Cuidador de Idosos

Cuidador de Idosos

(Parte 2 de 6)

Freud,Freud, Freud, suas suassuas suas experiências experiênciasexperiências experiências clínicas clínicasclínicas clínicas e e e pessoais pessoaispessoais pessoais. .. . Jung

JungJung Jung apud apudapud apud Figueiredo dividiu dividiudividiu dividiu a a a vida vidavida vida hu mana hu manahu mana hu mana e m e me m e m duas duasduas duas metades metadesmetades metades e e e quatro quatroquatro quatro idades idadesidades idades

(infância, (infância,(infância, (infância,vida vidavida vida adulta, adulta,adulta, adulta, meia meiameia meia- --

-idade idadeidade idade e e e velhice) velhice)velhice) velhice). .. .

Teorias do Envelhecimento Teorias do EnvelhecimentoTeorias do Envelhecimento Teorias do EnvelhecimentoTeorias do Envelhecimento Teorias do EnvelhecimentoTeorias do Envelhecimento Teorias do Envelhecimento

Teorias Psicológicas Teorias PsicológicasTeorias Psicológicas Teorias PsicológicasTeorias Psicológicas Teorias PsicológicasTeorias Psicológicas Teorias Psicológicas

Vida Humana Vida HumanaVida Humana Vida HumanaTermos básicos

Termos básicosTermos básicos Termos básicosTarefas e metas

Tarefas e metasTarefas e metas Tarefas e metas

1 1 1ª ª ª Metade

MetadeMetade Metade

Infância InfânciaInfância Infância

Vida VidaVida Vida adulta adultaadulta adulta

Crescimento, expansão, Crescimento, expansão, Crescimento, expansão, Crescimento, expansão, natureza naturezanatureza natureza

Envolvimento com o Envolvimento com o Envolvimento com o Envolvimento com o mundo externo, tornar mundo externo, tornarmundo externo, tornar mundo externo, tornar- -- se importante na se importante na se importante na se importante na

Teoria do desenvolvimento ou continuidade Teoria do desenvolvimento ou continuidadeTeoria do desenvolvimento ou continuidade Teoria do desenvolvimento ou continuidade

Vida VidaVida Vida adulta adultaadulta adultase importante na se importante na se importante na se importante na sociedade sociedadesociedade sociedade

2 2 2ª ª ª Metade

MetadeMetade Metade

Meia MeiaMeia Meia- --

-vida vidavida vida

Velhice VelhiceVelhice Velhice

Individuação IndividuaçãoIndividuação Individuação

Morte, Morte,Morte, Morte,

Contração, Contração,Contração, Contração,

Cultura Cultura Cultura Cultura

Processo de interiorização Processo de interiorização Processo de interiorização Processo de interiorização do do do do self selfself self, pelo qual a , pelo qual a , pelo qual a

, pelo qual a pessoa adquire o pessoa adquire o pessoa adquire o pessoa adquire o senso de ser única. senso de ser única.senso de ser única. senso de ser única.

Embates espirituais e Embates espirituais e Embates espirituais e Embates espirituais e culturais. culturais.culturais. culturais.

Teorias do Envelhecimento Teorias do EnvelhecimentoTeorias do Envelhecimento Teorias do EnvelhecimentoTeorias do Envelhecimento Teorias do EnvelhecimentoTeorias do Envelhecimento Teorias do Envelhecimento

AsAs As oito oitooito oitoidades idadesidades idades do dodo do ser serser ser hu mano hu manohu mano hu mano( (( (Erik

ErikErik Erik Erikson

EriksonErikson Erikson) ))

Erik ErikErik Erik considerou considerouconsiderou considerou a a a vida vidavida vida hu mana hu manahu mana hu mana e m e me m e m toda todatoda toda a a a sua suasua sua extensão extensãoextensão extensão e e e constitui constituiconstitui constitui proposições proposiçõesproposições proposições de dede de que queque que as asas as influencias influenciasinfluencias influencias socioculturais socioculturaissocioculturais socioculturais contextualizava m contextualizava mcontextualizava m contextualizava m a a a manifestação manifestaçãomanifestação manifestação e e e a a a resolução resoluçãoresolução resolução das dasdas das crises crisescrises crises

