Cuidador de Idosos

Cuidador de Idosos

(Parte 5 de 6)

, sendo sendosendo sendo assi m assi massi m assi m o o oidoso idosoidoso idosote m te mte m te m a a a capacidade capacidadecapacidade capacidade de dede de reter reterreter reter so mente so menteso mente so mente 250 250250 250 ml mlml ml de dede de urina urinaurina urina metade metademetade metade do dodo dojove m jove mjove m jove m que queque que é é é de dede de 600 600600 600 ml mlml ml ma mama ma micção micçãomicção micção. .. .

E E E a a a cada cadacada cada micção micçãomicção micção pela pelapela pela debilidade debilidadedebilidade debilidade de dede de contração contraçãocontração contraçãofica ficafica fica retido retidoretido retido na nana na bexiga bexigabexiga bexiga cerca cercacerca cerca de dede de 100 100100 100 ml mlml ml no nono no idoso idosoidoso idoso, ,,

, por porpor por deficiência deficiênciadeficiência deficiência nos nosnos nos receptores receptoresreceptores receptores o o o sinal sinalsinal sinal de dede de micção micçãomicção micção so soso so ocorre ocorreocorre ocorre quando quandoquando quando a a a bexiga bexigabexiga bexiga esta estaesta esta cheia cheiacheia cheia existindo existindoexistindo existindo a a a urgência urgênciaurgência urgência

Sistema GenitalSistema Genital

Fe minino Fe mininoFe minino Fe minino falta faltafalta falta de dede de hor mônios hor mônioshor mônios hor mônios estrógeno estrógenoestrógeno estrógeno e e e progesterona progesteronaprogesterona progesterona ocorre ocorreocorre ocorre atrofia atrofiaatrofia atrofia dos dosdos dos ovários ováriosovários ovários, ,,

, levando levandolevando levando ta mbé m ta mbé mta mbé m ta mbé m a a a cessação cessaçãocessação cessação da dada da menstruação menstruaçãomenstruação menstruação que queque que é é éinício inícioinício início da dada da menopausa menopausamenopausa menopausa, ,,

O O O útero úteroútero útero e e e orgão orgãoorgão orgão genital genitalgenital genital externo externoexterno externose sese se atrofia m atrofia matrofia m atrofia m. .. .

O O O revesti mento revesti mentorevesti mento revesti mento interno internointerno interno torna tornatorna torna- --

-se sese se menos menosmenos menos u midificado u midificadou midificado u midificado favorecendo favorecendofavorecendo favorecendo a a a infecção infecçãoinfecção infecção e e e dificultando dificultandodificultando dificultando o o o ato atoato ato sexual sexualsexual sexual. .. .

favorecendo favorecendofavorecendo favorecendo a a a infecção infecçãoinfecção infecção e e e dificultando dificultandodificultando dificultando o o o ato atoato ato sexual sexualsexual sexual. .. .

A A A vagina vaginavagina vagina fica ficafica fica menos menosmenos menos elástica elásticaelástica elástica, ,,

, ocorre ocorreocorre ocorre u ma u mau ma u ma di minuição di minuiçãodi minuição di minuição de dede de pêlo pêlopêlo pêlo e e etecido tecidotecido tecido adiposo adiposoadiposo adiposo na nana naregião regiãoregião região pubiana pubianapubiana pubiana. .. .

As AsAs As glândulas glândulasglândulas glândulas ma márias ma máriasma márias ma márias se sese se atrofia m atrofia matrofia m atrofia m e e e são sãosão são substituidas substituidassubstituidas substituidas por porpor por tecido tecidotecido tecido adiposo adiposoadiposo adiposotor mando tor mandotor mando tor mando- --

-se sese se menos menosmenos menosfir me fir mefir me fir me. .. .

