Aula Dissolução INCQS

Aula Dissolução INCQS

(Parte 1 de 7)

Laís Bastos da Fonseca Laís Bastos da Fonseca

Processos que ocorrem após Administração Processos que ocorrem após Administração

Oral de Formas Farmacêuticas Sólidas Oral de Formas Farmacêuticas Sólidas

Formas desintegrantes / liberação imediata Formas desintegrantes / liberação imediata

Desintegração de 2 a fase

Fármaco na corrente circulatória ou outros fluídos biológicos ou tecidos

DIS S OLUÇÃO (maior)

F.F. Sólida

Granulados ou agregadosPartículas menores

Fármaco em solução ou dissolvido

(maior) DIS S OLUÇÃO

(menor )

Ensaio de Dissolução –Histórico

até 1965: testes oficiais compreendiam a avaliação da DESINTEGRAaté 1965: testes oficiais compreendiam a avaliação da DESINTEGRAÇÃO ÇÃO

1934: 1934: PharmacopoeiaPharmacopoeiaHelvéticaHelvética––pioneira ao adotar o teste de pioneira ao adotar o teste de desintegração de comprimidos desintegração de comprimidos

1950: USP XIV oficializa o teste de desintegração. 1950: USP XIV oficializa o teste de desintegração.

1960: Descrição dos primeiros aparelhos, automáticos ou não, par

1960: Descrição dos primeiros aparelhos, automáticos ou não, para a realização de ensaios de dissolução. realização de ensaios de dissolução.

Anos 70 :Anos 70 :desenvolvimento e comparação de diversos tipos de equipamentos desenvolvimento e comparação de diversos tipos de equipamentos o o teste de dissolução oficial (cesta rotatória teste de dissolução oficial (cesta rotatória --12 12 monografias) monografias)

1972: FDA enfrenta o problema de

1972: FDA enfrenta o problema de biobio--inequivalênciainequivalênciade várias formulações de várias formulações de de digoxinadigoxinano mercado americano no mercado americano

FDA seleciona série de fármacos para estudo sistemático => FDA seleciona série de fármacos para estudo sistemático => desenvolvimento de correlações entre desenvolvimento de correlações entre biodisponibilidadebiodisponibilidadee dissolução in e dissolução in vitrovitro ((prednisonaprednisona , , nitrofurantínanitrofurantína , hidrocortisona) , hidrocortisona)

1975: oficialização de dois aparelhos: aparato 1 (cesta) e aparato 2 (pá).

1978: comprimidos calibradores: Prednisona(Hoffman –LaRoche)

Ácido salicílico ( Upjonh) Anos 80:

USPXX : 75 monografias

adoção da nomenclatura numérica para os aparatos

oficialização do teste em diversos países.

1988: F.Bras.IV oficializa o teste noBrasil e a B.P.1988 no Reino Unido

Anos 90: Fase de desenvolvimento e inovação

1990:USP XI desenvolvimento e oficialização de três novos aparelhos para dissolução de formulações transdérmicas.

Ensaio de Dissolução –Histórico

1995: USP XI desenvolvimento de dois novos aparelhos para dissolução de formas de liberação prolongada.

1999: Criação da ANVISA -entrada dos medicamentos genéricos -ensaio de dissolução oficialmente exigido no Brasil

Validação e correlação com biodisponibilidade.

USA: proposta de condições para dispensar BD/ BE.

Mais de 800 monografias na USP preconizam o teste.

Ensaio de Dissolução –Histórico

No de monografias USP Pharmacopoeia

Número de Monografias USP Monogr afia s

“A dissolução de medicamentos pode ser definida como o fenômeno em que um fármaco no estado sólido se libera de sua forma farmacêutica de administração e entra em solução.”

Ensaio de Dissolução

Teoria da Dissolução

A dissolução de um sólido num líquido –duas etapas:

Partícula sólida

Camada de difusão

Meio de dissolução

Velocidade de Dissolução

A velocidade de dissolução de um fármaco, a partir de seu estadosólido, é definida como a quantidade de substância que passa para o estadosolvatadopor unidade de tempo, sob condições definidas de interface sólido/líquido, temperatura e composição do solvente.

Teoria da Dissolução

(Parte 1 de 7)

Comentários