Teorias Psicológicas Teorias Psicológicas Teorias Psicológicas Teorias Psicológicas Teorias Psicológicas Teorias Psicológicas Teorias Psicológicas Teorias Psicológicas - --

-Paradigma da mudança ordenada

Paradigma da mudança ordenadaParadigma da mudança ordenada Paradigma da mudança ordenadaParadigma da mudança ordenada Paradigma da mudança ordenadaParadigma da mudança ordenada Paradigma da mudança ordenada contextualizava m contextualizava mcontextualizava m contextualizava m a a a manifestação manifestaçãomanifestação manifestação e e e a a a resolução resoluçãoresolução resolução das dasdas das crises crisescrises crises evolutivas evolutivasevolutivas evolutivas do dodo do ciclo ciclociclo ciclo da dada da vida vidavida vida. .. .

A A A maturidade maturidadematuridade maturidade era eraera era vista vistavista vista co mo co moco mo co mo a a a conquista conquistaconquista conquista do dodo do apogeu apogeuapogeu apogeu profissional profissionalprofissional profissional e e e a a a tendência tendênciatendência tendência a a a passar passarpassar passar o o o bastão bastãobastão bastão para parapara para a a a geração geraçãogeração geração seguinte seguinteseguinte seguinte; ;;

; e e e a a a velhice, velhice,velhice, velhice, co mo co moco mo co mo o o o processo processoprocesso processo de dede de auto autoauto auto- --

-aceitação, aceitação,aceitação, aceitação, o o o desenvolvi mento desenvolvi mentodesenvolvi mento desenvolvi mento de dede deintegridade integridadeintegridade integridade da dada da história históriahistória história pessoal pessoalpessoal pessoal e e efor mação for maçãofor mação for mação de dede de u m u mu m u m ponto pontoponto ponto de dede de vista vistavista vistasobre sobresobre sobre a a a morte mortemorte morte. .. .

Teorias do Envelhecimento Teorias do EnvelhecimentoTeorias do Envelhecimento Teorias do EnvelhecimentoTeorias do Envelhecimento Teorias do EnvelhecimentoTeorias do Envelhecimento Teorias do Envelhecimento

Idade IdadeIdade IdadeConflito do ego

Conflito do egoConflito do ego Conflito do egoValor emergente

Valor emergenteValor emergente Valor emergente

Lactente LactenteLactente LactenteConfiança x desconfiança

Confiança x desconfiançaConfiança x desconfiança Confiança x desconfiançaDependência

Dependência Dependência Dependência

Infância Inicial Infância InicialInfância Inicial Infância InicialAutonomia x vergonha e

Autonomia x vergonha e Autonomia x vergonha e Autonomia x vergonha e dúvida dúvidadúvida dúvida

Do mínio Do mínioDo mínio Do mínio

Teorias Psicológicas Teorias Psicológicas Teorias Psicológicas Teorias Psicológicas Teorias Psicológicas Teorias Psicológicas Teorias Psicológicas Teorias Psicológicas - --

-Paradigma da mudança ordenada

Paradigma da mudança ordenadaParadigma da mudança ordenada Paradigma da mudança ordenadaParadigma da mudança ordenada Paradigma da mudança ordenadaParadigma da mudança ordenada Paradigma da mudança ordenada

As oito idades do ser humano (Erik Erikson) As oito idades do ser humano (Erik Erikson)As oito idades do ser humano (Erik Erikson) As oito idades do ser humano (Erik Erikson) dúvida dúvidadúvida dúvida

Idade do brinquedo Idade do brinquedoIdade do brinquedo Idade do brinquedoIniciativa x culpa

Iniciativa x culpaIniciativa x culpa Iniciativa x culpaPropósito

PropósitoPropósito Propósito

Idade escolar Idade escolarIdade escolar Idade escolarTrabalho x inferioridade

Trabalho x inferioridadeTrabalho x inferioridade Trabalho x inferioridadeCompetência

Competência Competência Competência

Adolescência Adolescência Adolescência Adolescência Identidade x confusão de

Identidade x confusão de Identidade x confusão de Identidade x confusão de papéis papéispapéis papéis

Fidelidade FidelidadeFidelidade Fidelidade

Idade adulta Idade adultaIdade adulta Idade adultaIntimidade x isolamento

Intimidade x isolamentoIntimidade x isolamento Intimidade x isolamentoAmor

A morA mor A mor

Maturidade MaturidadeMaturidade MaturidadeGeratividade x estagnação

Geratividade x estagnaçãoGeratividade x estagnação Geratividade x estagnaçãoCuidado