Sistema GenitalSistema Genital

Masculino MasculinoMasculino Masculino alterações alteraçõesalterações alterações menos menosmenos menos evidentes evidentesevidentes evidentes, ,,

, o o o nú mero nú meronú mero nú mero de dede de esper matozoide esper matozoideesper matozoide esper matozoide di minui di minuidi minui di minui mas masmas mas a a a fertilidade fertilidadefertilidade fertilidade perdura perduraperdura perdura até atéaté até os osos os extre mos extre mosextre mos extre mos da dada da vida vidavida vida, ,,

A A A próstata próstatapróstata próstata co meça co meçaco meça co meça a a a se sese se atrofiar atrofiaratrofiar atrofiar aos aosaos aos 50 5050 50 anos anosanos anos, ,,

, entretando entretandoentretando entretando sua suasua sua porção porçãoporção porção e m e me m e m volta voltavolta volta da dada da uretra uretrauretra uretra se sese se expande expandeexpande expande e e e o o o peso pesopeso peso au menta au mentaau menta au menta aos aosaos aos sua suasua sua porção porçãoporção porção e m e me m e m volta voltavolta volta da dada da uretra uretrauretra uretra se sese se expande expandeexpande expande e e e o o o peso pesopeso peso au menta au mentaau menta au menta aos aosaos aos

70 7070 70 anos anosanos anos este esteeste este au mento au mentoau mento au mento pode podepode podetornar tornartornar tornar difícil difícildifícil difícil a a a saida saidasaida saida da dada da urina urinaurina urina. .. .

O O Otecido tecidotecido tecido erétil erétilerétil erétiltorna tornatorna torna- --

-se sese se menos menosmenos menos elástico elásticoelástico elástico e e e as asas as paredes paredesparedes paredes das dasdas das arteriolas arteriolasarteriolas arteriolas dos dosdos dos corpos corposcorpos corpos cavernosos cavernososcavernosos cavernosos torna tornatorna torna- --

-se sese se rígida rígidarígida rígida estes estesestes estes fatos fatosfatos fatos dificulta m dificulta mdificulta m dificulta m o o o mecanis mo mecanis momecanis mo mecanis mo da dada da ereção ereçãoereção ereção. .. .

Gerontol og ia Gerontol og iaGerontol og ia Gerontol og iaGerontol og ia Gerontol og iaGerontol og ia Gerontol og ia conceitos conceitosconceitos conceitosconceitos conceitosconceitos conceitos

Gerontologia Gerontologia Gerontologia Gerontologia Gerontologia Gerontologia Gerontologia Gerontologia - --

- conceitos conceitosconceitos conceitosconceitos conceitosconceitos conceitos

Gerontologia GerontologiaGerontologia Gerontologia é é é o o o estudo estudoestudo estudo do dodo do processo processoprocesso processo de dede de envelheci mento, envelheci mento,envelheci mento, envelheci mento, co m co mco m co m base basebase base nos nosnos nos conheci mentos conheci mentosconheci mentos conheci mentos oriundos oriundosoriundos oriundos das dasdas das ciências ciênciasciências ciências biológicas, biológicas,biológicas, biológicas, psicoco mporta mentais psicoco mporta mentaispsicoco mporta mentais psicoco mporta mentais e e e sociais sociaissociais sociais[ [[

Envelheci mento Envelheci mentoEnvelheci mento Envelheci mento - --

- processos processosprocessos processos de dede de transfor mação transfor maçãotransfor mação transfor mação do dodo do organis mo organis moorganis mo organis mo que queque que ocorre m ocorre mocorre m ocorre m após apósapós após a a a maturação maturaçãomaturação maturação sexual sexualsexual sexual e e e que queque quei mplica m i mplica mi mplica m i mplica m a a a di minuição di minuiçãodi minuição di minuição gradual gradualgradual gradual da dada da probabilidade probabilidadeprobabilidade probabilidade de dede de sobrevivência sobrevivênciasobrevivência sobrevivência. .. .

Geriatria GeriatriaGeriatria Geriatria é é é o o o estudo estudoestudo estudo clínico clínicoclínico clínico da dada da velhice velhicevelhice velhice. .. . Co mpreende

Co mpreendeCo mpreende Co mpreende a a a prevenção prevençãoprevenção prevenção e e e o o o manejo manejomanejo manejo das dasdas das doenças doençasdoenças doenças associadas associadasassociadas associadas ao aoao ao processo processoprocesso processo do dodo do envelheci mento envelheci mentoenvelheci mento envelheci mento. .. . É É É u ma u mau ma u ma especialidade especialidadeespecialidade especialidade e m e me m e m Medicina

MedicinaMedicina Medicina e e eta mbé m ta mbé mta mbé m ta mbé m e m e me m e m

Enfer mage m, Enfer mage m,Enfer mage m, Enfer mage m, Odontologia

OdontologiaOdontologia Odontologia e e e Fisioterapia

FisioterapiaFisioterapia Fisioterapia. .. .

