o que é engenharia de produção

o que é engenharia de produção

(Parte 1 de 2)

Engenharia de Produção

Apresentação Prof Josenildo Brito de Oliveira

O que é a Engenharia de Produção?

Compete à Engenharia de Produção o projeto, a modelagem, a implantação, a operação,a manutençãoe a melhoriade sistemas integrados produtivosde bens e serviços, envolvendo homens, recursosfinanceirose materiais, tecnologia, informaçãoe energia.

O que é a Engenharia de Produção?

Compete aindaespecificar, prevere avaliaros resultadosobtidosdestessistemas para a sociedade e o meioambiente, recorrendoa conhecimentos especializados da matemática, física, ciênciashumanase sociais, conjuntamente com os princípiose métodos de análise e projeto da engenharia.

A demandapeloscursos de EP no Brasil

Estatística dos vestibulares

Revistas como a Veja, Isto é, Exame

Jornais como a Folha

A Engenharia de Produção como a Engenharia com as melhores perspectivas de mercado de trabalho, juntamente com Telecomunicações e Mecatrônica

A demandapeloscursos de EP no Brasil

Cursos

A Engenharia de Produção como “Grande Área”?

Identificaçãode uma base científica e tecnológica própria da Engenharia de Produção que a caracterizacomo grandeárea. A Engenharia de Produção tem conteúdoe base suficientespara caracterizaruma “Grande Área de

Engenharia”, com formação própriae diretrizes curriculares adequadas

Compete ao Engenheiro de Produção o desempenho das atividades [...] referentes aos procedimentos na fabricação industrial, aos métodos e seqüências de produção industrial em geral e ao produto industrializado; seus serviços afins e correlatos.

Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia -CONFEA

Os Engenheiros de Produção integrarão o grupo ou categoria de engenharia na modalidade industrial prevista no artigo 6º da Resolução nº 232, de 18 set 1975

Art. 1 Art. 3

Dispõe sobre a regulamentação da atribuição de títulos profissionais, atividades, competências e características do âmbito de atuação dos profissionais inseridos no

Sistema CONFEA/CREA, para efeito de fiscalização do exercício profissional

O Engenheiro de Produção

Associação Brasileira de Engenharia de Produção ABEPRO

Emite consultassobre a regulamentação da Engenharia de

Produção no Conselho Nacional de Educação (CNE) e junto ao Sistema CONFEA/CREA

Site: http://www.abepro.org.br/

O Engenheiro de Produção Resolução CNE/CES n°1 de 1/03/2002

Conselho Nacional de Educação CNE

Tem a competência para definir e estabelecer a existência ou não dos cursos de engenharia de produção pura ou com habilitação

Câmara de Educação Superior

Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Engenharia

O Engenheiro de Produção Perfil do Formando

Sólida formação científica, tecnológica e profissional que capacite o engenheiro de produção a identificar, formular e solucionar problemas ligados às atividades de projeto, operação e gerenciamento do trabalho e de sistemas de produção de bens e/ou serviços, considerando seus aspectos humanos, econômicos, sociais e ambientais, com visão ética e humanística, em atendimento às demandas da sociedade

O Engenheiro de Produção Perfil do Formando

Perfil do Egresso

Conhecimento Habilidades Atitudes Resultados

O Engenheiro de Produção Perfil do Formando

Individuais Profissionais

Competências

Conhecimentos

Habilidades

Atitudes Resultados

O saber

Saber fazer

Fazer e agir Produzir

O Engenheiro de Produção Conhecimentos

Conhecimento Definição

Básico

Representam aqueles conhecimentos derivados das diversas áreas de outras engenharias e de outras ciências, tais como, matemática, química, física, ciências humanas e sociais, entre outras.

Profissionalizante

Representam os conhecimentos afetos à Engenharia de Produção, estando contidos na matriz de conhecimento sugerida pela ABEPRO e dispostos na Resolução 1.010/2005 publicada pelo CONFEA.

Específico São extensões e aprofundamentos dos conhecimentos profissionalizantes e de outros conteúdos destinados a caracterizar modalidades de engenharia.

Eletivo Conhecimentos que visam aperfeiçoar as competências do egresso no sentido de complementar os conhecimentos profissionalizantes e específicos da área.

