[Gestão da Qualidade] Aula 02 - Gestão da Qualidade II-Variabilidade

[Gestão da Qualidade] Aula 02 - Gestão da Qualidade II-Variabilidade

(Parte 1 de 4)

Prof. Brenno Ferreira de Souza – Engenheiro Metalúrgico

Introdução

Não existem dois produtos exatamente iguais.

O gerenciamento do processo é a redução da variação através do conhecimento de suas causas.

Caracterização do processo: •localização

•variação

•forma da distribuição

Prof. Brenno Ferreira de Souza – Engenheiro Metalúrgico

Variação Filhotes de gato da mesma ninhada

Prof. Brenno Ferreira de Souza – Engenheiro Metalúrgico

Variabilidade

Também denominada variação ou dispersão, está presente em todos os processos de produção de bens e de fornecimento de serviços .

Não existem dois produtos exatamente iguais.

Consiste na dispersão ou variação das características num dado produto ou processo.

Prof. Brenno Ferreira de Souza – Engenheiro Metalúrgico

Variabilidade

Ao selecionarmos algumas peças numa linha de produção e a seguir medir o diâmetro de cada uma dessas peças, os resultados obtidos serão diferentes, ou seja existirá variabilidade entre as medidas do diâmetro.

•Variabilidade •variação

•dispersão

Prof. Brenno Ferreira de Souza – Engenheiro Metalúrgico

Causas da Variabilidade

É o resultado de alteração nas condições sob as quais as observações são tomadas.

Estas podem refletir diferenças entre:

•matérias primas; •condições de equipamentos;

•métodos de trabalho;

•condições ambientais;

•operadores envolvidos no processo.

Prof. Brenno Ferreira de Souza – Engenheiro Metalúrgico

Variabilidade

Nos processos de fabricação de peças, um produto será considerado defeituoso se suas características da qualidade não satisfizerem a uma determinada especificação e será considerado perfeito ou não - defeituoso em caso contrário.

Prof. Brenno Ferreira de Souza – Engenheiro Metalúrgico

Variabilidade

Mesmo os produtos não - defeituosos apresentam variações dentro dos limites de sua especificação, o que significa que não são exatamente idênticos.

Assim, produtos defeituosos são produzidos devido à presença da variabilidade.

Prof. Brenno Ferreira de Souza – Engenheiro Metalúrgico

Variabilidade 9

Prof. Brenno Ferreira de Souza – Engenheiro Metalúrgico

Variabilidade

Prof. Brenno Ferreira de Souza – Engenheiro Metalúrgico

Redução

A redução da variabilidade dos processos envolve a coleta, o processamento e a disposição de dados, para que as causas fundamentais de variação possam ser identificadas, analisadas e bloqueadas.

Prof. Brenno Ferreira de Souza – Engenheiro Metalúrgico

Redução 12

Prof. Brenno Ferreira de Souza – Engenheiro Metalúrgico

Causas

Existem dois tipos de causas para a variação na qualidade dos produtos:

•Causas comuns ou aleatórias; •Causas especiais ou assinaláveis

Prof. Brenno Ferreira de Souza – Engenheiro Metalúrgico

Causas

Causas comuns ou aleatórias

(Parte 1 de 4)

Comentários