(Parte 5 de 10)

4.5-Ações Atuantes nas Lajes Nervuradas

As ações podem ser divididas em permanentes diretas e ações variáveis normais.

Precisam seguir as prescrições das NBR 6118:2003 e NBR 6120:1980.

4.5.1 Ações permanentes diretas

São aquelas relativas ao peso próprio da laje nervurada e dos revestimentos.

As ações relativas aos materiais de enchimento é feita considerando-se o peso específico do materialque os constitui.

A força de peso próprio éconsiderada uniformemente distribuídaem toda área da laje.

Prof. Ro mel Di as Van d e r lei

4.5-Ações Atuantes nas Lajes Nervuradas

4.5.1 Ações permanentes diretas

Alguns materiais destinados ao enchimento e seu peso específico, segundo a NBR 6120:1980

Blocos de concreto celular4 kN/m3
Blocos de argamassa2 kN/m3
Cimento amianto20 kN/m3
Lajotas cerâmicas18 kN/m3
Tijolos furados13 kN/m3
Tijolos maciços18 kN/m3
Tijolos sílico-calcáreos20 kN/m3

Prof. Ro mel Di as Van d e r lei

4.5-Ações Atuantes nas Lajes Nervuradas

4.5.2 Ações variáveis normais

São as constituídas pelos móveis, pessoas, e objetos destinados ao pleno funcionamento do ambienteprevisto no projeto arquitetônico.

Estas ações foram estabelecidas pela NBR 6120:1980.

Prof. Ro mel Di as Van d e r lei

4.6-Verificação da Segurança

Estados Limites Últimos

Deve-se verificar separadamente a resistência da mesa e das nervuras.

Estados Limites de Serviço

Verificações necessárias : Flexão nas nervuras,

Cisalhamento nas nervuras,

Cisalhamento na mesa,

Prof. Ro mel Di as Van d e r lei

4.6-Verificação da Segurança

4.6.1-Verificações Pertinentes às Nervuras

Verificadas àflexãoe ao cisalhamento.

Devem obedecer as recomendações da NBR 6118:2003;

Considera-se como seção resistente, a seção T, submetida àflexão simples;

Prof. Ro mel Di as Van d e r lei 4.6.1-Verificações Pertinentes às Nervuras

Caso de mesa comprimida: A seção a ser considerada éuma seção T.

Quando a linha neutra encontra-se na mesa, a seção resistente passa a ser um falso Te comporta- se como retangularcom altura h e largura bf.

Prof. Ro mel Di as Van d e r lei 4.6.1-Verificações Pertinentes às Nervuras

Caso de mesa comprimida:

Quando a linha neutra encontra-se na nervura, éo caso de dimensionamento de seções T (seção T verdadeira);

Prof. Ro mel Di as Van d e r lei 4.6.1-Verificações Pertinentes às Nervuras

Caso de mesa tracionada:

A seção resistente éconstituída apenas pela nervura, com altura h e largura bw.

Prof. Ro mel Di as Van d e r lei 4.6.1-Verificações Pertinentes às Nervuras

4.6.1.1-Flexão nas Nervuras Taxas mínimas de armadura de flexão para vigas:

Prof. Ro mel Di as Van d e r lei 4.6.1-Verificações Pertinentes às Nervuras a) Distância entre eixos das nervuras ≤65cm permite-se considerar os critérios de laje.

b) Distância entre eixos das nervuras entre 65cm e 110cm

permite-se considerar os critérios de vigas;

deve ser colocada armadura perpendicular à nervura, na mesa, por toda a sua largura útil, com área mínima de 1,5cm2/m;

permite-se considerar os critérios de lajese o espaçamento entre eixos de nervuras for até90cm e a espessura média das nervuras for > 12cm.

Prof. Ro mel Di as Van d e r lei 4.6.1-Verificações Pertinentes às Nervuras

Pode-se dispensar armadura transversal quando a força cortante de cálculo obedecer àexpressão:

0,02 quemaior não , db A f f f dbkV

w s ctk ctd ctdRd wRdRd

(Parte 5 de 10)

Comentários