O Engenheiro de Produção Habilidades

Habilidades requeridas

Iniciativa empreendedora

Trabalhar em equipes multidisciplinares

Visão crítica de ordens de grandeza Conhecimento da legislação pertinente

Conhecimento técnico da língua estrangeira

O Engenheiro de Produção Habilidades

Habilidades requeridas

Comunicação oral e escrita

Iniciativa para auto-aprendizagem

Capacitação para educação continuada Leitura, interpretação e expressão gráfica

Habilidade com técnicas computacionais

O Engenheiro de Produção Habilidades

Habilidades requeridas

Identificação, modelagem e resolução de problemas

Compreensão de problemas administrativos

Compreensão de aspectos sócio-econômicos Interação com o meio ambiente

Pensar globalmente e agir localmente

O Engenheiro de Produção Atitudes

Atitudes requeridas

Ética Atualização ProfissionalInovação

Postura Pró-ativa

Eficiência Eficácia

Efetividade

Gestão de Recursos

Melhoria no desempenho Tratamento do problema

ComprometimentoSenso empreendedor

Flexibilidade Postura investigativa

O Engenheiro de Produção Resultados

Resultados Esperados

Execução do processo decisório

Manutenção das melhorias

Resolução de Problemas Aperfeiçoamento dos Sistemas Produtivos

Cumprimento de Estratégias

O Engenheiro de Produção Competências

Ter competência para

Dimensionar e integrar recursos físicos, humanos e financeiros a fim de produzir, com eficiência e ao menor custo, considerando a possibilidade de melhorias contínuas

Utilizar ferramental matemático e estatístico para modelar sistemas de produção e auxiliar na tomada de decisões

O Engenheiro de Produção Competências

Competência Multidisciplinar

Por ter uma base sólida das engenharias, utilizar recursos tecnológicos e métodos eficientes de intervenção e aplicar suas competências centrais adquiridas na sua formação profissional, o engenheiro de produção pode atuar em diversos segmentos da sociedade, envolvendo vários tipos de sistemas de produção

O Engenheiro de Produção Competências

Ter competência para

Projetar, implantar e aperfeiçoar sistemas, produtos e processos, levando em consideração os limites e as características das comunidades envolvidas

Prever e analisar demandas, selecionar conhecimento científico e tecnológico, projetando produtos ou melhorando suas características e funcionalidade

O Engenheiro de Produção Competências

Ter competência para

Incorporar conceitos e técnicas da qualidade em todo o sistema produtivo, tanto nos seus aspectos tecnológicos quanto organizacionais, aprimorando produtos e processos, e produzindo normas e procedimentos de controle e auditoria

Prever a evolução dos cenários produtivos, percebendo a interação entre as organizações e os seus impactos sobre a competitividade

O Engenheiro de Produção Competências

Ter competência para

Acompanhar os avanços tecnológicos, organizando-os e colocando-os a serviço da demanda das empresas e da sociedade

Compreender a inter-relação dos sistemas de produção com o meio ambiente, tanto no que se refere à utilização de recursos escassos quanto à disposição final de resíduos e rejeitos, atentando para a exigência de sustentabilidade

O Engenheiro de Produção Competências

Ter competência para

Utilizar indicadores de desempenho, sistemas de custeio, bem como avaliar a viabilidade econômica e financeira de projetos

Gerenciar e otimizar o fluxo de informação nas empresas utilizando tecnologias adequadas

O Engenheiro de Produção Competências

Métodos de Ensino

Aulas Expositivas

Aulas Práticas

Palestras

Visitas Técnicas

Seminários e Cases

Oficinas de Trabalho

Ensino Laboratorial Monitoria

Métodos de Pesquisa

Iniciação Científica

Elaboração de Artigos

Grupos de Estudo

Captação de Projetos

Cooperação Institucional

Aquisição de Bolsas

Parceria Empresarial Intercâmbio Discente

Métodos de Extensão

Estágio Supervisionado

Atividade Complementar

Consultoria Técnica

Elaboração de Cursos

Oficinas Temáticas

Capacitação Profissional

Responsabilidade Social Eventos e Palestras

Matriz de Conhecimento Tríade

Competências Centrais

•Indústrias de automóveis, eletrodomésticos, de equipamentos, etc. enfim setores que fabricam algum tipo de produto.

