Curso electricistas

Curso electricistas

(Parte 1 de 2)

Entidade promotora SKKFOR Formador : António Subida

tomando sempre novas qualidades

“Todo o mundo é composto de mudança ( Luís Vaz de Camões)

IntroduçãoIntrodução CURSO DE ELECTRICIDADE E MOTORES ELÉCTRICOS

Mudou a tecnologia Mudou a relação laboral

Mudou o tipo de habilitações requerido aos técnicos

Apareceu um novo actor no mundo do trabalho

Mudou o ambiente económico e empresarial

A MudançaA Mudança O que mudouO que mudou

Os ciclos tecnológicos aceleraram

Actualmente nos sistemas de energia o ciclo tecnológico está em cerca de 10 anos e tem tendência a encurtar

Na electrónica está em menos de 2 anos.

Nas TI está em menos de 1 ano

A título de exemplo: no terceiro quartel do sec. X o ciclo tecnológico da electricidade era cerca de 25 anos

Apareceu em campo a electrónica de potência do estado sólido ( como por exm: na limitação de harmónicos por filtros activos )

Ciclos tecnológicosCiclos tecnológicos Mudou a TecnologiaMudou a Tecnologia

A carreira de electricista já não é de aprendiz ou estagiário até encarregado.

As empresas pretendem profissionais com a máxima qualificação logo no primeiro emprego

Muitas vezes os empregadores e a legislação, exigem dos trabalhadores certificações sectoriais de marca ou CAP (Certificado de Aptidão Profissional) específico, por exm: energia solar térmica, ITED, ITUR, HSST, RCCTE etc.

Os mais antigos na profissão confrontam-se com a competição e mesmo a concorrência dos mais novos

O contrato individual substitui cada vez mais o contrato colectivo.

A profissãoA profissão Mudou a Situação Laboral

O que se aprendeu na escola e a experiência prática acumulada com os anos, não chega.

É necessária a certificação profissional em aspectos específicos.

É necessário “o saber certificado” em aspectos horizontais da profissão mas também em aspectos verticais do sector.

É necessária a certificação em aspectos complementares ou actualmente afins como por exm : “ Higiene Segurança e Saúde no Trabalho”

Muitas vezes os empregadores pedem o curso superior como habilitação base para lugares técnicos e pagam de entrada pouco acima do salário mínimo.

A CertificaçãoA Certificação Mudou o Tipo de HabilitaçõesMudou o Tipo de Habilitações

A economia tornou-se global

A concorrência não é apenas entre empresas nacionais mas principalmente com empresas multinacionais

Há uma pressão enorme e global para a redução de custos de exploração

É permanente a busca pela excelência: − Mais barato

− Melhor

− Mais rápido

A energia é cada vez mais um bem escasso e mais caro. Requer-se eficiência no seu uso

A GlobalizaçãoA Globalização Mudou o ambiente económico Mudou o ambiente económico

No mundo do trabalho apareceu e consolidou-se como regra:

− a tele-medida,

− a tele-acção,

− o automatismo

Os sistemas automáticos de supervisão e controlo de partes importantes da rede de produção e comercialização de bens e serviços, são hoje uma realidade.

Exige-se do profissional electricista a capacidade e o saber para operar e colaborar com os sistemas automáticos.

Os autómatosOs autómatos Um novo actor

Tem de acompanhar a EVOLUÇÃO

Tem de estar preparado para estudar toda a vida

Tem de ter Habilitações Certificadas antes mesmo de precisar delas para o uso quotidiano.

Tem de controlar ou trabalhar não apenas com equipas da sua empresa, mas cada vez mais com prestadores de serviços externos de variadas especialidades muitas vezes actuando por intervenção remota.

Como ProfissionalComo Profissional O ElectricistaO Electricista

O que distingue o técnico médio ou superior do homem comum:

Será a inteligência? Será o nível de estudos escolares?

Será o domínio de uma especialidade tecnológica?

Perante a sociedadePerante a sociedade O TécnicoO Técnico

O que distingue o técnico médio ou superior do homem comum:

Será a inteligência? Não! Será o nível de estudos escolares?Também não!