CuidadoCuidado Cuidado

Velhice VelhiceVelhice VelhiceIntegridade x desespero

Integridade x desesperoIntegridade x desespero Integridade x desesperoSabedoria

SabedoriaSabedoria Sabedoria

Teorias do Envelhecimento Teorias do EnvelhecimentoTeorias do Envelhecimento Teorias do EnvelhecimentoTeorias do Envelhecimento Teorias do EnvelhecimentoTeorias do Envelhecimento Teorias do Envelhecimento

Paradig maParadig ma Paradig maParadig ma Paradig maParadig ma Paradig ma Contextualista

ContextualistaContextualista ContextualistaContextualista ContextualistaContextualista Contextualista a a a. .. .Desenvolvi mento

Desenvolvi mentoDesenvolvi mento Desenvolvi mento adulto adultoadulto adulto e e e envelheci mento envelheci mentoenvelheci mento envelheci mento baseados baseadosbaseados baseados e m e me m e m eventos eventoseventos eventos de dede detransição transiçãotransição transição

As AsAs As mudanças mudançasmudanças mudanças evolutivas evolutivasevolutivas evolutivas da dada da vida vidavida vida adulta adultaadulta adulta são sãosão são produzidas produzidasproduzidas produzidas pela pelapela pela interação interaçãointeração interação do dodo doindivíduo indivíduoindivíduo indivíduo co m co mco m co m as asas asinfluencias influenciasinfluencias influencias sociais sociaissociais sociais. .. . O O Oindividuo individuoindividuo individuo e e e o o o a mbiente a mbientea mbiente a mbiente social socialsocial social são sãosão são entidades entidadesentidades entidades mutua mente mutua mentemutua mente mutua mente influentes influentesinfluentes influentes e, e,e, e, dessa dessadessa dessa for ma, for ma,for ma, for ma, co coco co- --

-participantes participantesparticipantes participantes da dada da construção construçãoconstrução construção do dodo do desenvolvi mento desenvolvi mentodesenvolvi mento desenvolvi mento for ma, for ma,for ma, for ma, co coco co- --

-participantes participantesparticipantes participantes da dada da construção construçãoconstrução construção do dodo do desenvolvi mento desenvolvi mentodesenvolvi mento desenvolvi mento individual individualindividual individual e e e dos dosdos dos grupos gruposgrupos grupos de dede deidade idadeidade idade que queque que nascera m nascera mnascera m nascera m na nana na mes ma mes mames ma mes ma época épocaépoca época. .. .

OrientaçãoOrientação OrientaçãoOrientação OrientaçãoOrientação Orientação Dialética

DialéticaDialética DialéticaDialética DialéticaDialética Dialética a a a. .. . Paradig ma

Paradig maParadig ma Paradig ma de dede de desenvolvi mento desenvolvi mentodesenvolvi mento desenvolvi mento ao aoao aolongo longolongo longo da dada da vida vidavida vida a a a vida vidavida vida( (( (life lifelife life- --

-span spanspan span) ))

Klaus KlausKlaus Klaus Riegel

RiegelRiegel Riegel

A A A abordage m abordage mabordage m abordage m dialética dialéticadialética dialética percebe percebepercebe percebe as asas as pessoas pessoaspessoas pessoas co mo co moco mo co mo organis mos organis mosorganis mos organis mos ativos ativosativos ativos e m e me m e m mudança, mudança,mudança, mudança, e m e me m e m contínua contínuacontínua contínua interação interaçãointeração interação co m co mco m co m u m u mu m u m a mbiente a mbientea mbiente a mbiente igual mente igual menteigual mente igual mente ativo ativoativo ativo e e e e m e me m e m mudança mudançamudança mudança. .. .