•Empresas de serviços tais como: empresas de transporte aéreo, transporte maritimo, construção, consultoria em qualidade, hospitais, consultoria em geral e cursos, etc.

•Instituições e empresas públicas tais como: Correios,

Petrobras, Agência Nacional de Energia, Agência Nacional de Petróleo, BNDEs, entre outras.

•Empresas privadas de petróleo, usinas de açúcar, empresas de telefonia, agroindústrias, indústrias de alimentos, bancos (parte operacional), seguradoras e fundos de pensão.

•Bancos de investimento (na análise de investimentos)

O Engenheiro de Produção Setores econômicos de atuação

O Engenheiro de Produção Áreas de atuação

Áreas de Operações

Áreas de Planejamento Áreas de Logística

Áreas de Marketing Áreas

O mercado de trabalho para o engenheiro de produção tem-se mostrado extremamente diversificado. Além do mercado tradicional (empresas e empreendimentos industriais), altamente instável e dependente da estabilidade econômica, uma série de setores/áreas passaram a procurar os profissionais formados pelas melhores universidade em engenharia de produção.

O Engenheiro de Produção O mercado

O ponto em comum entre todas essasáreas é o dinamismoe suaalta taxade crescimento. São setores que tem crescidomesmoquandoa economiacomo um todotem se estagnadoe todas as previsõessão unânimesem considerá-los como extremamente promissoresno futuro

Finanças Telecomunicações Atuária SI/TI e Internet

Halliburton; BJ Services; Schulumberger; PrestPerfurações;

Sotep; Petrobrás; Refinariada Petrobrás(PE); Estaleirono Porto de Suape(PE); Refinariasde Pecém(CE)

O Engenheiro de Produção Oportunidadesde empregona região

TemperosRegina; MoinhoSanta Clara; Aficel; Usibrás; Pólo

Ceramista; Alpargatas; Martins; Nassau; CimentosPoty; Usinas

Sucroalcooleiras; Indústrias de Beneficiamentode Minérios; Polo Tecnológicode Campina Grande; agronegócio; eventos regionais, entre outros.

Petróleo Outros segmentos

Diretrizes Curriculares

Problema Atual

Com a mudançadas diretrizescurriculares, um número considerávelde cursos estãotentandose adaptaremcom as novas regras, principalmenteno casoespecíficoda engenharia de produção que vemtendoum crescimentoe surgimentoconstantede novoscursos, tantocomo habilitações, como plenos(puros)

Diretrizes Curriculares

Como resolver?

Forte representaçãode engenheirosde produção frente ao Ministérioda Educação e nosCREAs, com o objetivode que o novo currículomínimodestaáreadas engenharias sejao maiscoerentecom a realidadedos cursos, tendoem vista que é com base nestasdiretrizesque o CONFEA concede a inscriçãoe fiscalizao exercício da profissão.

Diretrizes Curriculares Resolução CNE/CES n°1 de 1/03/2002

Cada curso de Engenharia deve possuir um projeto pedagógico que demonstre claramente como o conjunto das atividades previstas garantirá o perfil desejado de seu egresso e o desenvolvimento das competências e habilidades esperadas

Art. 5

PPC de Engenharia de Produção

Diretrizes Curriculares Resolução CNE/CES n°1 de 1/03/2002

Art. 6

Todo o curso de Engenharia, independente de sua modalidade, deve possuir em seu currículo um núcleo de conteúdos básicos, um núcleo de conteúdos profissionalizantes e um núcleo de conteúdos específicos que caracterizem a modalidade

O curso de graduação e EP deve atender no mínimo 3.600 horas Resolução CNE/CE N2 de 18/06/2007

Diretrizes Curriculares Referênciasde Conteúdosna área

1.Engenharia de Operações e Processos da Produção

1.1. Gestão de Sistemas de Produção e Operações 1.2. Planejamento, Programação e Controle da Produção 1.3. Gestão da Manutenção 1.4. Projeto de Fábrica e de Instalações Industriais 1.5. Processos Produtivos Discretos e Contínuos 1.6. Engenharia de Métodos

Sistemas de produção e processos produtivos; PPCP; Gestão da manutenção e confiabilidade; Gestão de projetos; Engenharia de métodos e processos

