Doença infecciosa, transmissível, porém não contagiosa.

  • Doença infecciosa, transmissível, porém não contagiosa.

  • Vírus RNA

  • ARBOVIRUS = Arthropod Borne Virus

  • Hospedeiros: Invertebrado (mosquito)

  • Vertebrado (Homem)

  • *Macacos infectados na África e Malásia

  • 4 sorotípos: 1, 2, 3 no Brasil

Maior taxa de incidência do país;

  • Maior taxa de incidência do país;

  • Mato Grosso do Sul concentrou 70% das notificações da região

  • Distrito Federal – baixa incidência

  • Goiás – média incidência

  • Mato Grosso – alta incidência.

O vírus do dengue é um Arbovírus (vírus transmitido por inseto). São conhecidos quatro sorotipos (Den 1, Den 2, Den 3 e Den 4).

  • O vírus do dengue é um Arbovírus (vírus transmitido por inseto). São conhecidos quatro sorotipos (Den 1, Den 2, Den 3 e Den 4).

  • 1- Fonte da infecção: Homem com viremia

  • 01 dia antes da febre

  • 6º dia da doença

  • Aedes aegypti

  • - Hematófago (Fêmea)

  • - Hábitos: Domiciliar

  • - Doença urbana

Doença predominantemente tropical

  • Doença predominantemente tropical

  • DISTRIBUIÇÃO DO DENGUE NO BRASIL

DADOS 2008

  • DADOS 2008

  • DENGUE CLÁSSICA

  • Casos notificados: 19571

  • Casos confirmados: 8302

  • Casos sob-investigação: 5324

  • Casos Descartados: 5945

P.I. homem = 3-15 dias (média 6 dias)

  • P.I. homem = 3-15 dias (média 6 dias)

  • P.I. mosquito = 8-10 dias

  • P.T. homem = 1 dia antes da febre até fim da viremia

  • P.T. mosquito = vida do mosquito

A transmissão se faz da através da picada do mosquito fêmea Aedes aegypti infectado.

  • A transmissão se faz da através da picada do mosquito fêmea Aedes aegypti infectado.

  • O mosquito macho não transmite a doença, pois alimenta-se de seiva de plantas.

  • BAIRROS RICOS BAIRROS POBRES

  • QUADRO CLÍNICO

  • De espectro variável podendo ir desde as formas Oligo/Assintomático até quadros com Hemorragia e Choque podendo evoluir para o óbito.

  • Dengue Clássico

  • A primeira manifestação é a Febre, normalmente alta, de início abrupto, Cefaléia, Dor retro orbitária, Mialgia, Artralgia, Prostração, Exantema maculo-papular com prurido ou não, podendo ocorrer Náuseas, Vômitos ou Diarréia.

  • EXAMTEMA MÁCULO-PÁPULAR

  • DENGUE CLÁSSICA

  • A doença tem duração de 5 a 7 dias e na convalescença é acompanhada de grande debilidade física.

  • Os pacientes com Dengue Clássico podem apresentar manifestações hemorrágicas e formas atípicas como hepatites, por exemplo.

  • Sintomas respiratórios ausentes ou pouco acentuados

  • Febre Hemorrágica do Dengue

  • Sintomas iniciais são semelhantes ao DC, até o 3º ou 4º dia, quando ocorre uma diminuição da Febre e piora do Estado Geral, com aparecimento de Manifestações Hemorrágicas, espontâneas ou não, e Colapso Circulatório.

  • CASOS GRAVES

  • Pode se instalar o choque,entre o 3º e 7º dia da doença. A SCD ocorre devido ao aumento da Permeabilidade Vascular, Hemoconcentração e Falência Circulatória.

  • Se não tratado de maneira correta pode, o paciente, evoluir para o óbito em 24 horas.

  • SINDROME DO CHOQUE DA DENGUE

  • CLASSIFICAÇÃO FHD

  • É classificado em 4 categorias, segundo a OMS

  • - GRAU I – Febre acompanhada de sintomas inespecíficos sem Hemorragias espontâneas (Prova do Laço + ).

  • - GRAU II – Febre acompanhada de sintomas inespecíficos com Hemorragias espontâneas( Epistaxe, Petéquias, Gengivorragia, Metrorragia, Derrame Conjutival, etc...)

  • - GRAU III – Febre acompanhada de sintomas inespecíficos com Hemorragias espontâneas e um ou mais SINAIS DE ALERTA.

  • - GRAU IV – Choque profundo com ausência de PA e pulso imperceptível.

Dor abdominal intensa e contínua;

  • Dor abdominal intensa e contínua;

  • Vômitos persistentes;

  • Hepatomegalia dolorosa;

  • Derrames cavitários;

  • Sangramentos importantes;

  • Hipotensão arterial;

  • Diminuição da pressão diferencial;

  • Hipotensão postural;

  • Pulso rápido e fraco;

  • Extremidades frias;

  • Cianose;

  • DIAGNÓSTICO LABORATÓRIAL

  • É extremamente importante que o pc. com suspeita de Dengue realize pelo menos um Hemograma.

  • *Inespecíficos.

  • D C Hemograma – Leucopenia com Linfo/Mono. Raramente Trombocitopenia

  • HIDRATAÇÃO

  • 60 – 80 ml/kg/dia

  • Solução Glico-Fisiológica 3/1 em 3 a 4hr.

  • Ao menor sinal de Falência Circulatória triar para Internamento.

Não existe vacina para a dengue.

  • Não existe vacina para a dengue.

  • O tratamento e o controle do mosquito.

Ministério da Saúde . Fundação Nacional de Saúde. Manual de Dengue - Vigilância Epidemiológica e Atenção ao Doente. 2º edição - Brasilia, 2006.

  • Ministério da Saúde . Fundação Nacional de Saúde. Manual de Dengue - Vigilância Epidemiológica e Atenção ao Doente. 2º edição - Brasilia, 2006.

Comentários