Manual de Orientação Administração e economia rural

Manual de Orientação Administração e economia rural

(Parte 7 de 12)

Quant. no início Valor da do ano reforma menos (Cz$) depreciação

Valor total (Cz$)

Quant.

Valor unitário Valor (estado total atual) (Cz$) (Cz$)

Duração adicional (anos)

Depreciação (Cz$) Quant.

Valor total no início Valor da do ano reforma menos (Cz$) depreciação

Valor total (Cz$)

Quant.

Valor unitário Valor total Valor unitário

(Cz$) (Cz$) Quant. (Cz$)

Valor total (Cz$)

6 C — BENFEITORIAS E MELHORAMENTOS

Folha de orientação

6 Página 3/4

Quant. Valor unitário Valor total FINAL DO ANO Quant. Valor unitário Valor total

A — Terra nua B — Culturas permanentes C — Benfeitorias e melhoramentos D — Máquinas, veículos e equipamentos E — Animais de trabalho e de produção F — Produtos e materiais em estoque

Início do ano Final do ano

VARIAÇÃO DO INVENTARIO Acréscimo

Decréscimo

2.°) Realize o inventário de uma propriedade próxima à escola, preenchendo quadros, conforme modelos apresentados.

• Não há forma exata para se avaliar os bens de capital. A duração adicional e vida útil destes bens são valores e números aproximados que devem ser dados intuitivamente, utilizando-se da prática e do bom- -senso.

• No caso da terra, recomenda-se avaliá-la de acordo com a capacidade produtiva, e não especulativamente, considerando apenas a terra nua. Os valores unitários, no início e final do ano, serão iguais, salvo se forem realizados, durante o ano, trabalhos como terraceamento, adubação verde, ou outras formas de recuperação, cujo custo, no fim do ano, deve ser incorporado ao valor inicial.

• As culturas permanentes devem ser avaliadas de acordo com a produtividade. • Benfeitorias e melhoramentos, máquinas, veículos e equipamentos terão seus valores de acordo com os preços de mercado no início do ano agrícola. No fim do ano, esses valores serão decrescidos da depreciação. No caso de reformas em algum desses bens, durante o ano, a despesa correspondente será acrescida a eles no fim do ano e a duração adicional será alterada no início do ano seguinte.

• Animais serão inventariados segundo um valor médio por cabeça. • Os produtos e materiais em estoque devem ser inventariados em sua situação no primeiro e no último dia do ano, considerando-se sempre os preços do dia.

Folha de orientação

6 Página 4/4

DISCIPLINA: ADMINISTRAÇÃO E ECONOMIA RURAL UNIDADE: Administração rural

ATIVIDADE: 7. Preenchimento de fichas de controle

OBJETIVO: Preencher fichas que auxiliem no sistema de controle das atividades da propriedade

Folha de orientação

7 Página 1/2

1.º) Preencha fichas de controle das atividades desenvolvidas na propriedade e outras que julgar necessárias, conforme sugestões abaixo:

ITEM 1 2

DENOMINAÇÃO Ficha de controle Lápis

QUANT. variável 1

Folha de orientação

Página 2/2

2.°) Registre, nas fichas elaboradas, conforme sugestões, os dados coletados, segundo as necessidades das mesmas. 3?) Efetue, periodicamente, a análise dos resultados obtidos.

1:ª pesagem 2ª pesagem do leite do leite

DISCIPLINA: ADMINISTRAÇÃO E ECONOMIA RURAL UNIDADE: Administração rural ATIVIDADE: 8. Preenchimento de fichas contábeis

OBJETIVO: Realizar a anotação de receitas e despesas de cada atividade em um determinado período

Folha de orientação

8 Página 1/2

MATERIAIS E/OU RECURSOS UTILIZADOS ITEM 1 2 3

DENOMINAÇÃO Ficha para anotação de despesas Ficha para anotação de receitas Lápis

QUANT. variável variável 1

PROCEDIMENTO 1.°) Preencha uma folha para cada atividade existente na empresa, conforme sugestão abaixo:

UNITÁRIO 1. 2. 3. 4.

2?) Separe as despesas específicas, por classe, em cada atividade, tais como: alimentação, medicamentos, reparos e conservação, etc.

(Parte 7 de 12)

Comentários