNU/Linux será descrito da forma mais abrangente possível para que ao final do documento o usuário não se sinta preso a qualquer parâmetro fixado.

Ao fim, propõem-se que o leitor seja capaz de utilizar o GNU/Linux como sistema operacional padrão.

1.1 Organização do Texto

Esse documento contém nove capítulos e sete anexos.

O capítulo 1 pauta o texto apresentado seus objetivos e organização. O capítulo 2 apresenta o universo do GNU/Linux para quem nunca sequer ouviu falar sobre ele. Possui o objetivo de esclarecer conceitos associados ao que é GNU, Linux, como é encontrado esse sistema operacional e alguns aspectos de teor

1.1. Organização do Texto 2 filosófico necessários para entender algumas das questões que existem.

O capítulo 3 descreve os conceitos básicos do GNU/Linux, esclarecendo pontos do funcionamento do sistema como um todo, como sistemas e tipos de arquivo, o conceito de permissão de arquivos e usuários e grupos.

O capítulo 4 introduz as interfaces gráficas e, em seguida, os capítulos 5 e 6 apresentam as duas principais interfaces da atualidade, respectivamente o GNOME e o KDE.

O capítulo 7 percorre o GNU/Linux apresentando diversos aplicativos direcionados às mais diversas atividades em um computador, como suíte de escritórios, editores de imagens, etc. Não é feito nenhum tipo de detalhamento específico do funcionamento de cada programa e, de fato, alguns detalhamentos podem consumir vários livros. O objetivo deste capítulo é exclusivamente apresentar o programa, quem ele é, o que ele faz, como usá-lo de forma básica e como encontrar informações mais detalhadas no seu uso.

O capítulo 8 detalha o uso do terminal no GNU/Linux, listando os principais programas do terminal.

O capítulo 9 introduz alguns dos conceitos básicos associados à administração de sistemas. O capítulo tem como objetivo informar o mínimo sobre o assunto para que o usuário possa administrar seu próprio computador, instalando e configurando programas, configurando internet, técnicas de identificação de problemas (úteis na hora de pedir ajuda), configuração básica de um firewall, entre outras atividades.

Os anexos constituem uma forma de completar a informação passada ao longo do texto da melhor forma possível. O anexo A é uma referência histórica a criação do Linux. Os anexos B, C e D são referências adicionais sobre a licenças de programas e documentos. O anexo D é a licença utilizada para escrever esse documento. O anexo E detalha o processo de iniciar o Ubuntu pelo CD. O anexo F detalha o processo de instalação do Ubuntu e informações sobre o particionamento do HD. Por fim, o anexo G apresenta algumas informações adicionais no esquema de perguntas e respostas. Alguns dos tópicos adicionais nesse ponto deviam, no primeiro momento, estar no conteúdo do texto. Mas por uma questão de fluência, didática ou forma, eles foram adicionados nesse anexo.

Ao longo do texto, pequenos números ao lado de palavras remetem às notas de rodapé. O objetivo foi introduzir os endereços de internet ao longo do texto com o menor nível de intrusão, propiciando uma melhor fluência. Desta forma, as referências bibliográficas retidas da internet ficaram restritas à documentos citados nominalmente e não à domínios gerais.

Assume-se nesse texto que o usuário é destro tal que os botões direito e esquerdo do mouse estão configurados para quem o utiliza com a mão direita.

Para quem nunca usou o GNU/Linux o modo mais indicado de ler esse livro, consiste em ler todas as informações até o capítulo 3 sem interrupções na ordem de leitura (seguindo, se desejar, os anexos indicados). Após esse ponto, depende do leitor. Os leitores que querem ler tudo antes de começar a

1.1. Organização do Texto 3 usar, basta seguir a ordem de leitura de capítulos e anexos. Para os que querem utilizar o GNU/Linux enquanto lê, é interessante efetuar a leitura dos anexos E e F antes de ler o capítulo 4.

Capítulo 2 O GNU/Linux

2.1 O Sistema Operacional

O sistema operacional é o programa que gerencia os recursos do computador e serve de interface entre os diversos dispositivos e o usuário. Existem diversos tipos de sistemas operacionais, os quais podem ser sistemas multiusuários e multitarefas, como por exemplo, o Unix, o GNU/Linux, o Windows, o MacOS X, etc, até os simples sistemas monotarefa e monousuário, como os que outrora eram utilizados no surgimento dos computadores e ainda são usados em máquinas específicas [1].

(Parte 1 de 7)

Comentários