Será o domínio de uma especialidade tecnológica? Também não é essa a principal distinção!

Realmente o que distingue um técnico dum homem comum é o seu treino e a sua aptidão para aprendizagem contínua, em sincronismo com os ciclos tecnológicos. ( que no caso da electrónica são actualmente de período inferior a um ano)

O que o distingueO que o distingue O Técnico

Aprendizagem de conhecimentos e

Aprendizagem comportamentos: acumulação de bom senso “wiseness”

Percurso: de executante a coordenador de equipas

Manter espírito curioso e aberto à evolução

Acompanhar os ciclos de evolução tecnológica na época da revolução cientifico-técnica

Aprende sempreAprende sempre O Técnico O Técnico

SKKFOR Oração de sapiênciaOração de sapiência

Só há um lugar onde o sucesso vem antes do trabalho!

É no dicionário !

“Albert Einstein - expoente máximo da ciência no sec.

X, autor da Teoria da Relatividade e percursor do uso da energia atómica”

SKKFOR O Universo é Objectivo !

De acordo com a corrente científica maioritariamente aceite, o universo é objectivo e não projectivo, isto é:

−Existe por si . Não foi criado.

−A energia é indestrutível . “Na Natureza, nada se perde, nada se ganha, tudo se transforma” - Antoine- Laurent Lavoisier

Existe por si mesmo

SKKFOR O Universo

Tal como é actualmente, iniciou-se num acontecimento singular indescritível pela ciência actual, designado por BIG BANG.

É limitado no tempo. Não há tempo negativo (ou seja, tempo antes do BIG BANG)

Rege-se pelas leis do “Acaso e da Necessidade”

“O Acaso e a Necessidade”ISBN: 853263219X

Ensaio sobre a filosofia natural da biologia moderna. Autor: Jacques Monod

Propriedades Básicas

SKKFOR Níveis de Observação

O Universo pode ser observado e estudado em dois níveis de dimensões:

O nível atómico O nível macroscópico

As leis que regem estes dois níveis até hoje ainda são distintas embora desde

Einstein se procure uma teoria que as unifique

O Universo

SKKFOR Ao nível macroscópico

Nível dos corpos materiais normais até às estrelas, galáxias e aglomerados de galáxias

A teoria que descreve as leis do Universo ao nível macroscópico é a Teoria da Relatividade de Albert Einstein. ( T.R. Restrita ; T.R. Generalizada )

Ao nível macroscópico o Universo actual tem 4 dimensões sendo três espaciais e uma temporal

Toda a teoria se baseia na assumpção de que a velocidade da luz no vazio é constante e vale aproximadamente 300 mil km/s

Os corpos comportam-se como partículas

O Universo

SKKFOR Ao nível Atómico ou Quântico

O Universo é Discreto. Está organizado em partes ou domínios elementares.

As partículas comportam-se em simultâneo com corpúsculos e como ondas

A grandeza assumida como base é a constante de Plank h = 6,6260693(1) x 10-34 J . s . Como a massa e a energia se equivalem pela fórmula de Einstein E=mc2 a massa de Planck é 2.176 45(16) × 10−8 kg

O comportamento energético e espacial das partículas é estatístico ou seja define-se em termos de probabilidade e não de valores exactos

Ao nível quântico reina o Princípio da Incerteza e aparecem propriedades surpreendentes como o entrelaçamento e a superposição de estados.

O Universo

SKKFOR Princípio da Incerteza de Heisemberg

A física demonstra que ao nível microscópico não se pode determinar de forma precisa e em simultâneo a de dois pares grandezas observáveis correlacionadas por exm: posição e energia (e quando aplicável a velocidade) das partículas .

Daí que se diga que por exemplo os electrões à volta do núcleo dos átomos se distribuem em nuvens posicionais cada uma com o seu nível de energia.

