Introdução à  Saude Publica e Epidemiologia

Introdução à Saude Publica e Epidemiologia

(Parte 9 de 11)

Figura 5 - Sintomas respiratórios pelo estado de fumador e sexo

Não fumadores Fumadores Não fumadores Fumadores Homens Mulheres

% s i nt om a s

Explique o padrão mostrado na Figura 5

b) LUGAR

Figura 6 - Número de filhos por mulher por zonas rural/urbana e nível de escolaridade, IDS 2003, Moçambique

Geral Urbano Rural Analfabeto Nível Primário Nível secundário ou +

Descreva e explique o que observa na Figura 6

c) TEMPO Descreva a distribuição por suicídio e homicídio mostrada abaixo (Tabela 1). O que poderá estar a contribuir para as diferenças?

Introdução à Epidemiologia e Saúde Pública Pg. 34

Tabela 1 – Média de mortes por dia devido ao suicídio e homicídio, Maputo, 2006

Exercício 2 (20 min): Identifique 6 problemas de saúde que achar que são mais frequentes na sua província de origem. Em cada um deles descreva:

• A mais provável frequência e padrão;

• Os possíveis determinantes;

• A eventual população afectada;

• Se tivesse que conduzir uma investigação para apurar evidências relacionadas com o problema, o que faria?

Introdução à Epidemiologia e Saúde Pública Pg. 35

Faculdade de Medicina ‐ UEM

Introdução e exercícios BLOCO: PRINCÍPIOS DE EPIDEMIOLOGIA e

PRÁTICA 3 História Natural da Doença e Níveis de Prevenção de Doenças

gora que já está familiarizado com os conceitos básicos de epidemiologia é tempo de os consolidar aplicando‐os no contexto de um problema prático.

Assim, em relação à doença que for atribuída ao seu grupo como tema deste problema, use os conhecimentos que possui sobre a mesma, para com o seu grupo de trabalho: 1. Descrever a história natural da doença, nomeadamente, a interacção entre os componentes da

Tríade Epidemiológica durante o período pré‐patogénico e patogénico.

2. Com base na história natural da doença descriminar e classificar, em fases e níveis, as medidas de prevenção aplicáveis à referida doença abordando a sua prioridade, seu custo‐eficácia e efectividade nas condições reais do nosso pais. Para efectuar este trabalho, apoie‐se nos documentos relativos a este problema, que lhe foram distribuídos nas secções anteriores. Apoie‐se especialmente, nos esquemas sobre história natural da doença, níveis e prioridades de prevenção de doenças. Cada grupo deverá preparar uma apresentação a ser feita em plenária seguida de discussão. Bom Trabalho!

Introdução à Epidemiologia e Saúde Pública Pg. 36

Faculdade de Medicina ‐ UEM

Introdução e exercícios BLOCO: PRINCÍPIOS DE EPIDEMIOLOGIA e

PRÁTICA 4 Estatística básica

scolha a resposta correcta para cada questão apresentada

1. 1. Todas as afirmações a seguir são medidas de tendência central EXCEPTO

A. Media aritmética B. Media geométrica C. Mediana D. Moda E. Intervalo 2. A medida de tendência central que tem metade das observações abaixo e metade das observações acima é: A. Media aritmética B. Media geométrica C. Mediana D. Moda E. Intervalo 3. A medida de tendência central mais frequentemente utilizada é a:

A. Media aritmética B. Media geométrica C. Mediana D. Moda E. Intervalo 4. Qual é o erro imperdoável cometido na distribuição da frequência apresentada abaixo

A. Intervalo de classes de tamanhos diferentes B. Inclusão de uma categoria desconhecida C. Ausência da coluna para a distribuição das percentagens D. Sobreposição dos Intervalos de classes E. Excessivas categorias

Introdução à Epidemiologia e Saúde Pública Pg. 37

Número de mortes por Diabete Melito por idade, Maputolândia, 1988

Desconhecido 0 Total 40,368

5. Todas as medidas a seguir são medidas de dispersão excepto:

A. Intervalo interquartílico B. Intervalo C. Desvio padrão D. Variância 6. Qual dos seguintes termos descreve de foram precisa a curva representada na Figura 1 (marque todas as prováveis) A. Desvio negativo B. Desvio positivo C. Desvio à esquerda D. Desvio à direita E. Normal F. Gráfico

Figura 5.1 ‐ Distribuição normal ou distribuição com desvio

7. A medida de tendência central mais afectada por valores extremos é a:

A. Media aritmética B. Media geométrica C. Mediana D. Moda E. Intervalo

Introdução à Epidemiologia e Saúde Pública Pg. 38

8. O valor que se repete com mais frequência no grupo de dados é definido como?

A. Media aritmética B. Media geométrica C. Mediana D. Moda E. Intervalo 9. A medida de tendência central mais usada para títulos de anticorpo é:

A. Media aritmética B. Media geométrica C. Mediana D. Moda E. Intervalo (Intervalo) 10. A medida de dispersão mais afectada por valores extremos é:

A. Intervalo interquartílico B. Intervalo C. Desvio padrão D. Variância 1. Que Intervalo caracteriza o Intervalo interquartil

A. Do 5º percentil ao 95º percentil B. Do 10º percentil ao 90º percentil C. Do 25º percentil ao 75º percentil D. De 1 desvio padrão e abaixo da media para 1 desvio padrão e acima da média E. De 1,96 desvio padrão e abaixo da media para 1,96 desvio padrão e acima da média. 12. A medida de dispersão comummente usada com a média aritmética é a:

A. Intervalo interquartil B. Intervalo C. Desvio padrão D. Variância

Introdução à Epidemiologia e Saúde Pública Pg. 39

Faculdade de Medicina ‐ UEM

(Parte 9 de 11)

Comentários