0304 Apostila Servicos Bancarios

0304 Apostila Servicos Bancarios

(Parte 9 de 18)

Fundo Mútuo de Investimento em Debêntures e Notas Promissórias (Commercial Papers)

Semelhante aos fundos de renda fixa.

A diferença essencial é que:

• os fundos de renda fixa carregam títulos de emissão de instituições financeiras;

• os Fundos Mútuos de Investimento em Debêntures e Notas Promissórias carregam títulos de emissão de empresas.

Permitem que pequenos e médios investidores tenham, indiretamente, acesso às Debêntures (hoje inacessíveis pelos seus altos valores de face).

Fundo Mútuo de Investimento em ações (FMIA)

É um fundo destinado a investidores atraídos pelo mercado de ações que não tenham tempo ou conhecimento para investir.

Formado por cotas com variação diária de valor.

Aplicações e restantes feitos por telefone (Com créditos e débitos automáticos na conta corrente).

Resgate - conversão das cotas é feita no dia seguinte.

Carteira de aplicações: • 51% em ações de companhias abertas;

• outros valores mobiliários emitidos por companhias abertas;

• cotas de FIF e títulos de renda fixa;

Pode manter posições em mercados organizados de liquidação futura - máximo 9% do PL.

O resgate pode ser efetuado a qualquer tempo, embora os estatutos prevejam a possibilidade de carência.

Instituições não financeiras podem administrar estes fundos.

Fundo Mútuo de Investimento em ações - carteira livre (FMIA-CL)

É um fundo de ações que tem a alternativa de concentrar suas aplicações em operações de maior risco e, portanto, com a possibilidade de alcançar maiores ganhos ou perdas.

Sua composição consiste, no mínimo, de 51% de suas aplicações em:

• ações, bônus de subscrição e debêntures conversíveis em ações das companhias abertas

• de depósito de ações, negociáveis no pais, de empresas do Mercosul;

• posições em mercados organizados de liquidação futura, envolvendo contratos referenciados em ações ou índices de ações desde que não caracterize operações de hedge ou rendimentos pré-fixados;

O saldo de recursos (até 49%) poderá ser aplicado em

• outros valores mobiliários de emissão de companhias abertas, adquiridos em bolsas de valores, mercados de balcão organizados, ou durante o período de distribuição pública;

• cotas de FIF e títulos de renda fixa;

• cotas de FMIA e FMIA-CL.

Fundo de Investimento em Cotas de Fundo Mútuo de Investimento em ações

Fundos cuja carteira é composta de aplicações em cotas de FMIA, FMIA-CIL no limite mínimo de 95%. Os saldos dos recursos podem ser aplicados em cotas de FIF ou títulos de renda fixa.

As demais características são idênticas às dos FMIA / FMIA-CL.

Estes fundos foram uma alternativa para pequenas instituições que não possuem uma infra-estrutura para adequada análise do mercado de ações.

É o empréstimo de curtíssimo prazo normalmente de 1 dia e no máximo de 10 dias.

É comum criar-se um contrato fixo de hot money para cada cliente, com todas as regras e permitindo que cada liberação de recursos seja feita por fax, telefone ou telex eliminando fluxo de papéis.

A formação da taxa do Hot Money é baseada na taxa do CDI do dia da operação mais o PIS mais um spread. Exemplo:

• Taxa do CDI = 17%;

• margem da operação = 2%

• Receita bruta do banco = margem da operação = 2%

• Receita líquida do banco = receita bruta - PIS = 2% - O,1425 = 1,8575%

É um tipo de empréstimo em que são utilizadas em conjunto duas contas:

• a conta corrente de livre movimentação

• a conta garantida

A conta garantida é uma conta de crédito com um valor limite, Normalmente é movimentada pelo cliente através de seus cheques, desde que não haja saldo disponíveis em sua conta corrente de movimentação. A medida que entram recursos na conta corrente do cliente, eles são usados para cobrir o saldo devedor da conta garantida.

Para o cliente garante uma fluidez de recursos.

Para o Banco é um poderoso recursos mercadológico.

Para as reservas do banco pode ser um problema pois implica. em manutenção de reservas e livre movimentação em stand by e, portanto, sem aplicação.

São linhas de crédito abertas com determinado limite que as empresas utilizam a medida de suas necessidades. Os encargos são cobrados de acordo com sua utilização, na mesma forma das contas garantidas

É o adiantamento de recursos aos clientes, feito pelo banco, sobre valores referenciados em duplica- tas de cobrança ou notas promissórias, de forma a antecipar o fluxo de caixa do cliente.

Normalmente, o desconto de duplicatas é feito sobre títulos com prazo máximo de 60 dias e prazo médio de 30 dias.

A operação de desconto dá direito de regresso, ou seja, no vencimento, caso o título não seja pago pelo sacado, o cedente assume a responsabilidade do pagamento, incluindo multa e/ou juros de mora pelo atraso.

São as operações tradicionais de empréstimos vinculadas a um contrato específico que estabeleça prazo, taxas, valores e garantias necessárias e que atendam as necessidades do capital de giro das empresas.

(Parte 9 de 18)

Comentários