Este princípio é utilizado na tecnologia electrónica por exemplo: nos díodos de efeito de túnel

O Universo

SKKFOR Constituintes Básicos do Universo

Para o estudo da Electricidade pode considerar-se que o UNIVERSO é constituído por três entidades:

Energia Matéria

Informação

O Universo

SKKFOR Constituintes Básicos do Universo

A Energia e a Matéria são suportadas por partículas:

Energia – partículas que carregam forças

Matéria – partículas com massa e carga

A globalidade da energia + matéria é conservativa

A Informação exprime matematicamente as relações entre as partículas e é sempre crescente

O Universo

SKKFOR Constituintes Básicos do Universo

A energia a matéria e a informação estão enquadradas por quatro campos de forças que mantêm estável a estrutura e organização do universo (leis de conservação e leis de mudança).

As forçassão mediadas por partículas: os bosons.

O Universo

Energia

É tudo aquilo que é capaz de produzir trabalho, ou seja, o que é capaz de modificar o estado de repouso, o estado térmico ou o estado de movimento, o estado posicional, o estado físico ou o estado químico dos corpos materiais.

Em suma energia é o que produz mudança.

A energia está contida nos quatro campos de forças fundamentais: campo nuclear forte; campo nuclear fraco; campo electromagnético; campo gravítico.

Tipos de energia:

Radiante Térmica

Potencial

Cinética

Química ( considerada também uma variante da energia potencial)

Nuclear ( considerada também uma variante da energia potencial)

Constituintes do Universo

SKKFOR Formas de energia

Tipos de energia:

Radiante Térmica

Potencial

Cinética

Química ( considerada também uma variante da energia potencial)

Nuclear ( considerada também uma variante da energia potencial)

Energia

SKKFOR Mudanças de Forma de Energia

A diversas formas de energia podem transformar-se umas nas outras quase sempre de forma reversível e com rendimento de 100%.

A energia térmica tem um comportamento particular pois que só parcialmente pode ser convertida noutras formas .

Energia

SKKFOR Matéria

É tudo aquilo que é tem massa e ocupa espaço exclusivo (ou seja é composta por elementos impenetráveis).

A matéria é composta por partículas elementares de dois tipos:

–Quarks (partículas pesadas com carga eléctrica, que detêm quase toda a massa dos corpos e são constituintes do protão e neutrão no núcleo dos átomos

–Leptões (partículas leves os electrões com carga eléctrica, que gravitam à volta do núcleo dos átomos e neutrinos sem carga eléctrica)

Constituintes do Universo

SKKFOR Matéria

Massa inercial ou gravítica

Diz-se que a massa é a propriedade dos corpos materiais que provoca um campo gravitacional

Na teoria da Relatividade de Albert Einstein considera-se que a massa deforma o espaço-tempo

Einstein demonstrou que a massa e a energia eram interconvertíveis sendo a formula de conversão :

Esta propriedade é aproveitada tecnologicamente na produção de energia eléctrica a partir da energia nuclear. Na natureza é responsável pela luz das estrelas por exemplo.

Constituintes do Universo

SKKFOR Massa e o campo de Higgs

Em física suspeita-se que a energia radiante se converte em massa por interacção de fotões de elevada energia com as partículas mediadoras de um hipotético campo de forças em que todo o Universo está mergulhado ( O campo de Higgs)

Esse campo seria mediado por uma partícula designada por Bosão de Higgs que teria a propriedade de materializar a energia. Daí que se chame também de “partícula de Deus”

* Um dos objectivos das experiências no LHC no CERN (Centro Europeu de Pesquisas Nucleares) é tentar encontrar essa partícula

Constituintes do Universo

SKKFOR Constituintes do Universo

A informação é a terceira entidade do Universo

Designa tudo aquilo que é necessário para descrever o momento actual e a história de um sistema material (tanto as propriedades das partículas elementares, como as propriedades dos sistemas de partículas e ainda as propriedades dos corpos materiais).

Ao contrário do binómio massa-energia que é conservativo no tempo, a informação e a entropia estão em aumento constante no tempo

A informação existe em unidades discretas.

Informação

Informação e Entropia

A entropia mede “ o estado de desordem de um sistema”

Considera-se que a informação e entropia são equivalentes e de sinais contrários

Um sistema ou um campo isotrópicos têm uma ordem conhecida e podem ser descritos por um conjunto limitado de informação (as suas “propriedades”).