Gerontologia Gerontologia Gerontologia Gerontologia Gerontologia Gerontologia Gerontologia Gerontologia - --

- conceitos conceitosconceitos conceitosconceitos conceitosconceitos conceitos

Velhice Velhice Velhice Velhice - --

-última fase do ciclo vital. Características: última fase do ciclo vital. Características: última fase do ciclo vital. Características: última fase do ciclo vital. Características:

Velhice Velhice Velhice Velhice - --

-última fase do ciclo vital. Características: última fase do ciclo vital. Características: última fase do ciclo vital. Características: última fase do ciclo vital. Características:

♣ Perdas psico motoras

Perdas psicomotorasPerdas psicomotoras Perdas psicomotoras

♣Menor plasticidade comportamental

Menor plasticidade comportamentalMenor plasticidade comportamental Menor plasticidade comportamental

♣Menor plasticidade física e psicológica

Menor plasticidade física e psicológicaMenor plasticidade física e psicológica Menor plasticidade física e psicológica

♣Afastamento social

Afastamento socialAfastamento social Afastamento social

♣Restrição em papeis sociais

Restrição em papeis sociaisRestrição em papeis sociais Restrição em papeis sociais

♣ Especialização cognitiva

Especialização cognitivaEspecialização cognitiva Especialização cognitiva

♣Seletividade

Seletividade Seletividade Seletividade socio sociosocio socio- --

-e mocional e mocionale mocional e mocional

Senescência SenescênciaSenescência Senescência é é é o o o so matório so matórioso matório so matório de dede de alterações alteraçõesalterações alterações orgânicas, orgânicas,orgânicas, orgânicas, funcionais funcionaisfuncionais funcionais e e e psicológicas psicológicaspsicológicas psicológicas próprias própriaspróprias próprias do dodo do envelheci mento envelheci mentoenvelheci mento envelheci mento nor mal nor malnor mal nor mal. .. .

Provavel mente Provavel menteProvavel mente Provavel mente há háhá há a a ainfluência influênciainfluência influência do dodo do a mbiente a mbientea mbiente a mbientefísico físicofísico físico e e e social socialsocial social. .. .

Gerontologia Gerontologia Gerontologia Gerontologia Gerontologia Gerontologia Gerontologia Gerontologia - --

- conceitos conceitosconceitos conceitosconceitos conceitosconceitos conceitos

Senilidade SenilidadeSenilidade Senilidade são sãosão são modificações modificaçõesmodificações modificações deter minadas deter minadasdeter minadas deter minadas por porpor por

Senilidade SenilidadeSenilidade Senilidade são sãosão são modificações modificaçõesmodificações modificações deter minadas deter minadasdeter minadas deter minadas por porpor por proble mas proble masproble mas proble mas que queque quefreqüente mente freqüente mentefreqüente mente freqüente mente aco mete m aco mete maco mete m aco mete m a a a pessoa pessoapessoa pessoaidosa idosaidosa idosa. .. .

Fundamentação Fundamentação Fundamentação Fundamentação Fundamentação Fundamentação Fundamentação Fundamentação

Legal LegalLegal LegalLegal LegalLegal Legal

Legal LegalLegal LegalLegal LegalLegal

Política Nacional do Idoso Política Nacional do IdosoPolítica Nacional do Idoso Política Nacional do IdosoPolítica Nacional do Idoso Política Nacional do IdosoPolítica Nacional do Idoso Política Nacional do Idoso

Assegura os DIREITOS SOCIAIS Assegura os DIREITOS SOCIAIS Assegura os DIREITOS SOCIAIS Assegura os DIREITOS SOCIAIS

Assegura os DIREITOS SOCIAIS Assegura os DIREITOS SOCIAIS Assegura os DIREITOS SOCIAIS Assegura os DIREITOS SOCIAIS

