Vasopressores nos estados de choque

Vasopressores nos estados de choque

(Parte 3 de 3)

3 Silva E, DeBacker D, Creteur J, Vincent JL. Effects of vasoactive drugs on gastric intramucosal pH. Crit Care Med 1998; 26(10):1749-1758.

4 Martin C, Viviand X, Leone M, Thirion X. Effect of norepinephrine on the outcome of septic shock. Crit Care Med 2000; 28(8):2758-2765.

5 Van den BG, de Zegher F, Vlasselaers D, Schetz M, Verwaest C, Ferdinande P et al. Thyrotropin releasing hormone in critical illness: from a dopamine-dependent test to a strategy for increasing low serum triiodothyronine, prolactin, and growth hormone concentrations. Crit Care Med 1996; 24(4):590 595.

6 Patel BM, Chittock DR, Russell JA, Walley KR. Beneficial effects of short-term vasopressin infusion during severe septic shock. Anesthesiology 2002; 96(3):576-582.

7 Mullner M, Urbanek B, Havel C, Losert H, Waechter F, Gamper G. Vasopressors for shock. Cochrane Database Syst Rev 2004;(3):CD003709.

8 Dellinger RP, Carlet JM, Masur H, Gerlach H, Calandra T, Cohen J et al. Surviving Sepsis Campaign guidelines for management of severe sepsis and septic shock. Crit Care Med 2004; 32(3):858-873.

9 Guidelines for Cardiopulmonary Resuscitation and Emergency Cardiovascular Care: Advanced cardiovascular life support: a guide to the International ACLS algorithms. The American Heart Association in collaboration with the International Liaison Committee on Resuscitation.

Reservados todos os direitos de publicação à ARTMED/PANAMERICANA EDITORA LTDA. Avenida Jerônimo de Ornelas, 670 – Bairro Santana 90040-340 – Porto Alegre, RS Fone (51) 3321-3321. Fax (51) 3-6339 E-mail: info@semcad.com.br http://www.semcad.com.br

Capa e projeto: Tatiana Sperhacke Diagramação: Ethel Kawa Editoração eletrônica: João Batysta N. Almeida e Barbosa Coordenação pedagógica: Claudia Lázaro Processamento pedagógico: Evandro Alves, Luciane Ines Ely e Michelle Freimüller Revisões: Israel Pedroso Coordenação-geral: Geraldo F. Huff

Diretores acadêmicos: Cleovaldo T. S. Pinheiro Professor adjunto do Departamento de Medicina Interna da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Doutor em Medicina pela UFRGS. Especialista em Terapia Intensiva, titulação pela Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB). Chefe do Serviço de Medicina Intensiva do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Coordenador do Programa de Residência em Medicina Intensiva do Hospital de Clínicas de Porto Alegre.

Werther Brunow de Carvalho Professor livre-docente do Departamento de Pediatria da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Especialista em Medicina Intensiva Pediátrica, titulação pela Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB) e Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP). Chefe das Unidades de Cuidados Intensivos Pediátricas do Hospital São Paulo, Hospital Santa Catarina e Beneficência Portuguesa de São Paulo.

P964 Programa de Atualização em Medicina Intensiva (PROAMI) / organizado pela Associação de Medicina Intensiva Brasileira. – Porto Alegre :

Artmed/Panamericana Editora, 2004. 17,5 x 25cm.

(Sistema de Educação Médica Continuada a Distância (SEMCAD)

1. Medicina intensiva – Educação a distância. I. Associação de Medicina Intensiva Brasileira. I. Título.

CDU 616-084/-089:37.018.43

Catalogação na publicação: Mônica Ballejo Canto – CRB 10/1023

PROAMI. Programa de Atualização em Medicina Intensiva ISSN 1679-6616

Associação de Medicina Intensiva Brasileira Diretoria 2001/2003

Presidente Jairo Constante Bitencourt Othero

Vice-Presidente Jefferson Pedro Piva

1º Secretário Luiz Alexandre Alegrretti Borges

2º Secretário José Maria da Costa Orlando

1º Tesoureiro Marcelo Moock

2º Tesoureiro Odin Barbosa da Silva

Associação de Medicina Intensiva Brasileira

Rua Domingos de Moraes, 814. Bloco 2. Conjunto 23 04010-100 – Vila Mariana - São Paulo, SP

Fone/fax (1) 5575-3832 cursos@amib.com.br w.amib.com.br

(Parte 3 de 3)

Comentários