A entropia pode ser relacionada com a temperatura e a fase ( sólida líquida ou gasosa) de um corpo material

Constituintes do Universo

SKKFOR Energia radiante

Também designada por energia electromagnética é composta por pelas ondas de rádio desde as frequências baixas VLF, LF, MF, HF, VHF, UHF, SHF,

Micro-Ondas em Geral, Infravermelhos,

Luz Visível, Ultravioletas, Raios X, Raios Gama

Energia

SKKFOR Espectro Electromagnético

RADIAÇÃO = Ondas Electromagnéticas

RADIAÇÃO = Campos Eléctricos e Magnéticos associados em movimento

RADIAÇÃO = Partículas sem massa: os Fotões

A energia radiante comporta-se em simultâneo quer como ondas (vibrações do campo eléctrico e magnético) quer como partículas

Energia Radiante

SKKFOR Ondas Electromagnéticas

Oscilações dos campos eléctrico e magnético associados em movimento.

Energia Radiante

SKKFOR Energia Térmica

É a energia associada à temperatura dos corpos materiais

Que reflecte estatisticamente o movimento das partículas constituintes de uma porção de matéria gasosa, líquida ou sólida

Varia desde o zero absoluto 0º Kelvin (-273 º Celcius) teoricamente até ao infinito

Esta energia só parcialmente pode ser convertida noutras formas de energia.

Por isso também se chama de energia degradada

Energia

SKKFOR Energia Potencial

A energia associada à posição dos corpos inseridos num campo de forças

Exemplos:

Energia Potencial Gravítica Energia Potencial Magnética

Energia Potencial Eléctrica

Energia Nuclear

Energia Química

Energia

SKKFOR Energia Potencial (outros campos)

Uma energia potencial muito usada tecnologicamente é a energia potencial associada às deformações dos corpos elásticos como as molas.

Energia

SKKFOR Energia Cinética

A energia associada ao movimento dos corpos materiais

Em física, a energia cinética é a quantidade de trabalho que teve que ser realizado sobre um objecto, para tirá-lo do repouso e colocá-lo a uma velocidade v.

Para um objecto de massa m a uma velocidade a energia cinética é calculada como:

E=1/2 mv2

* Citação de Wikipédia ** Válido apenas para velocidades muito inferiores á velocidade da luz

Energia

SKKFOR Partículas básicas com massa

As partículas materiais básicas são os Quarks e os Electrões

Os quarks são os tijolos que formam as partículas do núcleo dos átomos (protões e neutrões)

Os electrões são partículas carregadas electricamente com campo de polaridade – (negativa)

Os protões são partículas carregadas electricamente com campo de polaridade + (positiva)

Os neutrões são electricamente neutros

Matéria

SKKFOR Modelo Padrão das Partículas

Matéria

O Núcleo dos Átomos

Átomo: núcleo e electrões

SKKFOR Constituição dos átomos

As substâncias químicas naturais ou artificiais não são constituídas directamente pelas partículas elementares mas sim por outras maiores suas derivadas:

Os protões com carga eléctrica positiva Os neutrões sem carga eléctrica

Os electrões com carga eléctrica negativa

Os protões e os neutrões contêm a maior parte da massa e estão agrupados juntos num espaço chamado núcleo que por isso tem carga positiva

À volta dos quais se agrupa a nuvem dos electrões organizada em níveis.

O núcleo com os seus electrões forma o átomo

Matéria

SKKFOR Constituição dos átomos

O núcleo com os seus electrões forma o átomo.

NOTA: O posicionamento e as dimensões da imagem são apenas uma representação artística sem correspondência física, destinando-se apenas a fins de introdução inicial à aprendizagem

Matéria

SKKFOR Substâncias Elementares

No universo a partir das partículas básicas formam-se átomos de núcleos constituídos por vários protões e neutrões, estáveis ou seja com vida longa e instáveis ou com tempos de decaimento curtos.

(Parte 1 de 2)

Comentários