Fundamentação Legal Fundamentação LegalFundamentação Legal Fundamentação LegalFundamentação Legal Fundamentação LegalFundamentação Legal Fundamentação Legal

Estabelece EstabeleceEstabelece Estabelece as asas as nor mas nor masnor mas nor mas de dede de

Funciona mento Funciona mentoFunciona mento Funciona mento de dede de Serviços

ServiçosServiços Serviços de dede de

Atenção AtençãoAtenção Atenção ao aoao aoIdoso

IdosoIdoso Idoso

Atenção AtençãoAtenção Atenção ao aoao aoIdoso

IdosoIdoso Idoso

"Garantia de direitos e cumprimento de "Garantia de direitos e cumprimento de "Garantia de direitos e cumprimento de "Garantia de direitos e cumprimento de deveres para um envelhecimento deveres para um envelhecimento deveres para um envelhecimento deveres para um envelhecimento saudável com qualidade de vida." saudável com qualidade de vida." saudável com qualidade de vida." saudável com qualidade de vida."

Estatuto do Idoso Estatuto do IdosoEstatuto do Idoso Estatuto do IdosoEstatuto do Idoso Estatuto do IdosoEstatuto do Idoso Estatuto do Idoso

Art ArtArt Art. .. . 2 2 2º º º O O O ido so ido soido so ido so goza gozagoza goza de dede de todo s todo stodo s todo s os osos os direitos direitosdireitos direitos funda mentais funda mentaisfunda mentais funda mentais inerentes inerentesinerentes inerentes à à à pe ssoa pe ssoape ssoa pe ssoa hu mana, hu mana,hu mana, hu mana, se m se mse m se m pr ejuízo pr ejuízopr ejuízo pr ejuízo da dada da pr oteção pr oteçãopr oteção pr oteçãointegral integralintegral integral de dede de qu e qu equ e qu e trata tratatrata trata esta estaesta esta Lei,

Lei,Lei, Lei, pr ejuízo pr ejuízopr ejuízo pr ejuízo da dada da pr oteção pr oteçãopr oteção pr oteçãointegral integralintegral integral de dede de qu e qu equ e qu e trata tratatrata trata esta estaesta esta Lei,

Lei,Lei, Lei, assegu rando assegu randoassegu rando assegu rando - --

-lhe lhelhe lhe, ,,

, po r po rpo r po r lei leilei lei ou ouou ou po r po rpo r po r outros outrosoutros outros meios, meios,meios, meios, toda s toda stoda s toda s as asas as opo rtunida de s opo rtunida de sopo rtunida de s opo rtunida de s e e e facilida de s, facilida de s,facilida de s, facilida de s, pa ra pa rapa ra pa ra pr eservação pr eservaçãopr eservação pr eservação de dede de sua suasua sua saúde saúdesaúde saúde física físicafísica física e e e mental mentalmental mental e e e seu seuseu seu ape rfeiçoa mento ape rfeiçoa mentoape rfeiçoa mento ape rfeiçoa mento moral, moral,moral, moral, intelectual, intelectual,intelectual, intelectual, espiritual espiritualespiritual espiritual e e e social, social,social, social, e m e me m e m condições condiçõescondições condições de dede deliberda de liberda deliberda de liberda de e e e dignida de dignida dedignida de dignida de . .. .

Estabelece EstabeleceEstabelece Estabelece as asas as nor mas nor masnor mas nor mas e e e padrões padrõespadrões padrões de dede de funciona mento funciona mentofunciona mento funciona mento para parapara para instituições instituiçõesinstituições instituições de dede de longa longalonga longa per manência per manênciaper manência per manência para parapara para idosos idososidosos idosos e e e classificação classificaçãoclassificação classificação per manência per manênciaper manência per manência para parapara para idosos idososidosos idosos e e e classificação classificaçãoclassificação classificação segundo segundosegundo segundo as asas as modalidades modalidadesmodalidades modalidades de dede de atendi mento atendi mentoatendi mento atendi mento institucional institucionalinstitucional institucional e e e dá dádá dá outras outrasoutras outras providências providênciasprovidências providências. .. .

(Parte 5 de 6)

Comentários