Diretrizes Curriculares Referênciasde Conteúdosna área

Logística e Gestão da Cadeia de Suprimentos

2.1. Gestão da Cadeia de Suprimentos 2.2. Gestão de Estoques 2.3. Projeto e Análise de Sistemas Logísticos 2.4. Logística Empresarial 2.5. Transporte e Distribuição Física 2.6. Logística Reversa

Diretrizes Curriculares Referênciasde Conteúdosna área

3. Pesquisa Operacional

Pesquisa Operacional; Modelagem e simulação da produção; Sistemas Integrados de Gestão; Logística e SCM; PPCP

3.1. Modelagem, Simulação e Otimização 3.2. Programação Matemática 3.3. Processos Decisórios 3.4. Processos Estocásticos 3.5. Teoria dos Jogos 3.6. Análise de Demanda 3.7. Inteligência Computacional

Diretrizes Curriculares Referênciasde Conteúdosna área

4. Engenharia da Qualidade

Gestão da qualidade; Engenharia da Qualidade; Gestão da manutenção e confiabilidade

4.1. Gestão de Sistemas da Qualidade 4.2. Planejamento e Controle da Qualidade 4.3. Normalização, Auditoria e Certificação para a Qualidade 4.4. Organização Metrológica da Qualidade 4.5. Confiabilidade de Processos e Produtos

Diretrizes Curriculares Referênciasde Conteúdosna área

5. Engenharia do Produto

Planejamento e desenvolvimento do produto

5.1. Gestão do Desenvolvimento de Produto 5.2. Processo de Desenvolvimento do Produto 5.3. Planejamento e Projeto do Produto

Diretrizes Curriculares Referênciasde Conteúdosna área

6. Engenharia Organizacional

Gestão estratégica e desempenho organizacional; Sistemas integrados de gestão; Arranjos produtivos organizacionais; Gestão do conhecimento organizacional; gestão de projetos e gestão e avaliação da produtividade

6.1. Gestão Estratégica e Organizacional 6.2. Gestão de Projetos 6.3. Gestão do Desempenho Organizacional 6.4. Gestão da Informação 6.5. Redes de Empresas 6.6. Gestão da Inovação 6.7. Gestão da Tecnologia 6.8. Gestão do Conhecimento

Diretrizes Curriculares Referênciasde Conteúdosna área

7. Engenharia Econômica

Engenharia econômica; Estrutura e análise dos custos da Produção; Análise de riscos e gestão de investimentos

7.1. Gestão Econômica 7.2. Gestão de Custos 7.3. Gestão de Investimentos 7.4. Gestão de Riscos

Diretrizes Curriculares Referênciasde Conteúdosna área

8. Engenharia do Trabalho

Ergonomia organizacional e Sistemas de gestão de saúde e segurança no trabalho

8.1. Projeto e Organização do Trabalho 8.2. Ergonomia 8.3. Sistemas de Gestão de Higiene e Segurança do Trabalho 8.4. Gestão de Riscos de Acidentes do Trabalho

Diretrizes Curriculares Referênciasde Conteúdosna área

9. Engenharia da Sustentabilidade

Gestão da sustentabilidade organizacional

9.1. Gestão Ambiental 9.2. Sistemas de Gestão Ambiental e Certificação 9.3. Gestão de Recursos Naturais e Energéticos 9.4. Gestão de Efluentes e Resíduos Industriais 9.5. Produção mais Limpa e Ecoeficiência 9.6. Responsabilidade Social 9.8. Desenvolvimento Sustentável

Diretrizes Curriculares Referênciasde Conteúdosna área

10. Educação em Engenharia de Produção

Introdução à EP; Tópicos Especiais em EP; Atividades complementares

10.1. Estudo da Formação do Engenheiro de Produção 10.2. Estudo do Desenvolvimento e Aplicação da Pesquisa e da Extensão em Engenharia de Produção 10.3. Estudo da Ética e da Prática Profissional em Engenharia de Produção 10.4. Práticas Pedagógicas e Avaliação do Processo de Ensino- Aprendizagem em Engenharia de Produção 10.5. Gestão e Avaliação de Sistemas Educacionais de Cursos de Engenharia de Produção

(Parte 1 de 2)

Comentários