Apostila de eletricidade basica

Apostila de eletricidade basica

(Parte 6 de 8)

• Devem ser previstos circuitos separados para iluminação e tomadas.

Eletroduto

Os eletrodutos são fabricados, normalmente, em varas de comprimento de 3 metros. A conexão entre duas peças deve ser feita através de luvas, de tal forma que seja assegurada a resistência mecânica do conduto. Os eletrodutos são fixados nas caixas retangulares, quadradas, octogonal, etc, através de buchas e arruela. As curvas de 45o ou 90o, quando utilizadas, deverão ser fixadas aos eletrodutos, através de luvas.

Curvas ,Luvas, Buchas e arruelas:

O diâmetro externo mínimo do eletroduto utilizado em instalações elétricas internas, deverá ser de 16 m. A quantidade de condutores que podem ser enfiados em um eletroduto depende do tipo de condutor (diâmetro externo) e do diâmetro interno do eletroduto.

A Norma NBR 5410/97 estabelece que a taxa máxima de ocupação em relação à área da seção transversal dos eletrodutos não seja superior a:

• 53% no caso de um condutor ou cabo; • 31% no caso de dois condutores ou cabos;

• 40% no caso de três ou mais condutores ou cabos.

Esta providência deverá ser tomada com a finalidade de facilitar a enfiação, ou reenfiação nos casos de modificações dos condutores nos eletrodutos. A expressão matemática a seguir, permite calcular o diâmetro do eletroduto a ser utilizado.

D = √ d² x N K

Onde:

D: Diâmetro interno do eletroduto em m; N: Número de condutores; d: Diâmetro externo do condutor; K: Taxa máxima de ocupação (dado pela Tabela 5.3.)

A partir do cálculo do diâmetro do eletroduto, pela fórmula, deve-se consultar a

Tabela 5.4 “Número Máximo de Condutores em Eletrodutos” página 175. Essa Tabela mostra como dimensionar o eletroduto, em função número de condutores de mesma seção (mm2).

Exemplo 1: Dimensionar o diâmetro de um eletroduto capaz de conduzir 6 condutores de 10 m2 isolados em PVC, cujo diâmetro externo é 6,1 m (Tabela do Anexo 8). Como na Tabela não tem uma coluna para 6 condutores de 10 mm2 isolados em PVC, deve-se usar a fórmula a seguir.

Consultando uma Tabela 5.4 “Número Máximo de Condutores em Eletrodutos”, verificase que não existe o eletroduto de 23,6 m. Com isso, deverá ser utilizado o primeiro eletroduto de diâmetro superior a 23,6 m encontrado na Tabela 5.4. No caso deste Exemplo 1, o eletroduto é o de diâmetro de 25 m. Nossas aulas adotará tabelas práticas para dimensionar os eletrodutos, com o objetivo de facilitar o dimensionamento. Entretanto outros métodos existentes e podem ser utilizados.

Exemplo 2: Dimensionar o eletroduto para a colocação de 6 condutores de 4 mm². Como a Tabela 5.4 tem a coluna para 6 condutores de 4 mm², deverá ser aplicação direta da Tabela 5.4. O eletroduto é de diâmetro de 20 m. Usando a fórmula do Exemplo 1, chega-se ao mesmo resultado.

Número Máximo de Condutores em Eletrodutos

Aterramento Elétrico

Denomina-se “Aterramento Elétrico”, a ligação intencional de um componente através de um meio condutor com a Terra. Por exemplo: ligar a carcaça de um chuveiro elétrico, através de um condutor, com a Terra.

• Todo equipamento elétrico deve, por razões de segurança, ter o seu corpo (parte metálica) aterrado.

Também os componentes metálicos das instalações elétricas, tais como, os Quadros de Distribuição de Circuitos – QDC, os eletrodutos metálicos, caixas de derivação, etc, devem ser corretamente aterradas.

Quando há um defeito na parte elétrica de um equipamento que está corretamente aterrado, a corrente elétrica escoa para o solo (Terra). Alguns tipos de solos, são melhores condutores de corrente elétrica, pois têm uma menor Resistividade Elétrica.

A Resistividade é em função do tipo de solo, umidade e temperatura.

Todo Aterramento elétrico tem um valor de Resistência (ohms). O valor da resistência do Aterramento é muito importante.

Quanto menor o valor é melhor, pois aumenta a segurança – a corrente elétrica de falta escoa para a terra com mais facilidade.

Alguns aparelhos elétricos têm um plugue de tomada com três pinos, apropriado para a conexão desse aparelho. Erroneamente as pessoas colocam adaptador que elimina o pino de aterramento.

Diagramas

Unifilar e Multifilar

Estes e outros símbolos são normalizados pela ABNT através de normas específicas.

Unifilar representação do eletroduto ou conduite e é somente representado em plantas baixas, mas o eletricista necessita de um outro tipo de esquema chamado multifilar.

Multifilar representação de dois ou mais fios, onde se mostra detalhes de ligações e funcionamento, representando todos os seus condutores, assim como símbolos explicativos do funcionamento, como demonstra o exemplo a seguir:

Diagrama Unifilar:

Representação do eletroduto e dentro dele, estão os fios: Fase, neutro, retorno e estão ligados a um interruptor e uma lâmpada.

Diagrama Multifilar:

Representação de dois ou mais fios e mostra os detalhes de ligação e funcionamento.

Instalações

1) INSTALAÇÃO DE UMA LÂMPADA INCANDESCENTE ACIONADA POR UM INTERRUPTOR SIMPLES DE UMA SEÇÃO.

Diagramas

2) INSTALAÇÃO DE UMA LÂMPADA INCANDESCENTE ACIONADA POR UM INTERRUPTOR SIMPLES CONJUGADO COM UMA TOMADA.

Diagramas

3) INSTALAÇÃO DE DUAS LÂMPADAS INCANDESCENTES ACIONADAS POR UM INTERRUPTOR SIMPLES DE DUAS SEÇÕES.

Diagramas

4) INSTALAÇÃO DE DUAS LÂMPADAS INCANDESCENTES ACIONADAS POR UM INTERRUPTOR SIMPLES DE UMA SEÇÃO.

Diagramas

5) INSTALAÇÃO DE UMA LÂMPADA INCANDESCENTE ACIONADA POR INTERRUPTORES PARALELO OU “TREE-WAY”.

Diagramas

6) INSTALAÇÃO DE UMA LÂMPADA INCANDESCENTE ACIONADA POR INTERRUPTORES TREE-WAY E FOUR-WAY.

Diagramas

7) INSTALAÇÃO DE UMA CAMPAINHA OU CIGARRA. Diagramas

(Parte 6 de 8)

Comentários