Teorias do Envelhecimento Teorias do EnvelhecimentoTeorias do Envelhecimento Teorias do EnvelhecimentoTeorias do Envelhecimento Teorias do EnvelhecimentoTeorias do Envelhecimento Teorias do Envelhecimento

3. Teorias Sociológicas 3. Teorias Sociológicas3. Teorias Sociológicas 3. Teorias Sociológicas3. Teorias Sociológicas 3. Teorias Sociológicas3. Teorias Sociológicas 3. Teorias Sociológicas

São SãoSão São classificadas classificadasclassificadas classificadas de dede de acordo acordoacordo acordo co m co mco m co m as asas as gerações, gerações,gerações, gerações, para parapara para que queque que seja sejaseja seja possível possívelpossível possível conhecer conhecerconhecer conhecer suas suassuas suas origens origensorigens origens intelectuais intelectuaisintelectuais intelectuais e e e a a a contribuição contribuiçãocontribuição contribuição das dasdas dasteorias teoriasteorias teorias anteriores anterioresanteriores anteriores para parapara para a a afor mulação for mulaçãofor mulação for mulação de dede de novas novasnovas novas explicações explicaçõesexplicações explicações. .. .

- Teoria

TeoriaTeoria TeoriaTeoria TeoriaTeoria Teoria Sociológica

SociológicaSociológica SociológicaSociológica SociológicaSociológica Sociológica da dada dada dada da 1 1 1 1 1ª ª ª ª ª geração geraçãogeração geraçãogeração geraçãogeração geração: ::

- Teoria

TeoriaTeoria TeoriaTeoria TeoriaTeoria Teoria Sociológica

SociológicaSociológica SociológicaSociológica SociológicaSociológica Sociológica da dada dada dada da 1 1 1 1 1ª ª ª ª ª geração geraçãogeração geraçãogeração geraçãogeração geração: ::

a a a. .. .Teoria

TeoriaTeoria Teoria do dodo do desengaja mento desengaja mentodesengaja mento desengaja mento ou ouou ou afasta mento afasta mentoafasta mento afasta mento – ––

– Cu m ming

Cu m mingCu m ming Cu m ming e e e Henry

HenryHenry Henry

Representa RepresentaRepresenta Representa a a a pri meira pri meirapri meira pri meiratentativa tentativatentativa tentativa de dede de explicar explicarexplicar explicar o o o processo processoprocesso processo de dede de envelheci mento envelheci mentoenvelheci mento envelheci mento e e e as asas as mudanças mudançasmudanças mudanças entre entreentre entre o o oindivíduo indivíduoindivíduo indivíduo e e e a a a sociedade sociedadesociedade sociedade. .. .

Aborda AbordaAborda Aborda o o o processo processoprocesso processo de dede de envelheci mento envelheci mentoenvelheci mento envelheci mento apenas apenasapenas apenas sob sobsob sob a a a ótica óticaótica ótica das dasdas das de mandas de mandasde mandas de mandas e e e requisitos requisitosrequisitos requisitos da dada da sociedade, sociedade,sociedade, sociedade, ou ouou ou seja, seja,seja, seja, o o oidoso idosoidoso idoso é é é visto vistovisto visto co mo co moco mo co mo agente agenteagente agente passivo passivopassivo passivo do dodo do siste ma siste masiste ma siste masocial socialsocial social. .. .

Teorias do Envelhecimento Teorias do EnvelhecimentoTeorias do Envelhecimento Teorias do EnvelhecimentoTeorias do Envelhecimento Teorias do EnvelhecimentoTeorias do Envelhecimento Teorias do Envelhecimento

Teorias Sociológicas Teorias Sociológicas Teorias Sociológicas Teorias Sociológicas Teorias Sociológicas Teorias Sociológicas Teorias Sociológicas Teorias Sociológicas - --

-1ª Geração 1ª Geração1ª Geração 1ª Geração1ª Geração 1ª Geração1ª Geração 1ª Geração b b b. .. . Teoria

TeoriaTeoria Teoria da dada da atividade atividadeatividade atividade– ––

– Havighurst

O O O declínio declíniodeclínio declínio das dasdas das atividades atividadesatividades atividades físicas físicasfísicas físicas e e e mentais mentaismentais mentais associado associadoassociado associado à à à velhice velhicevelhice velhice é é é u m u mu m u m fator fatorfator fator deter minante deter minantedeter minante deter minante das dasdas das doenças doençasdoenças doenças psicológicas psicológicaspsicológicas psicológicas e e e do dodo do retrai mento retrai mentoretrai mento retrai mentosocial socialsocial social do dodo doidoso idosoidoso idoso. .. .

(Parte 2 de 6)

Comentários