Aula 14 - peixes cartilaginosos

Aula 14 - peixes cartilaginosos

PROFº: HUBERTT GRÜN. Página 1

01 – CONCEITO:

São animais vertebrados de preferência marinhos, que apresentam endoesqueleto cartilaginoso; logo, haverá persistência da notocorda.

02 – MORFOLOGIA DOS CARTILAGINOSOS:

Exp: TUBARÃO: Os tubarões apresentam as seguintes estruturas: Boca ventral, espiráculo, cinco pares de fendas branquiais, nadadeiras pares e ímpares e, o tubo digestivo terminal em cloaca. As nadadeiras pares são as peitorais e pélvicas, enquanto que, as nadadeiras ímpares são as dorsais e a caudal do tipo heterocerca.

Entre as nadadeiras pélvicas localiza-se uma estrutura denominada de CLASTER ou PTERIGOPÓDIO, que serve para introdução de espermatozóides na fêmea.

03 – FISIOLOGIA DOS CARTILAGINOSOS: 3.1 – SISTEMA DIGESTIVO:

Presente do tipo completo, apresentando digestão extracelular e, o tubo digestivo começa em boca ventral e termina em cloaca. O intestino apresenta a válvula espiral ou tiflossole, que serve para aumentar a superfície de absorção dos alimentos. São animais homodontes, polifiodontes e, acrodontes, devido apresentarem dentes implantados na lateral externa dos maxilares.

3.2 – SISTEMA CIRCULATÓRIO:

Presente, sendo a circulação do tipo fechada, simples e completa, o coração está dividido em duas cavidades, e a hematose ocorre nas brânquias (semelhante ao dos ciclóstomos), e, as hemácias são nucleadas e elípticas (formato de ovo) e pelo coração só passa sangue venoso.

3.3 – SISTEMA RESPIRATÓRIO:

Presente com respiração do tipo branquial e, a distribuição dos gases é feita pelo pigmento hemoglobina. Apresentam cinco pares de fendas branquiais descobertas.

A quimera apresenta três pares de fendas branquiais cobertas pelo opérculo, que funciona como uma tampa.

3.4 – SISTEMA EXCRETOR:

Presente e a excreção é comandada pelos rins: Pronéfrons e mesonéfrons, sendo que, os mesonéfrons são funcionais na fase adulta e, a excreção principal será semelhante ao dos mamíferos, que é representado pela uréia.

É a segunda excreta menos tóxica e a segunda mais solúvel. Os peixes cartilaginosos convertem a amônia em uréia, devido a presença de embrião que se desenvolve internamente dentro do animal, caso contrário levaria a morte do mesmo.

3.5 – SISTEMA NERVOSO:

Presente do tipo central com encéfalo, medula e dez pares de nervos cranianos; apresentando como órgão sensorial a AMPOLA DE LORENZINNE.

3.6 – SISTEMA DE REVESTIMENTO:

Presente, e o revestimento externo é feito pela pele com ESCAMAS PLACÓIDES, homólogas aos dentes dos mamíferos.

HOMÓLOGO: Mesma origem. ANÁLOGO: Mesma função.

3.7 – SISTEMA REPRODUTOR:

Presente, com reprodução sexuada; são animais dióicos com fecundação interna e o desenvolvimento direto. Apresentam dimorfismo sexual externo, isto é, é possível diferenciar o macho da fêmea. Os principais representantes são: Tubarão, cação, arraia e quimera.

FORMATAÇÃO E EDIÇÃO: LAST UPDATE: 10.02.2011 PROF: LIMA VERDE, HUBERTT. huberttlima@gmail.com; BIOLOGIA ZOOLOGIA.

Comentários